Daily Archives: 2008/03/15

Lost (”Perdidos”): S0407 “Ji Yeon”; comentários [Spoilers…]

Neste episódio de Lost, não encontramos muitas pistas para o esclarecimento dos múltiplos mistérios já lançados desde a primeira temporada pelos produtores da série… É um episódio centrado nos dois passageiros coreanos do vôo 815, Jin e Sun e contendo algumas cenas no cargueiro com Desmond e Sayid… Apesar disso temos alguns pontos que gostaríamos de comentar:

1. Regina lê (ou simula ler, já que tem o livro de pernas para baixo) o livro de Jules Verne: “Os Sobreviventes do Chancellor” (link para o livro integral no Google Books). Regina numa das cenas posteriores haveria de suicidar-se e pela aitutude passiva do comandante do navio, não parece ter sido a primeira tripulante a fazê-lo e de facto, este confirma isto a Desmond e Sayid…o livro trata do naufrágio do navio de nome “Chancellor” e, de permeio, vários acontecimentos terríveis, como um incêndio a bordo (será por isso que a cozinha do Kahana está inutilizável?) até ao naufrágio final… Ao fim ao cabo o mesmo destino do Black Rock, cuja rota este cargueiro contratado por Widmore seguiu escrupulosamente até encontrar a Ilha. De forma semelhante ao Kahana, muitos passageiros e tripulantes enlouquecem… E outros suicidam-se… Assim, existe uma boa possibilidade de que o Kahana acabe ele também… naufragado no final da temporada 4. Vai uma aposta? Será que é apenas o efeito marginal da proximidade da Ilha que leva os tripulantes à loucura e ao suicídio, mas se é assim esse efeito apenas se manifesta na periferia e não na própria Ilha… E sendo assim, isso quer dizer que os franceses da expedição original de Danielle Rousseau que também enlouqueceram e que se suicidaram em massa, afectados por uma “doença” teriam sido afectados pela mesma proximidade…


(Desmond e Sayid no cargueiro Kahana in http://www.blogsmithmedia.com)

2. O helicóptero partiu do Kahana. Tendo em conta que não existem mais ilhas nas proximidades e ao seu alcance e que o Kahana é o único navio nas imediações, só pode estar na Ilha e com alguém mais do cargueiro além do piloto, do capitão e do médico, que ficaram no navio. O próximo episódio vai abordar a resposta a esta pergunta… Mas faria sentido que Charles Widmore financiasse uma tal expedição e não tomasse ele próprio parte na mesma? Vai uma segunda aposta quanto a quem vai aparecer na Ilha?

3. Os imensos recursos disponíveis a Ben e a existência de uma organização que apoia os “Outros” no exterior da Ilha tornam-se patentes na sequência em que o capitão Gault, do Kahana mostra a Sayid e Desmond a falsa caixa negra do vôo Oceanic 815 recuperada ao largo de Sunda vom os 324 corpos que alguém lá “plantou”, Ben, afirma.

4. Quando o médico leva Desmond e Sayid ao seu novo quarto, este tem uma mancha de sangue na parede… Um sinal de um suicídio de um outro tripulante, além de Regina, ao que tudo indica.

5. Michael aparece na pessoa de Kevin Johnson, e na forma clara do espião que Ben plantou no navio… Michael cumpre este papel porque Ben tem o seu filho Walt cativo na Ilha, já que ficou claro no começo desta temporada que os Outros mantinham ainda Walt prisioneiro (e que este tinha agora poderes mentais extraordinários). Michael parece também imune à “febre de deslocação temporal” que afecta parte dos tripulantes do cargueiro… porque veio da Ilha e não do exterior como sucedeu com eles?

6. Kate menciona a Sun que ainda que Juliet tivesse dito que a Estação Dharma “Tempestade” fosse uma central eléctrica, esta tinha, de facto, gás venenoso… Ora no nosso anterior comentário já explicámos a razão desta confusão…

7. Quando Bernard na canoa com Jin lhe conta que a sua mulher teve uma remissão “miraculosa” do tumor que a ameaçava matar será que isto acontece pouco tempo depois de Juliet recordar a Jin que o seu feto e ela própria vão morrer? No episódio anterior, Juliet relatava a Ben que os fetos morriam aos 3 meses porque o sistema imunitário das mães ficava hiperactivo e os atacava. Será o mesmo efeito que provoca esta activação do sistema imunitário o responsável pela remissão espontânea do tumor de Rose?

8. Bernard fala a Jin de “carma”… Ora já falámos por aqui da importância que a mensagem budista parece deter no enredo de Lost… Desde “Dharma” de “Dharma Initiative” até à “lista” de pessoas que Ben parece empenhado a recolher entre os sobreviventes do 815 até ao próprio facto de os Outros referirem frequentemente ao facto de haver algo no carácter daqueles que escolhem para levar… e no facto de Kate ser uma assassina, assim como os demais membros do grupo dos sobreviventes, aliás… todos eles rejeitados pelos Outros e logo, “impuros”.

9. Sun, no hospital é referida pela enfermeira como sendo uma das “seis do Oceanic”. Ou seja, eis encontrado mais um dos sobreviventes que conseguiram abandonar a Ilha… E sabido também que Jin não é um deles. O facto de depois Sun visitar com Hurley a campa de Jin não quer dizer que o seu corpo tenha sido recuperado… pode ser uma tumba vazia. Os produtores Damon Lindelof e Carlton Cuse tinham prometido que até ao sétimo episódio saberíamos quem eram os “seis da Oceanic”. Com Jin e Aaron essa lista está encerrada e essa promessa cumprida e ficamos assim a saber que os “seis da Oceanic” são Jack, Kate, Sun, Hurley e Aaron. Hum. Cinco. E Sayid, o “sabujo” de Benjamin.

Curiosidades:
1. Note-se que o detalhe do telemóvel de Jin ser antigo indica o cuidado dado à produção nesta série… Assim como o Dragão, indicador que a acção deste flashback ocorre em 2000 e não em 2003, onde parece decorrer o “tempo presente” na Ilha.
2. A cena que por breves instantes se pode observar na televisão no quarto de Sun é a da série “Exposé” com a bela, mas desaparecida (juntamente com Rodrigo Santoro) Nikki.

(“Nikki Fernandez”, Kiele Sanchez, in http://njmg.typepad.com)

E note-se que estamos já a metade desta Temporada… E que a esmagadora maioria das perguntas e mistérios lançados desde a primeira Temporada continuam por resolver… Ou o ritmo começa a acelerar já no próximo episódio ou… ficamos com mais uma “Invasão” (de má memória).

Anúncios
Categories: LOST (Perdidos) | Etiquetas: | 9 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade