Andris Piebalgs: “O vento entregou os resultados mais promissores de todas as outras fontes de energia renovável até ao momento, com um total de 57 GW de capacidade total na União Europeia no final de 2007″

(http://www.ourworldfoundation.org.uk)

Segundo declarou o Comissário Europeu para a Energia, Andris Piebalgs, “o vento entregou os resultados mais promissores de todas as outras fontes de energia renovável até ao momento, com um total de 57 GW de capacidade total na União Europeia no final de 2007. De forma a garantir que esta tendência continua, precisamos de ter uma estrutura legislativa na UE segura e favorável.” Estas declarações foram proferidas na Conferência EWEC 2008 (“European Wind Energy Conference”) em Bruxelas.

Os oradores na conferência estiveram genericamente de acordo com a política europeia sobre as energias alternativas que objectiva uma percentagem de 20% de renováveis até 2020. Mas, Andrej Vizjak, o ministro da economia da Eslovénia (país que detém actualmente a presidência da UE) sublinhou que 80% de todos os subsídios europeus vão ainda para os combustíveis tradicionais (incluindo o nuclear) e apenas 20% para fontes de energia renovável. O ministro português da Economia, Manuel Pinho, também interviu para chamar a atenção para que se hoje a Europa consome 55% da energia que consome, a manter-se o actual ritmo de crescimento dos consumos, em 2030 essa percentagem ascenderá a 66%, isto aumentará a dependência da Economia europeia do petróleo, dos circuitos de transportes e de preços explosivamente crescentes. Pinho, na EWEC 2008 apresentou o modelo português como um modelo a seguir pelo conjunto da Europa: um modelo híbrido de energia hídrica e eólica, já que oferece uma forma flexível de produzir energia localmente e a preços competitivos. Este modelo misto tem a vantagem de permitir compensar com a eólica anos mais secos e de dada o ainda grande potencial hídrico a explorar em Portugal poder manter-se o crescimento da potencia instalada durante pelo menos duas décadas.

Actualmente, a energia eólica oferece 3,7% de todo o consumo energético na União Europeia. Em 2007, a potencial oriundo do setor eólico somou mais 8,5 GW, mas, em média a capacidade eólica terá que subir 9,5 GW todos os anos para que em 2020 a Europa consiga produzir 12 a 14% de toda a procura energética do continente.

Fontes:

http://www.energy-daily.com/reports/With_Ambitious_EU_Legislation_Wind_Energy_Can_Provide_Huge_Benefits_To_Europe_999.html

http://ec.europa.eu/commission_barroso/piebalgs/index_en.htm

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia, Economia, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: