Daily Archives: 2008/02/01

Sobre a extraordinária eficácia da máquina fiscal e… dos seus riscos e dos benefícios para o Citigroup


(We Have Kaos in the Garden)

“A Administração Fiscal bateu um novo recorde mensal de cobrança de impostos em atraso, tendo atingido os 189 milhões de euros. Parte destas receitas não chegam a entrar nos cofres do Estado já que se tratam de créditos vendidos, em 2003, ao Citigroup.”

Expresso, 5 de Janeiro de 2008

 

Ou seja, reafirma-se aquilo que já sabíamos: os valores de cobrança e, sobretudo, os valores respeitantes à cobrança de dívidas antigas ao fisco e à segurança social estiveram na base do desempenho do défice em 2007. Ora é impossível (ou melhor, devia sê-lo) cobrar a mesma dívida duas vezes, e assim sendo, e grandemente esgotada que foi a capacidade de cobrança de dívidas antigas como espera o Fisco manter o mesmo grau de cobrança em 2007, de forma a manter a sua ambiciosa meta de um défice orçamental de 2,4 % (ver AQUI)? Aumentando a sanha fiscal, emitindo novas leis que reduzam ainda mais a posição do contribuinte perante a máquina cobratória? Aumentando – de forma directa ou indirecta – a carga fiscal? Das duas uma, ou a meta de 2,4% é cumprida, e se o fôr só o pode ser pela via da cobrança, já que reduzir o Estado em época eleitoral é algo que os partidos do Bloco Central simplesmente não fazem, ou então… A meta não se cumpre. E esta explosão da eficiência da máquina fiscal traz em si outra questão: em Portugal, durante décadas sobrelegislou-se em matéria fiscal, porque havia uma fuga generalizada por parte das empresas para com as suas obrigações fiscais. Agora, que essa fuga foi grandemente cerceada, a máquina continua pesada e voraz, mas imensamente mais eficiente… Ou seja, os impostos eram altos, porque ficavam em grande parte por cobrar, mas não agora! E especialmente agora em maré de pré-recessão, onde apesar da eterna lógica negacionista do Governo, os ventos de tempestade se formam no horizonte… Enquanto nos EUA se procuram “perdões fiscais” e se baixam as taxas de juro, em Portugal, a sanha fiscal mantêm-se elevada e o Banco Central Europeu recusa tocar nos juros… Estarão certos os americanos? Provavelmente, não ao baixar tanto e tão precipitadamente as taxas de juro de curto prazo… Provavelmente, sim, ao reduzir a carga fiscal junto das famílias…

De uma forma ou de outra, é curioso e sinal evidente do estado das coisas em que estamos quando esta renovada sanha fiscal socrática acaba por contribuir para os lucros do Citigroup americano (ver AQUI). Naturalmente, o banco americano está muito satisfeito com o andamento desta operação e num comunicado exprimia a sua satisfação perante a “evolução positiva” e admitia a cobrança de 186 milhões de euros deste total de 1700 milhões de euros de dívidas vendidas pelo Governo Barroso ao Banco, todas cobradas… usando a renovada e muito oleada máquina fiscal do Governo Sócrates.

Anúncios
Categories: Economia, Portugal | Etiquetas: , , , | 3 comentários

Quids S10-31: Em que Estado americano foi tirada esta fotografia?

asasa.jpg

Dificuldade: 3

Categories: Quids S10 | 24 comentários

O “Princípio Antrópico”


(http://jp.senescence.info)

O “Princípio Antrópico” é uma teoria que permite explicar alguns princípios, constantes e Leis do Universo que pela sua precisa combinação permitem explicar a aparição de Vida.

Uma das explicações mais preferidas pelos cosmologistas para justificar este “ajuste fino” (fine tuning) é a existência simultânea de vários Universos, cada qual com propriedades diferentes, diferentes partículas subatómicas e atómicas e forças fracas e fortes. Em alguns destes Universos, a Vida é possível, noutros não. Como estou a escrever estas palavras, este Universo pertence ao primeiro grupo, necessariamente… Mas tal não quer dizer que não existem outros Universos onde a aparição e sustentação de um fenómeno tão fascinante como a Vida não seja possível, pelo contrário…

Fonte:

Entrevista de Neil Turok da Cambridge University ao Guardian Unlimited

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | 3 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade