A Ndrive lança o primeiro telemóvel… quase português, o NDrive Phone S300

NDrive Phone S300

A empresa portuguesa “NDrive Navigation Systems” acaba de lançar o primeiro telemóvel de marca portuguesa (ainda que fabricado na China), o “NDrive Phone S300“, que será vendido numa primeira fase em Portugal e em Espanha. O telemóvel, livre de operador, será comercializado a 400 euros, o que é um preço muito competitivo para um equipamento “livre” da sua gama, já que é um telemóvel quad-band, com edge, Windows Mobile 6, GPS e, claro, o software da NDrive com mapas de Portugal e da Península Ibérica. Além do mais, o telemóvel tem também um leitor de cartões SD, uma câmara de 2 megapixels com macro, Bluetooth e Wifi… Contudo, a oferta da NDrive não se esgota no S300, que recebeu o grande foco da comunicação social, expandindo-se até outros modelos mais ambiciosos (e caros) com preços entre os 550 euros e os 650 euros.

Esta aposta desta empresa portuguesa líder mundial neste sector é um sinal para que outras empresas se abalançem em vôos mais atrevidos. O mercado nacional nesta área é grande e um dos mais dinâmicos do mundo, e só a procura interna deveria bastar para alimentar, já que no que respeita a telemóveis, Portugal é um dos mercados mais dinâmicos do mundo…

Por enquanto a fabricação ainda ocorre na China, a pedido da NDrive, mas gostaríamos de acreditar que num futuro mais ou menos próximo fosse possível introduzir alguma componente neste que já é… o primeiro telemóvel quase português.

Fontes:
NDrive
Negocios.pt

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, Portugal | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “A Ndrive lança o primeiro telemóvel… quase português, o NDrive Phone S300

  1. No dia 24 de Novembro de 2007, foi publicada no semanário Expresso, uma entrevista do Inspector Geral da Administração Interna, Dr. António Clemente de Lima, anunciada na capa com o título “Há incompetência a mais na polícia”, a qual teve um efeito bombástico transversal, pondo o país em sobressalto.

  2. Ultramar

    Interessante essa notícia sobre esse celular… ops! esse telemóvel português. 🙂 Muito sucesso à NDrive! Mas… porque produzir na China e não… no Brasil? Os maiores fabricantes mundiais estão por aqui…

    No Brasil, sexto maior mercado de telemóveis no mundo – atrás apenas de EUA, China, Rússia, Japão e Índia – , há fabricantes nacionais como a Gradiente e a Venko, mas o mercado, claro, é dominado pelas multinacionais. Felizmente elas produzem aqui quase todos os modelos comercializados e o Brasil é um grande exportador de celulares, principalmente para seus vizinhos. Essa é uma clara vantagem de se ter um grande mercado…

  3. Mas andei a comparar preços e… esta coisa é bem cara, comparada com Nokias e HTCs idênticos… Hum.
    Faltad e visão, desconhecimento (talvez) e a eterna busca pelos custos mais baixos, certamente… A Vivo está aí (Pt e Telefonica), mas nesse como noutros domínios, continuamos de costas voltadas… Eu p.ex. não fazia ideia de que no Brasil se construíssem e exportassem tantos telemóveis, admito!
    Mas parece que essa produção está a enfrentar dificuldades:
    http://diariodigital.sapo.pt/dinheiro_digital/news.asp?section_id=3&id_news=87085
    Provavelmente por causa da eterna pressão do Oriente…

  4. Ultramar

    É, exportamos muitos celulares para a Argentina, por exemplo, e… para Hugo Chávez! Ou melhor, para a Venezuela. 🙂

    As exportações podem ter diminuido 25%, mas, ainda assim, 700 milhões de euros(!) só em exportações de telemóveis é muita coisa, não achas?

  5. Bem… sempre são 700 milhões a mais do que nós exportamos…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: