Agostinho da Silva: “todos os rios partem das mesmas fontes e que os aspectos diversos apenas advêm da diversidade dos caminhos”.

A industrialização, o avanço espantoso da robótica e da técnica permitem adivinhar um tempo em que todo o Trabalho humano, repetitivo e não-criativo tenha cessado. Ao invés do cumprimento desta promessa, o que vemos é uma crescente escravização do Homem, um acentuar das desigualdades em pleno clima de crescimento económico e à multiplicação das fomes e da miséria humana um pouco por todo o mundo… O mundo gera hoje alimentos suficientes, assim como riqueza bastante para confortar e eliminar todas as fomes e desigualdades sociais e económicas existentes, mas a sua própria existência em tal ritmo de expansão materialística indica um sério, profundo e irresolúvel falhanço do sistema que nos querem impôr como “alternativa única”: a Globalização neoliberal.

Existem alternativas políticas e económicas a este sistema asfixiante e plutocrático. A tecnologia pode e deve ser usada para o Homem e não contra ele, tornando-o num escravo mecânico ou numa “máquina de consumir”. As organizações administrativas e políticas podem ser simplificadas e reduzidas a um nível local e a um nível federador comum mínimo de forma a libertar o indivíduo de instituições que por via da coacção, da ameaça e da força façam impôr a sua vontade a todos, estrangulando a criatividade e a espontaneidade própria das gentes.

Todas as formas de expressão religiosa podem ser conglomeradas num ecumenismo que busque a sua mais profunda inspiração na comunhão de crentes profetizada pelo Culto do Espírito Santo e na sua capacidade de reunir judeus, muçulmanos e cristão nas mesmas cerimónias de culto, em locais partilhados e unidos num renovado espírito de parceria e comunhão estranho aos radicalismos que hoje infectam o mundo. Como escrevia Agostinho a propósito deste ecumenismo paraclético: “todos os rios partem das mesmas fontes e que os aspectos diversos apenas advêm da diversidade dos caminhos”.

Anúncios
Categories: Movimento Internacional Lusófono | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: