A Google e a X-Prize criam um prémio de 30 milhões de dólares para quem consiga colocar um Rover na Lua


(Um dos rovers lunares da LunaCorp in http://www.lunacorp.com)

A Google está a oferecer um prémio de 30 milhões de dólares para a primeira firma privada que conseguir colocar um rover na Lua. Se ainda fossem 31, ainda poderia pensar em inscrever-me… Mas 30. Não. Não creio que valha a pena. Bem, de qualquer modo, o prémio será entregue pela Fundação X-Prize a quem conseguir alcançar a Lua, cumprir aqui uma série de tarefas, como filmar um video e percorrer uma distância mínima de 500 metros.

O prémio de 30 milhões, divide-se num prémio para o primeiro classificado de 20 milhões, 5 milhões para o segundo classificado, e 5 milhões em diversos bónus. O primeiro classificado deverá aterrar na Lua um veículo espacial (financiado totalmente por privados… Já que se conhecem planos idênticos chineses e indianos…) e percorrer os tais 500 metros, recolhendo fotografias e video que deverão ser enviados para Terra. O prémio deverá ser reclamado até 31 de Dezembro de 2012, descendo depois para 15 milhões até 31 de Dezembro de 2014, data em que a competição terminará. O segundo prémio de 5 milhões será entregue a quem consiga enviar um rover para o solo lunar, percorrer uma qualquer distância e emitir dados para a Terra. Os restantes 5 milhões de bónus serão entregues a quem consiga percorrer mais do que 5 mil metros, fotografar artefactos deixados na Lua pelo Homem (missões Apollo, Luna, etc.), descobrir gelo de água (um dos Santos Graal da geologia lunar) ou manter o veículo activo durante mais de 14,5 dias.

É claro que em 2012, a China já deverá ter na Lua o seu rover propulsado a energia nuclear (ver AQUI), com um metro e meio de altura e com 200 Kg de peso. Um artigo do Shanghai Daily adiante ainda que será capaz de recolher video, fotografias e analisar amostras de solo lunar, poderá andar a mais 100 metros/hora e terá sistemas que impedem a sua colisão ou queda em cavidades ou fendas. Segundo Luo Jian, o director do “Shanghai Institute”: “Queremos que seja melhor que os primeiros rovers americanos”, expressando assim a clara aposta propagandística que está implícita em todas as fases do programa espacial chinês…

Em 2000, uma empresa privada de nome LunaCorp tinha já ambicionado colocar na Lua um par de rovers multimedia numa missão que deveria ter lugar em 2003 e conseguiu o patrocínio da RadioShack Corporation e da Mitisubihi, mas os 80 a 130 milhões estimados necessários para levar a bom termo o projecto nunca se concretizaram e em 2003, a empresa foi dissolvida… Assim, e tendo em conta este orçamento de 80-130 milhões o prémio de 25 milhões da Google/X-prize já não parece assim tão impressionante…

Apesar disso, este desafio lunar da Google e da Ansanri (X-Prize Foundation) é certamente muito mais ambicioso que o primeiro prémio, de valor inferior, que atribuiu 10 milhões de dólares à SpaceShipOne quando em 2005 o seu avião-foguete foi o primeiro veículo privado a ascender a mais de 100 Km de altitude e a entrar num curto mas único vôo sub-orbital. Este prémio, pode incentivar investigadores e privados a conseguir e a inventarem novas tecnologias – mais baratas e seguras – que consigam realizar algumas das missões onde as agências espaciais convencionais gastam valores muito mais elevados e assim, conseguir um verdadeiro avanço tecnológico que revolucione a exploração espacial.
Fonte: Google Lunar X-Prize

Categories: SpaceNewsPt | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “A Google e a X-Prize criam um prémio de 30 milhões de dólares para quem consiga colocar um Rover na Lua

  1. sa morais

    30 milhões?! Epá… Os meus pais têm um Rover… Acho que vou enfiar-lhe uns foguetões… 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: