Quids S11-32: Como se chama esta sonda?

ds1.gif

Dificuldade: 3

Categories: Quids S11, SpaceNewsPt | 14 comentários

Navegação de artigos

14 thoughts on “Quids S11-32: Como se chama esta sonda?

  1. Nito

    Pistas ? Hayabusa ?

  2. Nito

    Foi (vai ser) enviada para onde ?

  3. Não… e foi enviada para a Lua e para… outro sítio onde nunca chegou!

  4. Nito

    Sonda Clementine

  5. Mascarilha

    A dar pistas apenas alguns minutos depois de publicar o quid a coisa perde a piada toda. Na minha opinião a primeira pista só deveria ser dada no dia seguinte se entretanto ninguém tivesse dado a resposta, a segunda pista 2 dias depois e por aí fora. Pode acontecer que alguem saiba a resposta sem precisar de procurar e só porque estava a almoçar ou na casa de banho já não vem a tempo. Até porque com pistas, em poucos minutos passa de uma pergunta de dificuldade elevada para uma de baixa dificuldade. Mas tudo bem, é só um jogo… apenas podia ser mais interessante se o processo fosse diferente 😉

  6. Ok…
    Estou a pensar rever as regras dos quids, de qualquer forma…
    Veremos quais serão as do S12!
    Entretanto… No dia seguinte era lixado. Por vezes não posso vir aqui depois das 14:00, logo teria que ficar para o dia seguinte entre as 12:30 e 14:00.
    O que não é impossível, de facto…
    Sim… Ou seja, não dar pistas no próprio dia, mas apenas no seguinte?…
    E tirando um ponto por cada pista… (os quids teriam que ter mais pontos, claro, tipo 10 ou isso).

    A pensar…

    Opiniões?

  7. Mascarilha

    A pista podia ser dada no lançamento do quid seguinte, tão simples como isso. Tirar um ponto por cada pista também parece boa idéia, mas nesse caso a primeira pista so deveria ser dada passado X tempo, e nunca a pedido do sujeito A. Pode entretanto o sujeito B estar quase a encontrar a resposta, ou mesmo tê-la encontrado, e entretanto ela já “desvalorizou” porque foi dada uma pista a pedido do sujeito B.

  8. Mascarilha

    corrijo, eu queria dizer:

    …porque foi dada uma pista a pedido do sujeito A.

  9. Nito

    E claro podemos ainda dar uma resposta e mais tarde pesquisar e encontrar a resposta certa, sem ajuda de pistas, mas como não devemos dar mais do que uma resposta, ficamos sem possibilidade de responder….
    Acho que no dia seguinte é demasiado tempo.

  10. Mascarilha

    Em relação a niveis de dificuldade não vejo necessidade de serem mais que 3 ou 4. Dificilmente a resposta a uma pergunta de dificuldade elevada não será encontrada ao fim de 3 pistas(nessa altura valendo apenas 1 ponto). Quanto mais fácil for, obviamente menos pistas serão necessárias. No caso altamente improvavel de serem dadas mais pistas que pontos disponiveis, o quid passaria a valer zero. Atribuir mais que 3 ou 4 graus de dificuldade não me parece boa ideia porque o grau de dificildade é muito subjectivo e não pode ser rigoroso e dividido em parcelas muito pequenas. (facil,medio,dificil) ou (facil,medio,dificil,muito dificil) parece-me ser o mais preciso a que se pode chegar em algo tão subjectivo.
    São os meus 2 centimos…

  11. Mascarilha

    >Nito

    >E claro podemos ainda dar uma resposta e mais tarde pesquisar e encontrar a resposta certa, sem ajuda de pistas, mas como não devemos dar mais do que uma resposta, ficamos sem possibilidade de responder….

    A última resposta seria sempre a que conta, anulando a anterior

  12. Mascarilha

    O facto de alguns quids se prolongarem até ao dia seguinte dariam a oportunidade a mais pessoas de participarem ao menos de vez em quando(incluindo quem só pode ao fim do dia), e não apenas alguns poucos que podem faze-lo a esta hora do dia. E se no dia seguinte a pista fosse dada na altura do lançamento do novo quid(facilitando a vida ao autor), era como se fossem dois ao mesmo tempo, tornando a coisa mais interessante.

  13. Bem… Brevemente publicaria um post condensando estas sugestões e pedindo a votação dos participantes nos Quids…

    Regras a aplicar no S12, não ainda no S11…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: