Daily Archives: 2007/08/30

A cumplicidade do Yahoo na detenção e prisão do jornalista chinês Shi Tao


(O jornalista chinês Shi Tao in http://www.scriptor.org)

O Congresso dos EUA está a investigar as notícias segundo as quais a Yahoo teve parte activa na detenção de um jornalista chinês e na sua posterior condenação a dez anos de trabalhos forçados… Tom Lantos, o presidente da comissão dos Negócios Estrangeiros do Congresso lidera uma equipa que vai apurar a veracidade dos relatos que indicam que o popular motor de busca divulgou informação ao governo chinês sobre o jornalista Shi Tao depois de ter recebido um pedido do governo sobre um e-mail que este jornalista teria enviado da sua conta de mail no Yahoo e onde descrevia algumas das restrições que a censura governamental impunha aos jornalistas na China.

A Fundação Dui Hua que se dedica à defesa dos Direitos Humanos na China publicou um documento (ver AQUI) onde se revela que o Gabinete de Segurança de Pequim pediu à Yahoo o conteúdo do correio electrónico de Shi Tao, ao que esta cedeu a seguinte informação:
“The Yahoo! China web site (http://www.yahoo.com.cn) is owned by Yahoo! Holdings
(Hong Kong) Limited. Cn01edul@yahoo.com.cn is a registered user of Yahoo! China. Attached
are the following three sections of information:
1. The login IP addresses and corresponding times for that email account;
2. The registration information for that email account;
3. The emails from that email account.”
Como se pode ver AQUI

Porque é que a Yahoo e a Google estão a colaborar tão activamente com a supressão do Direito de Expressão na China? Será que a ânsia de entrarem e permaneceram numa das maiores comunidades de utilizadores da Internet do mundo, que em 2001 eram apenas 17 mihões (ver AQUI), e hoje são já 137 milhões, a segunda maior população na Internet e logo atrás dos 200 milhões dos EUA… (a população mundial total ligada à Internet era de 697 milhões em Maio de 2007) (ver AQUI). Sem dúvida que o apetite criado por estes largos milhões de consumidores parece ter feito esmorecer os pudores éticos e morais destas corporações como a Google e a Yahoo (esta num nível superior), e este grave episódio, grave porque correspondeu a uma pena de trabalhos forçados durante 10 anos para Shi Tao, representa que as grandes corporações não podem ser deixadas em livre curso, sem regulamentos nem leis a cumprir no seu país de origem. O pouco destaque dado pelos Media oficiais também é expressivo… Já que na sua maioria são propriedade de grupos económicos que ou já têm, ou esperam vir a ter negócios no “Império do Meio”

Fonte: MS NBC

Categories: China, Informática, Política Internacional, Sociedade, Wikipedia | 7 comentários

QuidSZ S2-14: Como se chama esta criatura marinha?

dddda.jpg

Dificuldade: 3

Categories: QuidSZ S2 | 6 comentários

O Tecnocratismo e a Instrumentalização do Homem e da Natureza

Assistimos actualmente ao expoente de uma civilização tecnocrática que procura expandir a sua influência a todo o globo, a todos os sectores de actividade e a toda a acção humana. O Tecnocratismo assume a forma das religiões e dos rituais, e promove um espírito consumista do qual depende para subsistir e que considera todos os seres vivos, animais e plantas, como “coisa sua”, como meios para alcançar um fim, que é o da satisfação de todos os desejos (frequentemente induzidos pelo marketing e pela publicidade) do ser humano… Para o tecnocratismo, o Homem existe para Desejar Consumir e para cumprir esse desejo, consumindo sempre mais, reduzindo a humanidade à sua mais animalesca condição devoradora… Toda a vida é subalternizada em função do papel material. Toda a acção humana é instrumentalizada para servir este autofágico ciclo Produção-Consumo de que depende o tecnocratismo.

Mas o Homem não poderá nunca realizar-se na sua plenitude através do Consumo e da acumulação crescente de bens e equipamentos… A realização pessoal é necessariamente um fenómeno interior e espiritual, diverso do materialismo que constitui um dogma do tecnocratismo e, com ele, da Globalização neoliberal… O Homem só pode realizar-se espiritualmente, pela adesão ao infinito, através da supressão da dicotomia e do antagonismo Sujeito-Objecto que caracteriza a visão Ocidental das coisas e que as religiões orientais, desde o hinduísmo ao budismo bem souberam marcar e procurar suprimir reconhecendo a vacuidade da Maya e a possibilidade da Iluminação. Esta supressão da ilusão Eu-Outro, entendendo aqui o Outro não somente como o “outro humano”, mas todo o meio natural, composto por uma diversa, mas una multiplicidade de aparências e aspectos multiforme é aquela que é vivida nas comunidades “naturais” ainda existentes no mundo, no interior das selvas e nas extensões dos desertos. Nesse aspecto, o animismo e as religiões naturalistas como a greco-romana representavam uma aproximação entre o Homem e a Natureza ao estabelecerem pontes entre elementos naturalísticos divinizados e a presença do Homem no seu seio…

As divindades naturalísticas das fontes, dos rios e das grutas, tão comuns na mitologia pré-romana da Hispânia representam assim uma forma de comunhão e pertença na Natureza que o cristianismo malbaratou com a sua “religião solar”, centralizada e “romanizada” sob o ceptro imperial da “Santa Madre Igreja”. Pouco ficou da religião verdadeira pregada nos Evangelhos, depois de passada pelo crivo redutor e organizativo da Santa Sé… A espontaneidade, a liberdade e o pensamento cultivado sob a forma de alegorias e metáforas presentes nos ensinamentos de Cristo no Novo Testamento foram absorvidos e “doutrinados” pelos Padres da Igreja, reduzindo-os a “normas”, “leis” e “regras”, que acabaram por asfixiar a sua essência libertária e conciliadora entre o Homem e a Natureza. Com a Natureza reduzida à coisa que pode e deve ser usufruída pelo Homem, tornou-se possível a tentativa ocidental da sua domesticação e as decorrentes e cada vez mais frequentes e graves “revoltas” da Natureza, sob a forma das consequências da poluição, do Aquecimento Global, das doenças alimentares, da multiplicação das pragas e das doenças contagiosas… Em cada um destes fenómenos encontramos o grito da Natureza contra um Homem tecnocrático que insiste em encará-la apenas como um meio difuso e dócil para satisfazer os seus desejos materiais crescentes… Em vez de uma presença no mundo, pensadora e contempladora, os sequazes do tecnocratismo e da sua alienação suprema que é a globalização querem fazer do Homem em vez de pensador, devorador e em vez de contemplador, um monstro abominável de eterno antagonismo contra a Natureza e o Meio Ambiente.

Categories: Movimento Internacional Lusófono | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy