Levaram 15 anos da vida de Coppola…

 


(A casa de Coppola em Palermo, uma zona abastada de Buenos Aires in http://newsimg.bbc.co.uk)

O famoso realizador Francis Ford Coppola perdeu 15 anos de registos no assalto executado por quatro homens mascarados na sua casa na Argentina. O bando terá levado fotografias, manuscritos, documentos e todo o equipamento informático da sua casa. O realizador apela agora publicamente para que os ladrões lhe devolvam a unidade de backups roubada, que foi furtada juntamente com todo o equipamento informático da casa e que tem cópias de todos os seus documentos, argumentos, notas, etc. Coppola diz que “é apenas uma coisa pequena… mas a informação que contêm vale muito tempo. Se eu pudesse recuperar esse backup, salvaria anos da minha vida – todas as fotografias da minha família, todos os meus textos.”

Bem, Coppola pelo menos fazia backups dos seus computadores (perdeu quatro neste assalto), e aparentemente para uma unidade de fita (embora isso não seja certo e possa também estar a referir-se a um disco USB externo), e nisto já cumpre mais do que a maioria de nós… E falo por mim, que tenho apenas backups parcelares e inconstantes dos meus dados em casos… Pois! Mas se Coppola cumpre esta regra, há uma em que falhou…

É que mandam as regras que se guarde sempre uma cópia off-site! Ou seja, que periodicamente se envie uma dessas tapes ou backups para um outro local… Percebe-se agora bem porquê…E quantos de nós estamos a guardar dados como códigos de acesso a ciberbancos, contas bancárias, as únicas fotografias digitais dos nossos filhos, etc, sem nunca termos feito um único backup a estes dados? Quantos naqueles que lêm estas linhas, hum?

Fonte: Sun Times

Categories: Cinema, Filmes, Informática, Sociedade | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “Levaram 15 anos da vida de Coppola…

  1. Não entendo como raio as pessoas tem as coisas num só sítio. E na Argentina?? É uma lição a ter em conta, quando se mete todo o ouro num só pote, há o risco que um dia o levem e aí ficamos sem nada.

  2. A Argentina continua a ser considerada por muitos como “a Suiça da América do Sul”… Tem problemas económicos (minorados recentemente), mas é provável mais europeizada do que qualquer outro dos seus vizinhos… Excepto talvez o Chile e o “nosso” Brasil.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: