Daily Archives: 2008/03/19

Ainda sobre a opção do Nuclear e sobre as energias renováveis


(http://www.prof2000.pt)

“A Associação Portuguesa de Energias Renováveis anunciou que nos dias 19 e 20 de Dezembro foram batidos novos recordes de produção de electricidade a partir de fontes de energia eólica. Nestes dias foram atingidos valores muito altos de consumo (179,6 e 174,5 GWh, respectivamente), tendo os parques eólicos nacionais contribuído com 20,6 e 20,9%.”

Expresso, 5 de Janeiro de 2008

E isto sem recorrer à tão mal afamada Energia Nuclear (tida por certo “Lobby Nuclear” como indispensável) e isto, simultâneamente na mesma altura em que se batiam recordes de consumo de energia, em Portugal, o qual não tem parado já que desde 1995, com 20,5 milhões de TEPs, ou “Toneladas Equivalentes em Petróleo“) o consumo subiu em 2004 para 26,4 milhões de TEPs, ou seja, nesse período foi registado em Portugal um aumento de 29%! Este crescimento no consumo foi acompanhado de uma queda na eficiência energética, sobretudo na via do consumo doméstico, onde a multiplicação de sistemas de ar condicionado tem aumentado o consumo e a dependência do país sobre as importações de uma forma estrondosa… Pelo menos, este fenómeno, não foi replicado na indústria (restante…) e nos serviços, que registaram no mesmo período um aumento da eficácia energética. E a multiplicação do consumo de gás doméstico, fruto do esforço de construção de uma rede nacional de distribuição do gás natural argelino intensificou a dependência energética do país em relação ao exterior, aumentando a dita “vulnerabilidade da economia portuguesa ao exterior” de 66,7% em 1995 para 70,8%, em 2004… E isto em pleno contexto de preços do barril de crude acima dos 100 dólares…

A aposta nas energias alternativas é pois viável, e uma solução ecológica a curto prazo para o problema crescente da factura energética que em 2005 era de 1520 milhões de euros e que em 2004 já ascendia a 4086 milhões (268% mais em dez anos!).

Este resultado confirma que as renováveis são efectivamente uma alternativa viável para o problema do crónico deficit energético português o qual contribuiu com uma parcela estimada para 2005 de 60% do deficit da Balança Corrente, uma relação que se deve ter mantida nos dois anos seguintes.

Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia, Economia, Portugal | Deixe um comentário

Quids S11-24: Como se chama este par de galáxias?

dddds7.jpg

Dificuldade: 3

Categories: Quids S11 | 5 comentários

A locomotiva híbrida da General Electric

(A locomotiva híbrida da GE)


A General Electric está a ultimar uma locomotiva… híbrida com 44 mil cavalos equipada com baterias ecológicas sem chumbo e um motor diesel altamente eficiente. Cada vez que a máquina travar, parte da energia da travagem vai ser acumulada nas baterias e usada mais tarde no impulso normal da locomotiva, replicando o processo que já é usado hoje em dia em automóveis como o Toyota Prius e o Honda Civic Hybrid. Desta forma, a locomotiva conseguirá somar aos 44 mil cavalos dois mil extra, provenientes dos motores eléctricos.

 

A locomotiva da GE poderá poupar até 15% do combustível utilizado numa locomotiva normal com potencia equivalente, o que já é impressionante, especialmente se considerarmos que o comboio pode ser uma alternativa ecológica à crescente circulação rodoviária que hoje se multiplica pelo mundo à custa de consumo de petróleo e das emissões de CO2 e de vários poluentes, para além de um grande desgaste nas redes rodoviárias que todos pagamos. Para além da poupança de combustível em 15%, a locomotiva híbrida emitirá apenas 50% dos gases de efeito de estufa de um veículo idêntico. A primeira locomotiva deste género deverá estar em operação na rede ferroviária dos EUA até 2010, segundo declarou recentemente a GE e é mais um passo na direcção certa que além da descoberta e da implementação de novas formas de energia renovável implica também a utilização e vulgarização de sistemas de transporte energeticamente mais eficientes que os actuais. Se todas as locomotivas existentes nos EUA fossem substituídas a poupança – num único ano – de emissões de nitrogénio óxido poupadas seriam correspondentes às emissões de um terço dos muitos automóveis que circulam pelas estradas dos EUA… ou seja: 425 milhões de dólares a menos por ano em importações de combustíveis.

 

Fonte:

GE

Categories: Ciência e Tecnologia, Ecologia, Economia | 3 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy