Os projectos russos para uma nova geração de lançadores, um regresso à Lua, bases lunares e uma estação espacial

A Rússia arrancou um projecto para desenvolver uma nova geração de naves espaciais e de lançadores que deverão concretizar-se até 2020. A declaração feita à Itar-Tass por Anatoly Perminov, o responsável máximo pela Roskosmos, a agência espacial russa afirmou que os lançadores da prózima geração serão seleccionados entre o conceito “TsSKB-Progress” do “Samara Space Center” e o “Soyuz-3“, se pouco se conhece do primeiro, do “Soyuz-3” já se sabe que se trata de um projecto que arrancou em 2005 e que foi desde então afectado por falta de fundos. Trata-se de uma evolução directa a partir das conhecidas e fiáveis naves Soyuz e foi lançado como uma alternativa ao “Kliper” e que serão lançados – em parceria – de Kourou, na Guiana francessa. O “Soyuz-3” será o lançador do novo vaivém russo, Kliper, e incorpora os dois primeiros andares do defunto projecto “Avrora” com os motores Nk-33, descendentes dos dos projecto lunar N-1:


(lançamento de um foguetão lunar N-1)


(explosão do foguetão lunar N-1)

Para além do “TsSKB-Progress” e do “Soyuz-3” também o “Khrunichev Center” vai propôr os seus desenhos “Angara 3P” e “Angara 5P”.

Perminov repetiu a intenção russa de construir um novo cosmódromo, deixando a famosa “Star City” de Baikonur no Casaquistão nos próximos 15 anos. Local de onde serão então lançados o projecto seleccionado para os ambiciosos projectos russos enviar uma missão tripulada à Lua em 2025 e de construir uma base permanente entre 2027 e 2032 (ver AQUI) e uma estação espacial até 2015 (ver AQUI), isto tudo suportado pelo notável Kliper

Fonte: Reuters

Anúncios
Categories: SpaceNewsPt | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Os projectos russos para uma nova geração de lançadores, um regresso à Lua, bases lunares e uma estação espacial

  1. sa morais

    “ambiciosos projectos russos enviar uma missão tripulada à Lua em 2025 ”

    2025?! Ora bem… desde 1969… 56 anos!!!!!! Ambiciosos?! Ambicioso seria se fosse 1985…

    Se isto era para me animar… 🙂

    Outro assunto: Sabes alguma coisa do Dae? Aquilo lá da explosão…

  2. Ultramar

    Vai de vento em popa o programa espacial russo, não? De onde vem o dinheiro? Só pode ser do petróleo, do gás… Eles tem as maiores reservas do mundo, não é?… Bem, antes eles do que… os perigosos chineses! Mas… e os europeus, não estão atrasados? Assim, logo serão ultrapassados por Japão, China, India… Não teriam melhores condições se abrissem seu programa espacial a outros países, a outros sócios europeus ou mesmo “estrangeiros” como… o Brasil? Não sabem que “a união faz a força”???

    Gosto muito da(o) Kliper… É menor; porém, mais bela do que as atuais naves espaciais norte-americanas…

  3. Sá: Temos que baixar as expectativas, receio bem… Nada mau se cumprirem as promessas actuais, o que terão mesmo que fazer se os EUA e a China cumprirem as delas. O que quer dizer que estamos novamente em plena corrida espacial, e isso só pode ser bom, como o demonstraram os feitos dos anos 50 e 60…
    Ultramar: Exactamente, é dos combustíveis que vêm estes novos financiamentos… e de um orgulho russo revivificado. A Europa com a sua ESA (Portugal é membro da ESA e traablho no mesmo edificio que uma empresa portuguesa que faz software para as sondas da ESA) está atrás porque desde o falhado projecto Hermes decidiu não ter capacidade própria de enviar homens para o Espaço. Agora, com o ATV que será lançado em 2008 adquiriu a tecnologia para o poder fazer, se o desejar. Mas em termos de sondas automáticas nada tem a invejar, como provam as sondas Mars Express para Marte, a SMART-1 para a Lua e a Huygens que foi atéao longíquo Titan e enviou fotografias fantásticas desde aí…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: