A Língua, a Matemática e a Arte: Os Três Pilares da Educação Agostiniana


(http://www.math.hmc.edu)

Embora não fosse grande admirador das instituições formais e ainda menos das eclesiásticas, Agostinho reconhecia na regra monástica da Ordem de São Bento a virtude de incentivar a autencidade das escolhas de actividades laborais dos monges. Seria esta mesma autenticidade que a Escola devia promover nas crianças, desviando o seu ensino das normas escolásticas que ainda o regem e retirando-lhe as funções paternalistas que tem ocupado nos últimos anos devido à retirada dos papéis morais e formativos dos pais numa sociedade cada vez mais materialista e desumanizada. A Escola deve assumir como principal missão a de despertar a curiosidade e o desejo de aprender, complementando estes com as mais básicas ferramentas: a aprendizagem da língua, da matemática e das artes… Tudo o mais será oferecido às jovens curiosidades despertas quando estas o pedirem, mas já depois destas estarem devidamente municiadas com os conhecimentos fundamentais de português e matemática… A extensa e prejudicial carga horária e disciplinar seria assim reduzida drasticamente, e a acumulação estéril de informação e conhecimento improdutivo seria abolida, a favor de um sistema educativo mais ágil e leve, mais propiciativo da inteligência, do que da memorização pura e estéril, por via da Arte e da Curiosidade criativa.

A criança não deve ser um futuro elemento da cadeia produtiva, acéfalo e dócil, mas um elemento activo, dinâmico, criador de riqueza mental e cultural, bastando-se a si mesma, sem ser dependente de consumismos e paixões induzidas pelos Media docilizados pelos grandes grupos económicos. A Criança não é um alvo dos interesses economicistas que regem o mundo globalizado, mas um foco do imenso poder criativo alojado na alma humana e que deverá levar o Homem até às Estrelas, assim queira ele aderir ao chamamento da Natureza e parar de a encarar como utensílio e meio para explorar e transformar a Natureza em “Res Humana” (Coisa Humana).

Categories: Educação, Movimento Internacional Lusófono | 2 comentários

Navegação de artigos

2 thoughts on “A Língua, a Matemática e a Arte: Os Três Pilares da Educação Agostiniana

  1. Laura

    Esse texto está totalmente horrível !
    Vocês que provavelmente tem inteligência suficiente para,
    inventarem melhores conclusões ciêntíficas e indentificar respotas corretas, diplicinares e principalmente coerentes.
    Façam o trabalho feito, composto de sabedoria e não de palpites imaginários e sem rumo.
    Trabalho e um ato importante e inteligente!
    seja um ato
    viva um ato !
    Grata de uma aluna, que certamente não gostou do texto
    Laura
    MG
    34000000
    Nova Lima
    11 anos – maio aos 12 anos
    Obrigado

  2. Laura:
    bem… lamento não teres gostado do texto. mas não posso fazer nada para mudar as tuas opiniões, pois não? De qualquer forma, parece-me que precisas de reforçar o aspecto que tem a ver com a tolerância pela posição contrária… nada que não se possa ainda fazer aos onze anos, suponho…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: