Daily Archives: 2008/02/06

A Estagflação… Esse monstro aí mesmo, ao virar da esquina…


(http://constitucion.redliberal.com)

“Leio num documento do Eurostat: a inflação na zona euro atingiu 3,1% em Novembro, sugerindo uma tendência anormalmente crescente. Como o objectivo para a zona euro continua a ser da ordem dos 2%, temos de concluir que algo não vai bem. Mas o descontrolo dos preços costuma ocorrer em períodos de sobreaquecimento económico e baixo desemprego, exactamente o oposto do que está a acontecer hoje.”

(…)

“foi a queda do dólar – e a repercussão desta queda nos preços do petróleo que desencadeou este movimento altista que está a ser difícil de controlar.” (…) “Quando os preços sobem mais do que devem, conhece-se a receita: elevam-se as taxas de juro. E há razões para pensar que isso já deveria ter sido feito.”(…) “O fenómeno explica-se à luz da teoria económica. Se, num determinado mercado, os preços sobem mais do que noutros, os salários tendem a acompanhar esta subida, fazendo os preços subir ainda mais. E destas subidas em espiral resulta um encarecimento de tal ordem nos produtos que eles deixam de ser competitivos. O movimento de sinal contrário torna-se a seguir inevitável: cai a produção, regride o investimento, dispara o desemprego. As taxas de juro têm o mérito de fazer um ajustamento muito rápido.

Dir-se-á que, não sendo a inflação um fenómeno recente, se percebe mal que os principais bancos centrais não tenham já actuado em conformidade, subindo os juros, em vez de os manter ou mesmo de os reduzir. Mas aqui o problema é outro. Em face da crise do “subprime” que agitou os Estados Unidos, e havendo que optar entre dois males: optou-se pelo mal menor: o declínio económico, muma conjuntura já de si desfavorável, parece mais importante do que o controlo da inflação. E duvidoso que tenham actuado bem.”

Daniel Amaral

Expresso, 5 de Janeiro de 2008

Aquilo que está a começar a acontecer na Europa e nos Estados Unidos é aquilo a que os economistas chamam de Estagflação e implica o ambradamento do crescimento do PIB até à sua retracção, ocorrendo simultaneamente com um aumento das taxas de desemprego e níveis de inflação muito altos. A inflação começa na Europa a alcançar patamares de alguma preocupação, e o crescimento do emprego está a abrandar nos EUA, iniciando um percurso que alguns dão como descendente e na Europa está em franco declínio (com a excepção do Reino Unido). Por detrás destes sinais está a muito mediática crise do subprime nos EUA e o seu impacto no sistema financeiro mundial e a actual alta de preços do petróleo (muito pouco fundada ainda na escassez do mercado, mas sobretudo nas expectativas a breve prazo da mesma).

Assim sendo, porque não recorrem os Bancos Centrais a aumentos mais fortes das taxas de juro? Porque, como explica bem Daniel Amaral, em momentos de recessão, tal subida é fatal nas taxas de investimento das empresas e logo, agravaria ainda mais os sinais de recessão… Este é de facto, um pau de dois bicos para o qual não se vislumbra solução fácil… De uma forma ou de outra, parecemos mesmo condenados à tal temível estagflação, coisa nova por cá, já que da dita, conhecemos “apenas” a sua variante “inflação”, que na década de setenta passava a barreira dos 30% (ver AQUI).

Anúncios
Categories: Economia | Etiquetas: | 8 comentários

Quids S10-33: Quem concebeu este sistema cosmológico?

sdy.gif

Dificuldade: 2

Categories: Quids S10 | 10 comentários

O Tesouro dos Templários nas… Hespérides (Portugal?)

Nostradamus
(Nostradamus in http://www.mabus.biz)

Nostradamus, nas suas “Centúrias” (texto original, com uma das interpretações possíveis, AQUI) escreveu uma passagem onde alguns julgaram encontrar uma alusão ao desvendamento do Tesouro dos Templários, aqui, naquele que poderá ser o território português:

“Posto tesouro templo citadinos Hespéricos
Neste retirado em secreto lugar:
o tempo abrir os laços famélicos Retomam, arrebatados, presa horrível no medo.”

Se o mítico “Jardim das Hespérides” se situava tradicionalmente nas margens do “Oceano” (Atlântico) estaremos então… sobre ele, aqui em Portugal? Manuel Gandra sugere mesmo que este mítico “Tesouro” possa já ter sido descoberto (e ocultado de novo) durante as “obras de reconstrução” que o regime salazarista levou a cabo na década de 1930 nos monumentos templários em Portugal, e sobretudo em Tomar e Almourol. Desde à muito que há rumores da presença de “técnicos” alemães nessas obras e o interesse de alguns nazis muito influentes como Otto Rahn pela busca do Graal, precisamente uma das partes que se supunha compôr o mítico “tesouro dos templários” que segundo o templário Jean de Châlons teria sido embarcado e levado para parte incerta… em Portugal?

Fonte: “O Projecto Templário e o Evangelho Português” de Manuel J. Gandra, Ésquilo

Categories: Mitos e Mistérios | 15 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade