Daily Archives: 2007/11/29

A Ndrive lança o primeiro telemóvel… quase português, o NDrive Phone S300

NDrive Phone S300

A empresa portuguesa “NDrive Navigation Systems” acaba de lançar o primeiro telemóvel de marca portuguesa (ainda que fabricado na China), o “NDrive Phone S300“, que será vendido numa primeira fase em Portugal e em Espanha. O telemóvel, livre de operador, será comercializado a 400 euros, o que é um preço muito competitivo para um equipamento “livre” da sua gama, já que é um telemóvel quad-band, com edge, Windows Mobile 6, GPS e, claro, o software da NDrive com mapas de Portugal e da Península Ibérica. Além do mais, o telemóvel tem também um leitor de cartões SD, uma câmara de 2 megapixels com macro, Bluetooth e Wifi… Contudo, a oferta da NDrive não se esgota no S300, que recebeu o grande foco da comunicação social, expandindo-se até outros modelos mais ambiciosos (e caros) com preços entre os 550 euros e os 650 euros.

Esta aposta desta empresa portuguesa líder mundial neste sector é um sinal para que outras empresas se abalançem em vôos mais atrevidos. O mercado nacional nesta área é grande e um dos mais dinâmicos do mundo, e só a procura interna deveria bastar para alimentar, já que no que respeita a telemóveis, Portugal é um dos mercados mais dinâmicos do mundo…

Por enquanto a fabricação ainda ocorre na China, a pedido da NDrive, mas gostaríamos de acreditar que num futuro mais ou menos próximo fosse possível introduzir alguma componente neste que já é… o primeiro telemóvel quase português.

Fontes:
NDrive
Negocios.pt

Categories: Ciência e Tecnologia, Portugal | 5 comentários

Usando o mpgtx (Ubuntu) para quebrar um ficheiro mpeg

Como saberão, para colocar um filme no YouTube (coisa que tenho feito, por ESTAS bandas) é preciso cumprir simultaneamente duas regras:
1. O filme não deve ter que mais do que 100 Mb
2. O filme não deve ter mais do que dez minutos de duração
Para além de, obviamente, não violar nenhum Direito de Autor (algo que foi no meu caso devidamente acautelado)

Mas se temos um filme, fora destes dois limites, e se trabalhamos em Ubuntu – como eu – o que devem fazer para fazer o upload desse video?
Bem… Começamos por carregar o programa em modo-de-linha mpgtx em http://mpgtx.sourceforge.net/#Download e depois numa janela de Terminal:

chmod +x mpgtx.bin (para tornar o .bin um executável)

Depois se invocarmos simplesmente o mpgtx expandido (o .bin é um formato de compressão oriundo do Macintosh) temos o erro:

The program ‘mpgtx’ is currently not installed. You can install it by typing:
sudo apt-get install mpgtx
Make sure you have the ‘universe’ component enabled
bash: mpgtx: command not found
O que nos diz claramente para:

sudo apt-get install mpgtx
Password:
Reading package lists… Done
Building dependency tree
Reading state information… Done
The following NEW packages will be installed:
mpgtx
0 upgraded, 1 newly installed, 0 to remove and 0 not upgraded.
Need to get 66.5kB of archives.
After unpacking 197kB of additional disk space will be used.
Get:1 http://pt.archive.ubuntu.com feisty/universe mpgtx 1.3.1-2 [66.5kB]
Fetched 66.5kB in 0s (139kB/s)
Selecting previously deselected package mpgtx.
(Reading database … 116226 files and directories currently installed.)
Unpacking mpgtx (from …/mpgtx_1.3.1-2_i386.deb) …
Setting up mpgtx (1.3.1-2) …
E já está. Já podemos usar o mpgtx:

mpgtx -s VTS_02_1_full.mpeg {99M}
Sendo que nesta sintaxe, por exemplo, vai partir o VTS_02_1_full.mpeg por vários (os suficientes) ficheiros mpeg de 99 Mb cada…
E para saber mais parâmetros do mpgtx… é dar: man mpgtx

Categories: Informática, Ubuntu | Deixe um comentário

QuidSZ S3-19: Que aparelho é este?

dddn.jpg

Dificuldade: 2

Categories: QuidSZ S3 | 4 comentários

Hoax? “Paris, o Pirata”, o Windows Vista e… as ligações para o DoD dos EUA e para a Halliburton…


(Piratas escondendo o seu tesouro… Neste caso, o dito deve valer dois dobrões de… bronze)

(in http://www.eco-action.org/dod/no8/images/bleck_pirate.jpg)

Um tal de “Paris, The Pirate” declarou que depois de instalar um analisador de pacotes de rede no seu computador com Windows Vista (hum… com um nickname daqueles, vai uma aposta como não usa uma versão licenciada?…) identificou ligações que o Vista estaria a estabelecer com endereços TCP/IP do Departamento de Defesa dos EUA, com o “United Nations Development Program” e com a… nebulosa empresa Halliburton. “Paris”, garante que o computador corria apenas o Windows Vista e nada mais (ou pelo menos assim pensa o dito…). Em primeiro lugar é estranho que mais ninguém tenha reportado estes acessos, sobretudo ninguém da comunidade hacker ou de segurança informática, mas Paris, diz que só detectou esses pacotes depois de ter deixado a máquina correr durante alguns dias, e a partir do momento em que observou alguma lentidão no sistema.

E contudo… Este alerta não faz grande sentido… O peerguardian das imagens não é um sniffer: “PeerGuardian 2 is Phoenix Labs’ premier IP blocker for Windows. PeerGuardian 2 integrates support for multiple lists, list editing, automatic updates, and blocking all of IPv4 (TCP, UDP, ICMP, etc), making it the safest and easiest way to protect your privacy on P2P.” Por outro lado, os écrans capturados que acompanharam este alerta são de uma máquina correndo XP… Não Windows Vista! Por outro lado… Os écrans capturados desapareceram do site http://www.whitedust.net/?_Part_of_the_war_on_terror%3f…/ onde estavam alojados e encontramos agora a mensagem:

“14 August 2007 – 23:58 GMT
With the industry and those in it so seemingly hostile to Whitedust, and
pure apathy from anyone who thinks otherwise. Why bother. This site is
now closed permanently. It’s staff have abandoned the scene and the industry
for real world projects – for good, you won’t be seeing us again. You “Won”.
Good luck out there. You’ll need it.
-The Staff”

Fonte: Tech.Zicos.com

Categories: Hoaxes e Mitos Urbanos, Informática, Justiça | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade