Daily Archives: 2008/03/25

Será mesmo boa ideia incorporar 10% de biombustíveis?


(http://www.bendbiofuels.com)

Embora sejam frequentemente citados como uma solução para o Aquecimento Global, e como tal, sejam sujeitos a pesados subsídios nos EUA e na UE, os quais pretendem multiplicar o seu uso como combustíveis, crescem as indicações provenientes da comunidade científica de que, do ponto de vista ambiental, os biocombustíveis não são uma forma eficiente de reduzir as emissões de gases com Efeito de Estufa e que, efectivamente, podem até vir a ser tão ou mais caros que os combustíveis fósseis tradicionais…
Essas foram as conclusões de um painel de cientistas reunido pelo parlamento britânico (o “The Environmental Audit Committee“). Os cientistas além de não identificarem os biocombustíveis como uma forma de reduzir as emissões de CO2, afirmaram ainda que estas emissões podiam ser reduzidas e os recursos gastos em promover os ditos poderiam ser mais eficientes se fossem realizados outros tipos de investimentos. Isto para além do facto insofismável de que o desvio de campos de cultura para estas produções está a criar um aumento generalizado dos bens alimentares e, logo, um consequente e proporcional agravamento das condições de vida das populações mais pobres do mundo. Isto quer dizer que a política europeia de apostar fortemente nos biocombustíveis pode ser prejudicial não só no que respeita ao severo agravamento dos preços de alimentos (milho, sobretudo), mas até no aspecto ambiental. Assim, o objectivo de incorporar até 10% de biocombustíveis até 2020 pode ter um impacto muito negativo… especialmente se não forem tomadas medidas que impeçam a transformação de zonas de floresta em campo de cultivo para biocombustíveis ou mesmo campos agrícolas actuais. É que a aplicação pura e simples destas decisões vai produzir necessariamente uma de coisas: ou o abate de mais florestas ou a conversão de campo agrícolas ocupados hoje com produção de alimentos e uma ou outra opção serão muito negativas!…

O curioso é que este painel britânico, o The Environmental Audit Committee recomendou que os biocombustíveis fossem usados não em transportes – como recomenda a UE – mas em aquecimento de edifícios, algo que julga ser energeticamente muito mais eficiente… Em suma: os biocombustíveis retiram espaço de floresta… reduzem a área cultivada para alimentos, e logo, aumentam e muito o consumo de água e os níveis de poluição química nos solos, aumentam os preços, representam (segundo este painel) um investimento ineficiente e… segundo alguns estudos aumentam até as emissões de CO2 ! (ver AQUI)… Sei que os nossos irmãos brasileiros acreditam que tal sucede porque nos EUA esses biocombustíveis são fabricados a partir do milho e não da cana do açúcar, mais eficiente e não subsidiada… mas… as restantes objecções ficam válidas, mesmo se excluirmos essa da eficiência energética.

Fonte:
News.bbc.co.uk

Anúncios
Categories: Ecologia, Economia | Etiquetas: | 61 comentários

Quids S11-27: Quem era este homem?

sasaa.jpg

Dificuldade: 3

Categories: Quids S11 | 7 comentários

Windows Vista… Nem os piratas o querem

Vista
(Desktop do Windows Vista in http://idgnow.uol.com.br)

Segundo o Gizmodo, os piratas informáticos não estão muito interessados em piratear cópias do Windows Vista. Pelo menos, não tanto como estão em copiar cópias de Windows XP, já que este é copiado pelo menos duas vezes mais que o Vista. Ou seja, se puderem escolher, os piratas escolhem o XP em deterimento do Vista… Se ambos podem vir de graça, que venha o melhor. E este aparentemente… é o XP. Ou seja, a Microsoft nem sequer está a convencer a comunidade Hacker que o Vista é melhor que o XP e se assim é começam a justificar-se aquelas leituras que dão o Vista como maior flop da Microsoft depois do Windows Millenium (quem se lembra dele?)

Categories: Informática | Etiquetas: | 10 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade