Daily Archives: 2008/01/11

O Governo Britânico prepara-se para divulgar em 2008 os seus “X-Files”


(Desenhos dos OVNIS avistados em Rendlesham (Reino Unido) em 1980 in http://www.ufoevidence.org)

O Reino Unido prepara-se para divulgar uma parte dos seus arquivos oficiais sobre o fenómeno OVNI. Entre estes relatórios encontram-se vários encontros de aviões da RAF com OVNIs registados nos últimos trinta anos. Os relatórios serão publicados directamente pelo Ministério da Defesa britânico e a sua publicação procura ser uma forma de parar com os rumores e a desinformação que tem rodeado este tema e poderá contribuir para o esclarecimento de alguns dos casos OVNI mais intrigantes dos últimos anos

Aparentemente, todos estes relatórios a serem publicados em breve foram o produto de um ramo secreto da Inteligência Britânica, designado como DI55 que tinha como missão exclusiva investigar estes incidentes e cuja própria existência era negada pelo Governo até muito recentemente (ver AQUI). Os relatórios podem englobar mais de sete mil incidentes distintos e seguem-se a um movimento de publicação idêntico realizado em França, no ano passado (ver AQUI).

Muitos investigadores do fenómeno OVNI estão especialmente ansiosos por ler o que o governo tem nestes relatórios sobre os acontecimentos registados na floresta de Rendlesham em 1980 a chama “Roswell Britânica” onde várias testemunhas muito credíveis, militares e os seus respectivos superiores terão avistado “luzes” e “objectos metálicos cónicos” cobertos de hieroglifos (ver AQUI), muito ao estilo da série de televisão Stargate… Pessoalmente, admito alguma relutância em admitir que uma Civilização alienígena capaz de criar naves que atravessam as imensidões siderais estivessem ainda no estádio mais remoto da Escrita, a Hieroglifica, como a Egípcia ou Maia, que obrigando ao uso de milhares de caracteres é muito menos eficiente que as formas alfabéticas como esta que uso agora, neste momento e que deriva directamente do alfabeto fenício… Mas pronto… A China e o Japão ainda usam hoje os seus “hierogligos”, por isso… É estranho, mas não é completamente impossível, admito.

(Hieroglifos vistos sobre o OVNI de Rendlesham in http://www.mod.uk)

Não devemos esperar nenhuma revelação estrondosa destes ficheiros. Assim como não a tivemos no lançamento idêntico feito em França, também não o teremos agora. Se existem mesmo “segredos alienígenas” nas mãos dos Governos do mundo (e há-os certamente) estes continuarão a sê-lo por razões de Segurança Interna, como sempre foram. Os relatórios devem incluir relatos e descrições mais ou menos pormenorizadas sobre os casos conhecidos, e sobretudo sobre o que se passou na floresta de Rendlesham em oitentas e depois dessa data, mas não devem ter nada tão espectacular como a revelação de que o governo britânico tem um OVNI num armazém ou que houve encontros entre representantes do governo e alienígenas… nada disso.

E existem mais relatórios sobre OVNIs no Reino Unido do que os produzidos pelo DI55… Outros serviços de informação britânicos mantiveram estudos sobre estes fenómenos praticamente desde finais da década de quarenta como o MI5, o MI6, o GCHQ, etc, etc… E estes ficheiros não serão agora divulgados…

Fonte:
The Guardian

Anúncios
Categories: OVNIs | 12 comentários

Quids S10-17: A que raça pertencia esta mulher?

qwqwqwqwqwwqw0.jpg

Dificuldade: 3

Categories: Quids S10 | 33 comentários

Das festas do “Espírito Santo”


(Festa do Espírito Santo, nos Açores in http://www.orfeao.up.pt)

A Ordem do Templo, situada tão de perto do projector fundador da Nacionalidade e da primeira gesta conquistadora afonsina tinha entre os seus projectos, o de fundar uma ordem universal – necessariamente transversa às realidades estatais ou monárquicas – que assente no corpo de pensamento e profecia de Joaquim de Fiore pretenderia fazer estender a todo o mundo uma nova forma de governação, de estado supra-nacional, onde as confrarias templárias assumiriam o papel irradiador e unificador… Esta era a verdadeira e mais plena ambição templária e aquela que tão bem frutificou em Portugal, no reinado de Dom Dinis, ou melhor dizendo, no duplo-reinado de Dom Dinis e de Isabel de Aragão, no século XIV português. É neste reinado brilhante que estas ideias templárias assentam arraias e encontrando terreno fértil em diversas práticas populares encontramos a aparição das primeira “festas do Espírito Santo”, às quais os monarcas dedicavam uma muito especial atenção, como descrevia Rui de Pina: “(…) a graça do Espírito Santo de que era acesa de todo causava (…) um louvado sossego e grande devoção (…)”

Seriam estas “festas” que depois se espalhariam por aquele que era então e que viria a ser (sobretudo), o “mundo português”, desde o interior de Portugal até aos Açores e ao Brasil, onde ainda hoje se mantêm bem vivo…

Uma das principais cerimónias daquele a que se chamava então de “Auto do Império” era a coroação tripla de um menino enquanto “imperador do Espírito Santo” assim como de dois outros homens, o mais velho enquanto “Pai” o mais novo, enquanto “Filho”, assumindo assim o papel da Santíssima Trindade do dogma católico. Seria este “menino-imperador” que recebia as homenagens do Povo e ordenaria a libertação dos presos, uma das três cerimónias essenciais a estas festas e rituais plenos de significado e que culminariam na “Boda dos Pobres” ainda hoje presente na língua comum portuguesa (ver AQUI) e onde todos, independentemente do seu estado social ou importância tinha lugar e partilhavam da mesma refeição, numa espécie de antevisão de um Futuro “quinto imperial” onde todos teriam o mesmo lugar na mesa simbólica da partilha das dádivas do Mundo e numa Fraternidade Universal que, ao fim ao cabo, estava no próprio cerne da visão templária…

Categories: Brasil, História, Movimento Internacional Lusófono, Portugal | Deixe um comentário

O rover Spirit encontra vestígios de fumarolas… Vida em Marte e algum engenho para manter vivo o Spirit…

Spirit Silica
(Solo rico em sílica, a qual pode ter surgido de uma fumarola, como aquelas que se encontram nalguns lugares dos ocenos profundos da Terra in nasa.com)

O rover Spirit” que se mantêm activo em Marte desde há quatro anos (quando o seu tempo esperado de sobrevivência era de apenas 4 meses) encontrou uma região do solo marciano onde existem concentrações anormalmente altas de sais de silica. Ora, por exemplo, na Nova Zelândia , existem ambientes semelhantes, onde se desenvolvem organismos capazes de sobreviver em condições extremas, designados pela biologia de extremophilos…. Se as condições desta região da Nova Zelândia ocorrem também em Marte… Isso aumenta a possibilidade de haver vida ainda hoje no Planeta Vermelho.

O “Spirit”, apesar de se manter activo há mais de 4 anos, não está contudo completamente isento de problemas… Actualmente sofre de problemas com os seus painéis solares que estão com baixos níveis de eficiência energética, por causa da poeira acumulada, tanta que o rover tem que estar parado três dias por cada dia de actividade e o Inverno marciano aproxima-se, com os seus seis a oito meses de baixa actividade solar. Ainda por cima, o Rover tem uma das suas quatro rodas motrizes avariada, tendo que a arrastar com a força das restantes três. O seu gémeo, o roverr Opportunity, não está em tão más condições, já que teve a sorte de ser colocado numa região mais próxima do equador marciano e logo, recolhe mais radiação solar e, por coincidência, não tem problemas com rodas nem com painéis fotovoltaicos sujos. De qualquer modo, os cientistas do JPL continuam a trabalhar para optimizar o computador do Spirit e garantir a sua longevidade. Por exemplo, muito recentemente alteraram o seu sistema operativo de forma a que este seja capaz – sózinho, já que a estação de controlo na Terra está a mais de 20 minutos de distância – de detectar se o rover atolou em poeira, pelo simples, mas engenhoso processo de verificar se as rodas estão a rodar, mas se a imagem nas câmaras não muda, o veículo está atolado e logo, os motores devem ser desligados, poupando assim preciosa energia muito antes de que o comando de Terra se aperceba de tal…

Fonte: Astrobio

Categories: SpaceNewsPt | 3 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade