Daily Archives: 2008/01/13

O Bloco Central PS-PSD e a sua tentativa conseguida (?) de se perpetuar no Poder… E sobre a extinção administrativa dos pequenos partidos


(We Have Kaos in the Garden)

“Há vários partidos em vias de extinção, por força de uma lei aprovada no tempo do primeiro-ministro Durão Barroso que está agora em vias de ser aplicada. A lei diz que um partido que não prove ter, pelo menos, 5000 militantes, é extinto.”

(…)

“Nada disto é necessário, até porque os partidos-ficção se mantêm. Por exemplo, o chamado Partido Ecologista os Verdes (PEV) parece que tem um pouco mais de 5000 militantes. (…) E o Bloco de Esquerda cerca de 7000. Como é notório, ninguém põe em causa a influência do BE na sociedade. Mas alguém conhece a do PEV?”

Henrique Monteiro

Expresso de 15 de Dezembro de 2007

Fujão Barroso, aquele que depois de ter sido eleito, abandonou o “pântano” para uma mais fulgurante carreira de sabujo europeu entregando sem grandes problemas de consciência o destino deste país aquele que seria o pior primeiro-ministro da nossa História, o famigerado Santanaz Lopes deixou ainda mais legados… Entre estes está esta Lei que perante o beneplácito e silêncio cúmplice de todos os outros partidos representados na Assembleia da República – tornada em altar da Partidocracia dominante – se preparam para extinguir administrativamente todos os partidos que têm menos de cinco mil militantes. Assim, a partidocracia, mais as quatrocentas famílias que alternadamente nos vão regendo estabelecem mais algumas seguranças para a sua manutenção no Poder, quer pela via da extinção de todos os partidos que não estão na Assembleia, quer pela via da supressão da aparição de qualquer outro novo partido que possa surgir para ameaçar a partidocracia reinante, quer… pela existência de uma pressão do sistema contra aqueles que se atrevam a militar em partidos a-sistémicos, já que para o Tribunal Constitucional (nomeado pela partidocracia e logo, parcial) poder aferir se um partido tem ou não cinco militantes, tem, necessariamente de aceder aos seus nomes… Ou seja, de um golpe único a partidocracia anula qualquer possibilidade de concorrência e, simultaneamente, assegura um sistema de dissuasão contra todos aqueles aqueles que se atrevam a militarem num partido que não pertença ao Bloco Central PS-PSD, já que uma vez que o seu nome conste numa lista qualquer, nada pode garantir que não acaba rapidamente nas mãos do SIS, e daqui, nas mãos de uma qualquer multinacional ou de um outro obscuro interesse privado.

Anúncios
Categories: Movimento Internacional Lusófono, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Sobre o processo da Microsoft contra o ex-presidente do ITI e da sua comparação da Microsoft a… Traficantes de Drogas


(Sérgio Amadeu quando era presidente do ITI in http://www2.fpa.org.br)

A Microsoft processou em Junho de 2007 um membro do governo brasileiro por “difamação”. Mais especificamente, Sérgio Amadeu, na altura presidente do “Instituto Nacional de Tecnologia de Informação” foi processado pelo gigante de Redmond quando em Março de 2007 foi citado num artigo com o título “O Pinguim Avança” da revista “Carta Capital“. Neste artigo o ex-presidente do ITI compara a Microsoft a Traficantes de Drogas: dão os seus produtos de graça ou deixam que estes sejam roubado de forma a ficarmos dependentes deles e eventualmente acabam por encontrar uma forma de cobrar por eles. Mas o que talvez tenha irritado mais Redmond tenha sido a declaração de Sérgio Amadeu segundo a qual: “Para ser economicamente livre, o Brasil precisa de ser tecnologicamente livre.” Logo, o Brasil precisa de usar software open source, tecnologia não-DRM e assentar aqui o essencial da sua aposta tecnológica.

Em toda esta história talvez o mais curioso seja a frase que consta na queixa apresentada ao tribunal brasileiro e que refere “um excesso de liberdade de expressão e pensamento, pela forma da disseminação de informação“. Exacto. Não “desinformação”, mas… “informação”… Por alguma razão, ou talvez porque a acção foi interposta sem ter em conta a escala dos danos de imagem da corporação, e que finalmente, alguém, no seu seio, acabou por reconhecer os danos que esta acção estaria a provocar na imagem da multinacional e deu ordem para parar com o processo. E tendo em conta a suicidária frase: “um excesso de liberdade de expressão e pensamento, pela forma da disseminação de informação”… fizeram muito bem… Desde quando é que o conhecimento e a divulgação do mesmo podem estar na base de uma queixa judicial? E o reconhecimento de que a “disseminação de informação” incomoda a Microsoft não implica um reconhecimento implícito de que o Linux é superior ao produto de Redmond?

Que tiro no pé…

Fonte:
Culture Kitchen

Categories: Brasil, Informática, Sociedade, Ubuntu | 1 Comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade