O irão prepara o lançamento do seu primeiro satélite


(O lançamento do foguetão experimental iraniano)

O lançamento pela República Islâmica do Irão de um foguetão com “capacidade orbital” que serviu de plataforma de teste para um segundo lançamento a realizar ainda este ano e que colocará em órbita um satélite experimental iraniano. Este lançamento é cumprimento de uma promessa – realizada no final de 2007 – de que o Irão iria lançar um foguetão deste tipo em 2008 e embora este não passe de uma projecção realizada a partir de planos norte-coreanos e que engenheiros deste país estejam a colaborar com a República Islâmica desde à anos, trata-se de um feito notável e indica que muito provavelmente o Irão será capaz de completar com sucesso a próxima fase do seu programa espacial: lançar um satélite chamado Omid (Esperança) em Março de 2009 e, mais tarde… colocar em órbita o primeiro astronauta islâmico lançado por um país muçulmano (a Malásia já enviou astronautas antes para o Espaço mas em cápsulas Soyuz).
É claro que esta mesma tecnologia pode ser usada para criar um ICBM, um míssil balístico de longo alcance capaz de colocar uma ogiva nuclear em qualquer ponto do globo, e logo, cria algum justificado nervosismo nas chancelarias ocidentais. Bem, mais exactamente este será o primeiro “islamonauta” masculino, já que… por via de uma viagem turística Soyuz a primeira mulher de credo muçulmano e iraniana será Anoushe Ansari, que pagará do seu próprio bolso a viagem (ver AQUI)… Sim, porque com o registo que o Islão tem de tratamento das mulheres… Quantas hipóteses acham de que o primeiro islamonauta seja uma mulher? Hum?

Entretanto e depois deste lançamento, a França já veio dizer que o foguetão iraniano não era capaz de manobrar no Espaço, isto é, que não tinha nem sistemas de navegação nem foguetes de orientação, o que não é necessário se o dito fôr um protótipo de um ICBM, mas que seria imperativo ter se se tratasse de um protótipo de um lançador de satélites… O que… Convenhamos ou quer dizer que o programa espacial iraniano está mais atrasado do que gostariam ou quer dizer que a sua vocação é puramente militar.

Fontes:
Reuters
Red Orbit

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “O irão prepara o lançamento do seu primeiro satélite

  1. M4Jor

    Antes de 2020 n acredito q autonomamente o consigam fazer…
    A Europa tem o atraso q tem, quanto mais o Irão..

  2. cravo

    >M4Jor (12:00:38) :

    >Antes de 2020 n acredito q autonomamente o consigam fazer…
    >A Europa tem o atraso q tem, quanto mais o Irão..

    Já agora podias clarificar qual é o atraso da Europa em relação à capacidade de colocar cargas em órbita. Eu penso que em 1965 a França conseguirá fazê-lo e a Inglaterra em 1971. E tu, qual o teu palpite?

  3. M4Jor:
    Eles querem… têm os técnicos (russos e coreanos), têm algum know-how e o dinheiro e a vontade… e este teste mostra que já dominam parte da tecnologia… É bem provável que o consigam antes desse ano, tanto mais porque um lançamento daria dividendos de marketing interno, e Abbas bem que precisa deles…

    Cravo:
    O que falta à Europa é vontade, não tecnologia nem recursos… A ESA tem um bom programa, mas estupidamente dependente de missões russas e americanas. Talvez agora que tem o ATV este possa evoluir facilmente para uma nave tripulada… e se o fizer deixa de haver razão para quem a critica por estar atrasada na área Espacial, porque lhe falta um lançador de missões tripuladas…

  4. cravo

    Isso não significa que a europa está atrasada, simplesmente tem uma estratégia alternativa. Afinal, hoje em dia quase toda a gente depende dos russos,incluindo os americanos. Isso não quer dizer que estejam atrasados. Mas se fica mais barato recorrer aos russos do que fabricar os proprios meios, porque não fazê-lo? Muitos de nós sabem cozinhar mas preferem ir comer fora, não?

  5. Uma estratégia discutível porque implica a eterna subalternização e dependência a terceiros… hoje em dia até a China já lança astronautas (taikonautas, enfim…) e a Índia tem também já projectos… Da Europa, nada se fala, embora o ATV seja uma excelente plataforma para criar precisamente essa primeira cápsula tripulada europeia.
    Fica mais barato… Estar na dependência de interesses e prioridades de agendas alheias? Ficará mesmo? A longo prazo?
    Em último caso, a ESA poderia co-participar no Kliper ou importar tecnologia Soyuz, como fez a China, se o ATV não chegasse já…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: