O irão prepara o lançamento do seu primeiro satélite


(O lançamento do foguetão experimental iraniano)

O lançamento pela República Islâmica do Irão de um foguetão com “capacidade orbital” que serviu de plataforma de teste para um segundo lançamento a realizar ainda este ano e que colocará em órbita um satélite experimental iraniano. Este lançamento é cumprimento de uma promessa – realizada no final de 2007 – de que o Irão iria lançar um foguetão deste tipo em 2008 e embora este não passe de uma projecção realizada a partir de planos norte-coreanos e que engenheiros deste país estejam a colaborar com a República Islâmica desde à anos, trata-se de um feito notável e indica que muito provavelmente o Irão será capaz de completar com sucesso a próxima fase do seu programa espacial: lançar um satélite chamado Omid (Esperança) em Março de 2009 e, mais tarde… colocar em órbita o primeiro astronauta islâmico lançado por um país muçulmano (a Malásia já enviou astronautas antes para o Espaço mas em cápsulas Soyuz).
É claro que esta mesma tecnologia pode ser usada para criar um ICBM, um míssil balístico de longo alcance capaz de colocar uma ogiva nuclear em qualquer ponto do globo, e logo, cria algum justificado nervosismo nas chancelarias ocidentais. Bem, mais exactamente este será o primeiro “islamonauta” masculino, já que… por via de uma viagem turística Soyuz a primeira mulher de credo muçulmano e iraniana será Anoushe Ansari, que pagará do seu próprio bolso a viagem (ver AQUI)… Sim, porque com o registo que o Islão tem de tratamento das mulheres… Quantas hipóteses acham de que o primeiro islamonauta seja uma mulher? Hum?

Entretanto e depois deste lançamento, a França já veio dizer que o foguetão iraniano não era capaz de manobrar no Espaço, isto é, que não tinha nem sistemas de navegação nem foguetes de orientação, o que não é necessário se o dito fôr um protótipo de um ICBM, mas que seria imperativo ter se se tratasse de um protótipo de um lançador de satélites… O que… Convenhamos ou quer dizer que o programa espacial iraniano está mais atrasado do que gostariam ou quer dizer que a sua vocação é puramente militar.

Fontes:
Reuters
Red Orbit

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “O irão prepara o lançamento do seu primeiro satélite

  1. M4Jor

    Antes de 2020 n acredito q autonomamente o consigam fazer…
    A Europa tem o atraso q tem, quanto mais o Irão..

  2. cravo

    >M4Jor (12:00:38) :

    >Antes de 2020 n acredito q autonomamente o consigam fazer…
    >A Europa tem o atraso q tem, quanto mais o Irão..

    Já agora podias clarificar qual é o atraso da Europa em relação à capacidade de colocar cargas em órbita. Eu penso que em 1965 a França conseguirá fazê-lo e a Inglaterra em 1971. E tu, qual o teu palpite?

  3. M4Jor:
    Eles querem… têm os técnicos (russos e coreanos), têm algum know-how e o dinheiro e a vontade… e este teste mostra que já dominam parte da tecnologia… É bem provável que o consigam antes desse ano, tanto mais porque um lançamento daria dividendos de marketing interno, e Abbas bem que precisa deles…

    Cravo:
    O que falta à Europa é vontade, não tecnologia nem recursos… A ESA tem um bom programa, mas estupidamente dependente de missões russas e americanas. Talvez agora que tem o ATV este possa evoluir facilmente para uma nave tripulada… e se o fizer deixa de haver razão para quem a critica por estar atrasada na área Espacial, porque lhe falta um lançador de missões tripuladas…

  4. cravo

    Isso não significa que a europa está atrasada, simplesmente tem uma estratégia alternativa. Afinal, hoje em dia quase toda a gente depende dos russos,incluindo os americanos. Isso não quer dizer que estejam atrasados. Mas se fica mais barato recorrer aos russos do que fabricar os proprios meios, porque não fazê-lo? Muitos de nós sabem cozinhar mas preferem ir comer fora, não?

  5. Uma estratégia discutível porque implica a eterna subalternização e dependência a terceiros… hoje em dia até a China já lança astronautas (taikonautas, enfim…) e a Índia tem também já projectos… Da Europa, nada se fala, embora o ATV seja uma excelente plataforma para criar precisamente essa primeira cápsula tripulada europeia.
    Fica mais barato… Estar na dependência de interesses e prioridades de agendas alheias? Ficará mesmo? A longo prazo?
    Em último caso, a ESA poderia co-participar no Kliper ou importar tecnologia Soyuz, como fez a China, se o ATV não chegasse já…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: