Daily Archives: 2007/10/12

Os esquemas de Phishing provocaram nos EUA 7 biliões de perdas entre 2005 e 2006

Só nos EUA, os consumidores nos últimos dois anos perderam o equivalente a 7 biliões de dólares através de esquemas fraudulentos de Phishing e Spyware. De facto, uma em cada quatro lares americanos com acesso à Internet foram vítimas de cibercrimes. Os resultados são a conclusão de um inquérito realizado a mais de dois mil americanos e é uma amostra significativa dos 80 milhões de lares americanos com Internet.

O irónico é que esta praga crescente está a contribuir directamente para a venda de computadores, já este tipo de ataques foram responsáveis pela substituição de 1,8 milhões de computadores nos últimos dois anos, só nos EUA… E de entre estes ataques o tipo que está em maior expansão são os ataques de Phishing dos quais foram registado aqui mais de 23 mil por mês e onde 8% destes dois mil lares admitiram ter caído no engodo e fornecido ao Phisher dados pessoais… Exactamente… Podemos fácilmente extrapolar estes 8% em dois mil para… Um total de… perto de 10 milhões de utilizadores logrados em esquemas de Phishing!… De facto, com tantos potenciais clientes, os criminosos devem estar demasiado atolados em dados para poderem realizar fraudes informáticas sobre todos eles…

Quanto ao Phishing… Já falei dele por aqui em abundãncia… E até em vários casos nacionais do mesmo. Mas deixo o mesmo conselho de sempre: nunca abra qualquer e-mail do seu banco, nunca clique em links de mails de origem que desconhece… Instale um bom programa de Anti-Spyware e mantenha o seu antivirus actualizado e o seu pc actualizado. Sempre. E se seguir estas simples regras o seu dinheiro deve ficar onde deve estar: consigo.

Fonte: Top Tech News

Anúncios
Categories: Informática | Deixe um comentário

QuidSZ S3-15: Em que ilha foi tirada esta fotografia?

s49-gsa.jpg

Dificuldade: 5

Categories: QuidSZ S3 | 18 comentários

Goor2 (“A Crónica de Feaglar II”) !

Já é possível adquirir o segundo volume do excelente ciclo de “High Fantasy” de Pedro Ventura. A história estabelece a continuidade com o primeiro volume, alicerçando-se contudo num estilo mais amadurecido e consistente que revela um desenvolvimento notável do estilo de escrita do autor e torna o produto final numa das melhores edições deste ano… Infelizmente, a pequenez do nosso mercado editorial parece ter deixado arredada esta edição das livrarias…

Mas é possível encomendar o livro AQUI, directamente junto do autor!

Recomendo vivamente este livro, não só para quem aprecia o género, mas também para quem não está habituado a este estilo, já que para além de bem escrito o livro apresenta também um argumento e um desenrolar da acção que cativa o leitor até à última página…

Categories: Livros | 2 comentários

O Fim dos Cónios e a Razão do Desaparecimento da sua Língua

A permanência da língua pré-romana está intimamente ligada à manutenção dos demais traços da cultura subjacente. Onde mais prolongada foi a resistência desta, mais tempo durou o emprego da língua indígena.

Vimos que no Sul. Já frequentado, anteriormente aos Romanos, pelas navegações fenícias e gregas, maiores raízes criou a civilização dos conquistadores. A florescente Bética, não muito depois da conquista, se tornara uma segunda Roma. Não surpreende, pois, o testemunho do geógrafo Estrabão, que da Bétis, “adoptaram de todos os costumes romanos, e até nem já se lembram da própria língua.”

Muito diferente, porém, era o panorama das populações mais ao Norte. Aí só lentamente se foi infiltrando a romanização, e, como consequência, até bem tarde perduraram os costumes e a língua dos antepassados. Desse facto, evidenciado por elementos arqueológicos e etnográficos, só temos, quanto à língua, documentação muito precária. É a de Tácito, quando nos refere que um camponês da Tarraconenese, preso por causa de um assassínio de um pastor “uoce magna sermone patrio frusta se interrogari clamitauit”.

Categories: A Escrita Cónia, História | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade