“Goze a vida enquanto pode. Porque terá sorte se passaram vinte anos antes de chocar contra a ventoínha”


(“A Vingança de Gaia” de James Lovelock, da Gradiva)

Uma das personalidades mais fascinantes do mundo ciência é James Lovelock. Mais conhecido por ter criado a “Teoria de Gaia“, uma teoria revolucionária e fascinante que defendia que a Terra é um ser vivo, capaz de se auto-regular e de adaptar o seu meio ambiente às suas condições. A teoria nasceu da observação feita por Lovelock e pela bióloga Lynn Margulis de que a atmosfera da Terra era diferente da dos outros planetas porque era a própria vida que a tornava adequada à sua própria existência. Ainda que a teoria não seja muito respeitada pelos meios científicos, a sua abordagem tem-se mostrado útil para compreender a actual crise climática e pode ensinar-nos que… se não corrigirmos a forma como tratamos o Globo ele… tratará de nós, expulsando-nos ou eliminando-os como um animal expulsa ou elimina um parasita incómodo.

Embora seja admirado por muitos grupos e tendências ecologista, Lovelock defende a Energia Nuclear, no que segue em contracorrente com a opinião dominante neste campo… Tenha ou não razão neste ponto (e note-se que a nossa posição pessoal sobre este tema não é absoluta) o certo é que as previsões que realiza no seu último livro, “A Vingança de Gaia” são assustadoras… Lovelock estima que em 2020 o clima extremo será a regra (com muito frio ou muito calor, inundações alternando com secas, etc.), que por volta de 2040 a maioria da Europa seja desértica e que partes de Londres estejam submersas… E mais… Lovelock acredita que o ponto de não-retorno para o clima já foi ultrapassado e que nada do que seja feito daqui em diante poderá alterar este inevitável rumo das coisas:

“É simplesmente tarde demais.” Afirma o cientista ao jornal britânico The Guardian. “Se tivessemos feito alguma coisa em 1967, talvez isso tivesse ajudado. Mas já não temos tempos. Todas essas coisas verdes, como o desenvolvimento sustentado, creio que não passam de palavras que não significam nada.” Lovelock acredita que sendo já impossível fazer algo para travar esta espiral descontrolada de Aquecimento, o Homem devia começar a preparar-se para o enfrentar de frente de forma a ter alguma possibilidade de lhe sobreviver. Em consequência, defende o Nuclear como forma de sustentar as novas comunidades humanas, provavelmente subterrâneas e dependendo totalmente da síntese de alimentos. Só assim, os remanescentes 20% de população que prevê sobreviverem em 2100 poderão deixar descendência…

Na verdade, Lovelock deixa neste livro uma conclusão de cândida mas talvez final clareza (no mais pleno sentido da palavra):
“Goze a vida enquanto pode. Porque terá sorte se passaram vinte anos antes de chocar contra a ventoinha.”

Fonte:
The Guardian

Anúncios
Categories: Ecologia, Sociedade | Etiquetas: , , | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on ““Goze a vida enquanto pode. Porque terá sorte se passaram vinte anos antes de chocar contra a ventoínha”

  1. M4Jor

    a teoria de gaia já conhecia, mas a verdade, quando apresentada assim, chega a ser chocante…
    Tamos todos fdd, se me permite as siglas…

  2. eu sei… também fiquei pessimista para caramba, depois de ler isto e…
    o último livro do rodrigues dos santos…

  3. Thali

    Chato, além de saber disso, é fazer um trabalho sobre isoo…
    Daí você vê o quanto faz sentido essa teoria…
    E o quão chato e desanimador ficou o seu trabalho^^

  4. nope…
    chato, chato mesmo, vai ser viver aqui daqui a 30 anos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: