A Estagflação… Esse monstro aí mesmo, ao virar da esquina…


(http://constitucion.redliberal.com)

“Leio num documento do Eurostat: a inflação na zona euro atingiu 3,1% em Novembro, sugerindo uma tendência anormalmente crescente. Como o objectivo para a zona euro continua a ser da ordem dos 2%, temos de concluir que algo não vai bem. Mas o descontrolo dos preços costuma ocorrer em períodos de sobreaquecimento económico e baixo desemprego, exactamente o oposto do que está a acontecer hoje.”

(…)

“foi a queda do dólar – e a repercussão desta queda nos preços do petróleo que desencadeou este movimento altista que está a ser difícil de controlar.” (…) “Quando os preços sobem mais do que devem, conhece-se a receita: elevam-se as taxas de juro. E há razões para pensar que isso já deveria ter sido feito.”(…) “O fenómeno explica-se à luz da teoria económica. Se, num determinado mercado, os preços sobem mais do que noutros, os salários tendem a acompanhar esta subida, fazendo os preços subir ainda mais. E destas subidas em espiral resulta um encarecimento de tal ordem nos produtos que eles deixam de ser competitivos. O movimento de sinal contrário torna-se a seguir inevitável: cai a produção, regride o investimento, dispara o desemprego. As taxas de juro têm o mérito de fazer um ajustamento muito rápido.

Dir-se-á que, não sendo a inflação um fenómeno recente, se percebe mal que os principais bancos centrais não tenham já actuado em conformidade, subindo os juros, em vez de os manter ou mesmo de os reduzir. Mas aqui o problema é outro. Em face da crise do “subprime” que agitou os Estados Unidos, e havendo que optar entre dois males: optou-se pelo mal menor: o declínio económico, muma conjuntura já de si desfavorável, parece mais importante do que o controlo da inflação. E duvidoso que tenham actuado bem.”

Daniel Amaral

Expresso, 5 de Janeiro de 2008

Aquilo que está a começar a acontecer na Europa e nos Estados Unidos é aquilo a que os economistas chamam de Estagflação e implica o ambradamento do crescimento do PIB até à sua retracção, ocorrendo simultaneamente com um aumento das taxas de desemprego e níveis de inflação muito altos. A inflação começa na Europa a alcançar patamares de alguma preocupação, e o crescimento do emprego está a abrandar nos EUA, iniciando um percurso que alguns dão como descendente e na Europa está em franco declínio (com a excepção do Reino Unido). Por detrás destes sinais está a muito mediática crise do subprime nos EUA e o seu impacto no sistema financeiro mundial e a actual alta de preços do petróleo (muito pouco fundada ainda na escassez do mercado, mas sobretudo nas expectativas a breve prazo da mesma).

Assim sendo, porque não recorrem os Bancos Centrais a aumentos mais fortes das taxas de juro? Porque, como explica bem Daniel Amaral, em momentos de recessão, tal subida é fatal nas taxas de investimento das empresas e logo, agravaria ainda mais os sinais de recessão… Este é de facto, um pau de dois bicos para o qual não se vislumbra solução fácil… De uma forma ou de outra, parecemos mesmo condenados à tal temível estagflação, coisa nova por cá, já que da dita, conhecemos “apenas” a sua variante “inflação”, que na década de setenta passava a barreira dos 30% (ver AQUI).

Categories: Economia | Etiquetas: | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “A Estagflação… Esse monstro aí mesmo, ao virar da esquina…

  1. Fred

    Na outra ocorrência de Estagflação ocorrida nos anos 70, houve uma melhora significativa na economia dos paises em desenvolvimento.

    Será que dessa vez será igual?

  2. mas não tão grande como a ocorrida a partir dos 90…
    e esses países penso que foram – essencialmente – os exportadores de petróleo… agora será o mesmo, mas china e a índia vão ressentir-se já que vão perder os seus melhores clientes e já que dependem (excessivamente) das exportações para manterem os seus crescimentos e a consequente paz social que assim vão comprando…

  3. Clavias, talvez não, no caso da India que provavelmente aproveitará para “alargar” o seu mercado interno e assim suprir a falta de compradores internacionais.
    A China continuará provavelmente na mesma e esmagará a dissensão se ela aparecer.
    Temos, no entanto, que agradecer á actual administração norte americana e ao lançamento dessa competição desportiva chamada Guerra no Iraque que ajudou a acelerar este estado de coisas.

    Agora ganhe quem ganhar, e espero que seja o Mcann, uma vez que o Obama será derrotado pela fraude , está metido numa camisa de onze varas…
    pelo meio o neoliberalismo económico – essa grande solução- está a transportar-nos para os anos 30 do século passado.
    Como diria o outro;porreiro, pá…( escrevo com ironia…)

  4. Aviso aos demais países:
    A mais básica necessidade do ser humano é comer e beber. Caso a inflação diminua o poder aquisitivo de sua moeda, impossibilitando a aquisição de bens duráveis como automóveis caros e outros, você vai continuar sentindo fome e sede.
    Recomendamos conhecer o supermercado Brasil, situado no bairro América do Sul. Grãos, carnes, frutas, enlatados, doces e todos os tipos de guloseimas.
    Ao lado do mercado, um posto de venda de combustíveis, com alcool combustível, biodiesel e em breve petróleo e gás em grande quantidade.
    Saudações

  5. Fred

    Um exemplo prático da afirmação do Graxaim:

    Com o Embargo da Carne Brasileira na Europa fez o preço da mesma subir 20% em alguns países do bloco.

    O excedente não exportado está sendo assimilado no mercado interno brasileiro. Ou seja, o Brasil pode esperar.

    Vamos ver se a Irlanda consegue agüentar a pressão dos demais países da comunidade. 😉

    http://g1.globo.com/Noticias/Economia_Negocios/0,,MUL288842-9356,00.html

  6. Graxaim

    Caro Fred
    Imagina o que deve ser o sabor da carne do gado irlandês (e dos demais europeus…). Gado que come ração a base de soja (brasileira)… Trocar a carne brasileira (de baixo custo e alta qualidade) pela carne européia (escassa, cara e de baixa qualidade), mesmo que por curto periodo de tempo é um sacrilégio.
    Já, Já, voltam ao reduto… não são de ferro…
    Abraço

  7. Graxaim

    >>> Eis o resultado da soma de esforços de um povo trabalhador e de empresários competentes. Apesar da política e dos políticos…

    ´´CORREIO DO POVO
    PORTO ALEGRE, SEXTA-FEIRA, 22 DE FEVEREIRO DE 2008

    Grau de investimento é a meta

    São Paulo — O anúncio de que o Brasil pela primeira vez na história é credor líquido da dívida externa deu combustível aos rumores de que o país poderá obter o grau de investimento no curto prazo. As agências de rating não asseguraram o aumento da nota brasileira para breve. O fato de o país ter se tornado credor líquido – tem mais reservas cambiais do que dívida externa – vai acelerar a classificação de investment grade para a economia brasileira. A avaliação foi feita ontem pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. A situação atual, disse o ministro, permite ao Brasil ‘impor respeito’ em meio à crise de crédito internacional. De maneira simplificada, o investment grade (grau de investimento) representa uma espécie de indicação das agências especializadas de que o risco de investir em determinado país é muito baixo. Mantega, que esteve hoje no Rio de Janeiro, comemorou o fato de as reservas (188,5 bilhões de dólares) terem ultrapassado o valor da dívida externa (184,5 bilhões de dólares). Isso aconteceu pela primeira vez na história do país. ‘O Brasil sempre deveu para alguém desde 1500’, afirmou, citando Portugal, Inglaterra, Estados Unidos e Clube de Paris. ´´

    Do site: http://www.correiodopovo.com.br/edicaododia.asp
    ———————————————————–
    >>> Mais uma…

    “PORTO ALEGRE, SEXTA-FEIRA, 22 DE FEVEREIRO DE 2008

    Furto não vai atrapalhar Petrobras
    Com leilões suspensos, aquisição de reservas de petróleo por estrangeiros não sofre interferência
    ………………………………………………………………………………………………………

    No Planalto, foi lembrado que a companhia britânica BG Group, parceira da Petrobras no campo de Tupi, chegou a divulgar nota estimando uma capacidade entre 12 bilhões e 30 bilhões de barris de petróleo nesta área. Ou seja, um número bem maior do que o divulgado pela própria Petrobras.
    …………………………………………………………………………………………………….“

    Destaquei da notícia.
    Do site: http://www.correiodopovo.com.br/edicaododia.asp

  8. “O anúncio de que o Brasil pela primeira vez na história é credor líquido da dívida externa deu combustível aos rumores de que o país poderá obter o grau de investimento no curto prazo.”
    -> Excelente notícia, que por cá, para varia… passou completamente desapercebida!… esperemos é que não corram a contrair empréstimos, porque isso quer a grande banca internacional, ansiosa de cativar sempre novos reféns para os seus negócios…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: