Mortos, feridos e violência em Lhasa, a capital tibetana sob ocupação chinesa

Testemunhas no local relatam que vários locais da capital tibetana, Lhasa, estão em chamas. Existem também relatos não confirmados que dão o templo Jokhang, um dos locais mais sagrados para o budismo tibetano como estando em chamas. Tiroteios nas ruas, militares e polícias do ocupante chinês a disparar sobre manifestantes e monges nas ruas da capital, mas também mosteiros nas zonas rurais e em pequenas cidades desse país da Ásia Central ocupado militarmente pela China desde 1949.


A própria agência noticiosa chinesa Xinhua (severamente censurada, como todos os media na China) admite que a violência alastra pelas ruas de Lhasa e que existem vários feridos hospitalizados e pelo menos cem mortos pela polícia na capital, um número que seria ainda maior, segundo outras fontes. De facto, os confrontos na cidade decorrem já há três dias e a capital tibetana foi cercada por milhares de polícias e militares chineses na tentativa de conter esta contestação e de reduzir o número de notícias sobre a mesma nas vésperas da realização dos Jogos Olímpicos.


A polícia e os militares chineses estão a fazer revistas a mosteiros, a deter monjes indiscriminadamente, emulando idênticas atitudes dos seus aliados da ditadura birmanesa de à meses atrás e, como eles, a usar munições reais e gás lacrimogénio contra manifestantes pacíficos e a provocar entre estes mortos e feridos. Esta onde de protestos aparenta ser espontânea e escalou hoje depois de vários mosteiros terem sido encerrados e cercados pela polícia chinesa e militares. Recordemo-nos de que a China mantêm desde à longos anos uma política de colonização massiva com a chegada de colonos do interior da China ao Tibete e que essa política, para além de uma política de esterilização, repressão política e cultural tem conseguido tornar os tibetanos uma minoria étnica no seu próprio país…

Assine ESTA petição, já com mais 1646 assinaturas, para que os nossos dormentes deputados exprimam na Assembleia a sua posição contra estas violências, assassinatos e esta continuada prepotência e arrogância por parte do invasor chinês!
E…

Bombardeie a caixa de correio da repressora China com mensagens reclamando contra esta continuada opressão e contra a violência e os assassinatos registados nos últimos dias:


chinaemb_pt@mfa.gov.cn

Fontes principais:
http://www.voanews.com/english/2008-03-14-voa7.cfm
http://www.studentsforafreetibet.org/article.php?id=1268

Anúncios
Categories: Budismo, China, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional | Etiquetas: , | 9 comentários

Navegação de artigos

9 thoughts on “Mortos, feridos e violência em Lhasa, a capital tibetana sob ocupação chinesa

  1. M4Jor

    Se a China n respeita os mais elementares direitos humanos, animais, etc etc, não será concerteza, pelo diálogo que alguma vez estas questões serão resolvidas. Seria com a perda dos Jogos Olimpicos ( património mundial), fecho das fronteiras europeias no comércio, etcetc q conseguiria-se apenas e só falar com os chineses.
    Acontece também q a china são 10 países lá dentro e generalizar é um erro. Mas só assim se conseguia algo.
    Desde que vi a forma como as Farms chinesas “sacam as peles e os pêlos” dos animais, para mim acabou-se a china e tudo o q ela arrasta. Nem falo dos direitos humanos. Não são únicos mas são também.

  2. Neste aspecto, os Jogos poderão revelar-se uma má aposta… se o regime os tenta usar como propaganda de uma chine moderna e progressista, estes ao darem o foco dos Media do mundo sobre a China poderão também expôr os seus imensos problemas: a ocupação imperial do Tibeta, a tirania e a censura, a falta de direitos humanos e de liberdade de imprensa, os problemas laborais, o colapso do ambiente em tantas cidades e campos chineses, etc, etc, etc
    E quanto à forma como na China se tratam os animais e um dos sinais de que inevitavelmente, mais cedo ou mais, tarde, pela via da própria justiça inerente às coisas (a quem alguns chama de “carma”, como no Lost S407 que estou agora a comentar…) há-de levar o próprio regime a tombar.

  3. sa morais

    A China revela a sua verdadeira face, por detrás da máscara dos J.O. Por mim, que costumo acompanhar esse evento desportivo, vai ser como se ele nem acontecesse. Acho que os atletas também deviam boicotar esse evento.

  4. e agora ameaçam que abafam a revolta se os manifestantes não se renderem… o que farão? mais um massacre? prisões em massa em que os prisioneiros desaparecem nas cadeias?
    e as reportagens que as televisões estão a emitir! Asquerosamente pró-chinesas e e colocando os colonos chineses no Tibete ocupado como vítimas! Por isso é que estas imagens sairam do Tibete e passaram pelo crivo da censura chinesa, e ninguém nas nossas televisões foi capaz de dizer ou pensar nesta evidência!

  5. sa morais

    Abafam… eufemismos de tiranias! Vergonhoso! E vergonhosa é também a inércia da comunidade internacional. Parece que voltamos ao tempo dos Chamberlains…

  6. É um absurdo se buscar justificativas políticas em momentos estratégicos que estuda a história sabe que a China é feita e foi feita das lutas entre clãs e dinastias há séculos e de lutas entre etnias, a europa e muitas partes do mundo foram feitas da guerra e pela guerra é hipocrisia não admitir isso. A China está certa sim porque quem está procurando problemas neste momento é o povo tibetano e de forma selvagem. Durante séculos antes da segunda guerra mundial o tibet era um protetorado chinês sempre foi, e na segunda guerra mundial quando a China estava enfraquecida se aproveitaram para fazer um levante com apoio político ocidental, infelizmente se deu mal. Passaram então a usar a religião com o objetivo de comoção e ação política essa é a grande realidade. Agora fazem badernas por que sabem que se os chineses revidam usam isso politicamente contra os mesmos através da comoção social e da religião não gosto disso. Se tiver condição conquistem seus direitos com a paz já que falam tanto de paz , amor e religião. Agora não se aproveitem da situação para gerar polêmica.

  7. Nilson: os tibetanos são alvo de genocídio étnico e cultural. As suas mulheres são esterelizadas e a sua religião proibida e perseguida. E, sobretudo, o seu país é alvo de colonização massiva de chineses desde à mais de 40 anos, tanto que hoje, há mais chineses em Lassa do que tibetanos!
    Não acredite demasiado nas noticias e reportagens que a China deixa sair, nem na acefalia dos nossos media, que as repetem sem analisar nem comentar!

  8. sa morais

    “A China está certa sim porque quem está procurando problemas neste momento é o povo tibetano e de forma selvagem”

    Claro a China tem todo o direito de ter colonias, tal como os europeus tiveram. Os malandros dos colonizados é quiseram a independência… selvagens…

    “e na segunda guerra mundial quando a China estava enfraquecida se aproveitaram para fazer um levante com apoio político ocidental”

    O levante com os milhares de tropas ocidentais lá estacionadas… Claro! Segunda Guerra Mundial… Não foi essa em que os malvados dos Polacos atacaram os indefesos nazis?…

    ….
    ….

  9. Não acredito que existam pessoas que defendam a China.Você tem nocão do que acontece aos tibetanos?E se fosse com vc cidadão?Se isso estivesse acontecendo com sua nação?Imagina,vc aqui e derrepente chegar um país e determinar a forma como vc irá viver daqui para frente.Aniquilando seus costumes e seu modo vida.Imagina vc ver seu país servir de, depósito de lixo radioátivo,milhares de soldados nas ruas monitorando seus passos e vc q levava uma vida normal e tranquila passar a viver c medo constante.Imagina vc não ter vez e nem voz.Viver com toque de recolher,e ver a econômia de seu país centrlizada em mãos estrangeiras,onde os melhores empregos vão pra migrantes da outra nação e vc ficar com o resto.Sendo o turismo umas das principais fontes de desenvolvimento vetado pq para a outra nação não faz a menor difenrença se seu país prescisa ou não,pois ela já é rica mesmo e quanto mais impedir extrageiros bisbilhoteiros para presenciar os atos de genocídio que eles cometem melhor.Imagina vc ver as contruções antigas que simbolizam a cultura e as tradições de seu povo serem destruidas e subistituidas por outras com a desculpa de modernização.E ver seu país sendo sugado ,e vc saber pq isso está acontecendo PODER E GANANCIA,pois o tibet tem uma terra fértil,e seu subsolo comtém fortunas de cobre,zinco e até urânio.E a quantidade de ferro que contém lá podem suprir grande parte da necessidade da China.E vc ainda tem coragem de defender um país q oprime e viola direitos humanos?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: