Daily Archives: 2007/09/13

A Indonésia não está a colaborar com a OMS sobre a “Gripe das Aves” e… Dos Lucros das Farmacêuticas


(http://www.co.greene.pa.us)

(…) “a Indonésia, país com o qual a entidade (OMS) está a travar uma batalha institucional para obter exemplares isolados do vírus H5N1 que ali circula. Sem este tipo de material, os cientistas não podem desenvolver vacinas para uma possível epidemia de gripe aviária.
De acordo com a BBC, as autoridades de Jacarta recusam-se terminantemente a emprestar as amostras virais recolhidas na Indonésia, ao contrário dos líderes comunistas da China, que começaram a autorizar a partilha de vírus para fins cientificos em Junho. Os especialistas em saúde pública temem que os vírus da Indonésia sejam utilizados pelas indústrias farmacêuticas para produzir vacinas. Dessa forma, acreditam o custo final tornará o fármaco demasiado caro para chegar a todos os que dele precisam.”

Público de 24 de Agosto de 2007

Segundo todos os especialistas, a Indonésia é o local do mundo onde é mais provável ocorrer a tão aguardada quanto temível mutação do H5N1 que o tornará numa pandemia humana. As más condições sanitárias deste extenso país asiático, a grande dispersão da sua população por mais de 17 mil ilhas, das quaus seis mil são habitadas e sobretudo a ocorrência aqui do maior número de infecções em seres humanos… De facto, só na Indonésia já foram registadas mais mortes de vítimas humanas do H5N1 do que em todos os outros dez países mais afectados pela epidemia aviária (236 mortos dos quais 138 na Indonésia)

Se até a monolítica e frequentemente arrogante China já compreendeu que tem tudo a ganhar pela partilha das suas amostras, porque tarda o governo indonésio em seguir este meritório exemplo? Haverá pressões e corrupção activa por parte de grandes multinacionais do sector farmacêutico contra o governo indonésio (e contra a população mundial, diga-se). De facto, a Indonésia começou por enviar amostras para a Organização Mundial de Saúde (OMS), mas depois no começo deste ano, deixou de o fazer alegando que estas estavam a ser usadas por companhias farmacêuticas para fins privados. No mês passado, retomou as entregas, mas de forma enganosa, já que enviou apenas 3 exemplos de virus mortos, não vivos, como são requeridos pela Investigação… Não deixa de ser irónico que estas suspeitas de corrupção a favor de indústrias farmacêuticas sejam coincidentes com o discurso oficial indonésio que alega evitar que estas enriqueçam com estas amostras…

Para além de possível corrupção, o governo de Jakarta parece também estar a exigir algumas recompensas materiais pela sua “colaboração”. Embora recuse falar de royalties, admite que os mecanismos internacionais de partilha de virus da OMS são “injustos” e “os países do Terceiro Mundo devem receber acesso equitativo”. Mas a OMS, nem os laboratórios que trabalham para esta organização internacional não estão a guardar para si os resultados dos seus trabalhos. Todos os estudos são publicados e, depois, é certo que podem ser usados por todos, mesmo pelas farmacêuticas. Mas o fito não é produzir uma vacina que salve vidas? Se os laboratórios privados descobrirem uma vacina não é justo que cobrem pelos seus esforços uma taxa de lucro razoável (infelizmente, nem sempre o fazem, como sucedeu recentemente com os medicamentos para o SIDA)? A questão é que talvez os direitos de patentes aplicados aos produtos farmacêuticos e neste caso, a vacinas, não são demasiados longos e se é moralmente justo a aplicação de determinadas taxas de lucros neste tipo de produtos… Se a Merck por exemplo, pôde propôr ao Governo Lula da Silva uma redução de 30% (ver AQUI) é porque ainda mantêm um lucro acima desta percentagem. E se a Tailândia pagava 0,65 por comprimido e o Brasil 1,59… Então começamos a ver neste caso a taxa de lucro da Merck… Qualquer coisa acima de 50% por unidade vendida!

É isto que não podemos tornar a consentir que suceda. Especialmente se a variante humana da Gripe das Aves se assemelhar minimamente a ISTO.

Ver também:
http://usinfo.state.gov/xarchives/display.html?p=washfile-english&y=2006&m=August&x=20060810144940cmretrop0.7980921 http://usinfo.state.gov/gi/global_issues/bird_flu.html http://usinfo.state.gov/xarchives/display.html?p=washfile-english&y=2007&m=August&x=20070813131101lcnirellep0.6877405 http://news.xinhuanet.com/english/2007-08/07/content_6484947.htm http://www.ft.com/cms/s/0/ee41f5ea-032c-11dc-a023-000b5df10621,dwp_uuid=c47ab278-4d1c-11da-ba44-0000779e2340.html

Categories: Ciência e Tecnologia, Defesa Nacional, Saúde | 1 Comentário

QuidSZ S2-24: Como se chama esta Lua?

aasa.jpg

Dificuldade: 4

Categories: QuidSZ S2 | 14 comentários

A Escrita Cónia: Tabela de Valores dos Caracteres Similares em Escritas da Bacia do Mediterrâneo

19.jpg 23.jpg 31.jpg

(Clicar para ler em forma expandida)

Categories: A Escrita Cónia, História | Deixe um comentário

Criptozoologia: Foi avistado um grande felino no Reino Unido…

pic Martin Whitley

Um dos mitos mais antigos e intrigantes do mundo é o dos avistamentos de “Grandes Gatos” nas Ilhas Britânicas. É de facto espantoso como é que hoje, em pleno século XXI e num dos países mais industrializados do mundo persistem relatos de encontros com uma espécie muito furtiva de “Puma” ou “Grande Gato” que vagueria pelos campos de Inglaterra, sendo avistado muito ocasionalmente (ver AQUI ). Foi um destes encontros que produziu esta fotografia, capatada pelo falcoeiro Martin Whitley que teria dado de caras com a criatura perto de Hound Tor. A novidade deste caso é que apresenta uma das raras fotografias destes criptoanimais, mas alguns especialistas nesta área, como Danny Bamping, fundador da “Big Cats Society” acham que não se parece com outros “grandes gatos” já fotografados, como esta:

(http://www.britishbigcats.org)

O animal observado em Hound Tor parece ter visto o grupo de turistas que acompanhava o falcoeiro, mas foi-lhe completamente indiferente, afastando-se sem pressas.

Estes relatos continuados reflectem evidentemente a existência real e concreta de algo… Existe uma dose razoável de falsos relatos e de fotografias fabricadas, mas existe um grupo de testemunhos e de provas que excluem estarmos perante um embuste absoluto… De que se trata então? Que grande felino é que poderia viver hoje, em pleno século XXI, no Reino Unido e escapar até hoje à captura ou identificação?… O Loch Nesse vive no fundo (ou não..) de um dos maiores e mais profundos lagos europeus, mas onde se poderia esconder um animal terrestre deste tamanho? Será que são relatos dispersos de vários animais domésticos abandonados pelo seus donos, como parece indicar a captura de um puma na década de 50? Será que o lince britânico, considerado extinto, afinal ainda sobrevive algures no interior rural britânico?… Ou será, como preferem alguns que estamos perante uma manifestação fantasmagórica? Esta última tese tem pelo menos o mérito de explicar porque não foi ainda capturado nenhum destes misteriosos “grandes gatos”…

Fonte: BBC News

Se gostou deste artigo, adicione-o nas redes de notícias colaborativas:
DoMelhor
(Portugal)
Chuza
(Galiza)
Linkk (Brasil)

Categories: Mitos e Mistérios | 10 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade