Daily Archives: 2008/03/24

“Goze a vida enquanto pode. Porque terá sorte se passaram vinte anos antes de chocar contra a ventoínha”


(“A Vingança de Gaia” de James Lovelock, da Gradiva)

Uma das personalidades mais fascinantes do mundo ciência é James Lovelock. Mais conhecido por ter criado a “Teoria de Gaia“, uma teoria revolucionária e fascinante que defendia que a Terra é um ser vivo, capaz de se auto-regular e de adaptar o seu meio ambiente às suas condições. A teoria nasceu da observação feita por Lovelock e pela bióloga Lynn Margulis de que a atmosfera da Terra era diferente da dos outros planetas porque era a própria vida que a tornava adequada à sua própria existência. Ainda que a teoria não seja muito respeitada pelos meios científicos, a sua abordagem tem-se mostrado útil para compreender a actual crise climática e pode ensinar-nos que… se não corrigirmos a forma como tratamos o Globo ele… tratará de nós, expulsando-nos ou eliminando-os como um animal expulsa ou elimina um parasita incómodo.

Embora seja admirado por muitos grupos e tendências ecologista, Lovelock defende a Energia Nuclear, no que segue em contracorrente com a opinião dominante neste campo… Tenha ou não razão neste ponto (e note-se que a nossa posição pessoal sobre este tema não é absoluta) o certo é que as previsões que realiza no seu último livro, “A Vingança de Gaia” são assustadoras… Lovelock estima que em 2020 o clima extremo será a regra (com muito frio ou muito calor, inundações alternando com secas, etc.), que por volta de 2040 a maioria da Europa seja desértica e que partes de Londres estejam submersas… E mais… Lovelock acredita que o ponto de não-retorno para o clima já foi ultrapassado e que nada do que seja feito daqui em diante poderá alterar este inevitável rumo das coisas:

“É simplesmente tarde demais.” Afirma o cientista ao jornal britânico The Guardian. “Se tivessemos feito alguma coisa em 1967, talvez isso tivesse ajudado. Mas já não temos tempos. Todas essas coisas verdes, como o desenvolvimento sustentado, creio que não passam de palavras que não significam nada.” Lovelock acredita que sendo já impossível fazer algo para travar esta espiral descontrolada de Aquecimento, o Homem devia começar a preparar-se para o enfrentar de frente de forma a ter alguma possibilidade de lhe sobreviver. Em consequência, defende o Nuclear como forma de sustentar as novas comunidades humanas, provavelmente subterrâneas e dependendo totalmente da síntese de alimentos. Só assim, os remanescentes 20% de população que prevê sobreviverem em 2100 poderão deixar descendência…

Na verdade, Lovelock deixa neste livro uma conclusão de cândida mas talvez final clareza (no mais pleno sentido da palavra):
“Goze a vida enquanto pode. Porque terá sorte se passaram vinte anos antes de chocar contra a ventoinha.”

Fonte:
The Guardian

Anúncios
Categories: Ecologia, Sociedade | Etiquetas: , , | 4 comentários

Quids S11-26: Quem é esta personagem feminina?

ddds.jpg

Dificuldade: 2

Categories: Quids S11 | 17 comentários

Hoax: “Uma Árvore Misteriosa em Limpopo – Moçambique”

Uma corrente de correio electrónico que me chegou recentemente às mãos possibilitou o encontro com mais um “hoax” (mito urbano) daqueles que percorrem a Internet em cada vez maior quantidade… A coisa desta feita vinha intitulada: “Uma Árvore Misteriosa em Limpopo- Moçambique” e não tardou a dar origem a vários artigos pela blogoesfera lusófona (moçambicana e portuguesa, sobretudo) de que este é um exemplo bem representativo:

Uma Árvore Misteriosa em Limpopo – Moçambique

E o mistério é quem esculpiu e quando é que este trabalho de arte foi feito!

Por Rosário Fernandes – Kwzola (*)

 

Veja como os bantu de Moçambique, simbolizavam os espíritos das florestas e o culto às árvores destas florestas. Trabalho de arte religiosa bantu, na própria natureza. Nkisi de animais, esculpidos na árvore.


(*) Rosário Fernandes é formada em naturalismo e medicinas orientais pelo Stonebridge Associated Colleges da Inglaterra, pesquisadora de medicinas tradicionais antigas, atuante na área de medicinas complementares.

Sendo que este texto e este grupo verdadeiramente impressionante de fotografias pode ser encontrado nos Ritos de Angola havendo por aqui outra variante do mesmo tema e outra ainda por aqui.

Quanto à variante original, uma mensagem de correio electrónico, esta parece ser a versão mais corrente da mesma:

>
> Caros amigos!
> Essas fotos são Reais! foram tiradas por Biólogos moçambicanos em Limpopo
> (Moçambique), numa das viagens de trabalho, onde a missao era
> identificação
> de plantas. Estudos revelam que não foi um ser humano que esculpiu essa
> arvore, ela é natural! A cada posicao pode se ver imagens de animais, se
> tivesse sido um homem a esculpir essa arvore, esse seria O melhor Escultor
> do Mundo.
> >

O Mito Desfeito…
Ora, de novo… Nada se confirma. Um dia ainda acredito que um bom Hoax possa resistir a alguns minutos de escrutínio via Google, e quando surje um mito de origem lusófona, essas possibilidades aumentam, já que não existem tanta informação pública em português como há em inglês, mas este caso. da “árvore misteriosa do Limpopo”, não foi ainda o primeiro caso. Trata-se muito claramente de mais uma armação criada por algum “humorista” a partir de uma qualquer visita real ao parque natural do Limpopo e do confronto – sempre impressioante – com este notável Baoba:

Verdadeiro… Muito conhecido e fotografado, mas… sem qualquer escultura ou forma animal misteriosa.

É que na verdade, esta árvore não sendo fruto de uma muito elaborada montagem digital (como cheguei a acreditar, mas que cedo afastei pela análise pixel a pixel das imagens) estamos perante fotografias verdadeiras mas de uma coisa… diversa à anunciada! A dita “árvore misteriosa” existe de facto, mas no Animal Kingdom da Disney World, mais especificamente aqui e é o resultado do trabalho brilhante de mais de doze artistas diferentes e está posicionada naquele que é o centro geográfico do parque temático. A gigantesca escultura com 45 metros de altura e 14 de diâmetro tem uma estrutura de cimento e uma camada superficial de resina e expôr exactamente 325 animais diferentes (aqui, aqui e aqui podemos ver mais algumas fotos onde se observa bem que a dita árvore se situa neste parque temático).

O parque natural do Rio Limpopo existe, claro… e é uma das regiões do sul de África mais ricas em vida animal, sendo visitado todos os anos por muitos turistas portugueses e talvez seja um dele o criador deste mito…

Categories: Hoaxes e Mitos Urbanos | Etiquetas: | 29 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade