“O horário é de 7 horas por dia das 8h00 às 20h”

Help Desk (M/F)
A M* l selecciona para Instituição Bancária, um Técnico de Help Desk para integrar o departamento de Gestão Operacional da Rede.

Descrição da Função:
– No âmbito da redefinição das equipas de suporte, redimensionamento da equipa para atendimento, procuramos ser contactos por profissionais para efectuar o atendimento telefónico na primeira linha do HelpDesk técnico.

Requisitos:
– Bons conhecimentos informáticos ou seja conhecedor de Windows do ponto de vista utilizador;
– Facilidade de comunicação telefónica;
– Alto nível de customer satisfaction;
– Saber trabalhar bem em equipa;
– Auto iniciativa.O horário é de 7 horas por dia das 8h00 às 20h.

Este curioso anúncio apareceu num dos numerosos sites de procura de Emprego e expõe uma das situações mais curiosas do actual mercado de trabalho português, pelo menos no que concerne às actividades profissionais relacionadas com as Tecnologias de Informação… “O horário é de 7 horas por dia das 8h00 às 20h.” Ou seja, o horário remunerado é de 7 horas, mas espera-se que o técnico esteja sempre disponível para o estender até às 20:00, ou seja, para que trabalhe 10 horas por dia (presumindo uma hora de almoço)…

E depois admiram-se que neste mercado exista uma grande (e perniciosa) rotação de pessoal…

Categories: A Escrita Cónia, Informática, Job Searching, Sociedade Portuguesa | 9 comentários

Navegação de artigos

9 thoughts on ““O horário é de 7 horas por dia das 8h00 às 20h”

  1. Anónimo

    Aí essa matemática…
    Supondo uma hora de almoço, são 11h de trabalho e não 10h:
    20h(início)-8h(fim)-1h(almoço) = 11h

  2. Ok! Fiz a conta à pressa, hem?!

  3. Pagamento de 7 horas por dia e Horário das 8h00 às 20h, mesmo que fosse 2 horas de almoço ainda estavam a lucrar.
    Já preferem adiantar trabalho e escreverem antes o que querem.
    Quem for para a entrevista já sabe ao que vai 😐

  4. foram honestos ou… lapsus lingue? http://lapsuslingue.livejournal.com/ ?

  5. Atento

    Nada disso! Quem não sabe, não comete gaffes!
    Ou quem não gosta de trabalhar que fique em casa a receber o fundo de desemprego!

    São 7h diárias num horário rotativo entre as 8 e as 20h.

    Por exemplo: Uma semana pode entrar às 8 e sair às 16h, na semana seguinte entra as 12 e sai as 20h, sempre com uma hora de almoço.

  6. pois pois
    vê-se logo que é um belo trabalho

  7. Em nome da produção, tirar-se o lazer é o direito a crescimento pessoal e familiar…talvez a remuneração ñ seja tão gratificante assim; + as perdas ,para a pessoa são imensas.Tem-se que acabar com essa exploração em que a pessoa só perde, e aparenrtemente ganha.estamos no século XXI.

  8. e a questão é:
    que vida familiar se pode ter nestas condições?
    todos vamos ter sempre 20 anos e viver em casa dos pais?
    parece que sim, que isso é pressuposto nestes empregos.

  9. Aliás, os pais que tem seus filhos por perto gozam de + saúde é de mais longevidade , com lúcidez, ainda + se os mesmo tem netos…certifiquem-se.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: