“O Banco Mundial veio corrigir as suas estimativas sobre o PIB da China (em paridade de poder de compra) dando-lhe um corte de 40%”


(We Have Kaos in the Garden)

 

“O Banco Mundial veio corrigir as suas estimativas sobre o PIB da China (em paridade de poder de compra) dando-lhe um corte de 40%. Em vez dos 10,34 biliões de dólares incluindo Hong Kong e Macau previstos – o que a colocaria pela primeira vez, em 2º lugar, depois da União Europeia – passou para 6,3. Apesar do corte, a China fica em 3º lugar, depois da União Europeia (13,8 biliões) e dos Estados Unidos (10,05).

Expresso, 15 de Dezembro de 2007

 

Ou seja… Afinal, o milagre chinês não é assim tão milagreiro quanto isso… São inegáveis o seu ímpeto exportador, assim como os tremendos ganhos de produtividade recolhidos na última década, mas parece (tendo em conta o PPC) que afinal ainda que os indicadores económicos sejam impressionantes, assim como os ganhos de rendimento de algumas classes na sociedade chinesa (técnicos e gestores, sobretudo), a população em geral não parece estar a esbater assim tão depressa a distância que ainda a separa dos países desenvolvidos como se pensava… Ou seja, em vez do 25º lugar em termos de PPC (veja AQUI a lista do FMI), a China, cai para uma posição entre o Botswana e a Polónia… E isto já contando com Macau e Hong Kong! É claro que os valores do PIB são diversos, já que contam apenas com o PIB, indicador falível e incompleto por excelência, ao contrário do PPC…

Categories: China, Economia | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: