Os cépticos do Aquecimento Global voltam à carga… O Sol ou a Actividade Humana são os responsáveis pelo fenómeno?

Embora esteja bem firme no mundo científico o estabelecimento de um chamado “factor antropológico” ou “antropogenético” quanto à determinação do inegável fenómeno do Aquecimento Global como um resultado da actividade humana, os lobbies ligados à indústria e aos poderosos e ricos sectores energéticos continuam a injectar fundos nos bolsos de investigadores pouco honestos que produzem regularmente alguma estática que pretende apenas já manter a sombra da dúvida sobre a causa humana de um Aquecimento Global que as evidências já não os deixam negar…

E nas últimas semanas surgiram – com grande eco nos Media – algumas notícias que tornavam a dar conta de que o Aquecimento Global teria as suas causas, não no efeito de estufa patrocinado pelo Homem, com a sua actividade industrial e agrícola, mas na actividade solar, que teria picos e sobre um qual estaríamos agora… Assim, o factor “Sol”, que de facto existe e que tem tido efeitos muito sensíveis no Aquecimento Global e nos próprios ciclos económicos (um dia ainda haveremos de escrever sobre este tema…) seria a causa do actual Aquecimento Global, segundo estes investigadores… Eis algumas destas notícias (ver AQUI). Ainda existem alguns renitentes (ver AQUI), que recorrem sempre avidamente a estas argumentações dúbidas…

Estes estudos afirmam que a radiação solar subiu 0,05% desde finais da década de 70, mas segundo o próprio líder do estudo, Richard Willson, da Columbia University e ligado ao Goddard Institute da NASA, estes valores só teriam efeito no clima terrestre se persistissem ao longo de pelo menos cem anos… O que não é evidentemente o caso… E é impossível recolher dados mais antigos do que a década de setenta, já que o tipo de precisão envolvida requer dados recolhidos por satélite especializados e estes não existiam antes dessa data… É claro que não falte quem afirme que existem outros dados que apontam para um prolongamento dessa radiação, logo no começo da década de 20, mas o próprio autor do estudo, Richard Willson adverte que mesmo que exista este continuado aumentio da radiação solar, se deve desprezar o papel da actividade humana no Aquecimento Global… E já não é possível negar que desde 1880, a temperatura média subiu 1 grau Fahrenheit mas a notícia da Space.com dá eco à esmagadora minoria que ainda defende a origem natural do fenómeno ao colocar uma frase: “Some scientists say the increase could be part of natural climate cycles. Others argue that greenhouse gases produced by automobiles and industry are largely to blame.” Como se se tratasse de uma questão que “divida” em duas metades a comunidade científica!… Nada mais falso… A esmagadora dos cientistas reconhecem o papel do Homem no fenómeno e os adversários desta visão têm cada vez mais dificuldade em alinhar os “seus” nomes…

Curiosamente, e apesar deste aumento de radiação e da cada vez mais evidente manifestação de um Aquecimento Global, o Sol está agora a caminho de um mínimo de actividade solar, inserido no conhecido ciclo de 11 anos, que teve um pico de 2002 e terá um mínimo em 2010.

Análises feitas em anéis de árvores indicaram que as temperaturas começaram a descer no século XIII, chegaram ao seu mínimo no século XVII e só tornaram a subir nos finais do século XIX, mas concluir daqui que esta é a raíz primeira e maior do Aquecimento Global é algo completamente diferente… Já que outras análises indicam que a actividade solar (manchas solares e tempestades magnéticas) estão a diminuir de forma consistente desde há pelo menos 1985, e apesar disso, o Aquecimento Global é cada vez mais sensível. Como declara Mile Lockwood do “Rutherford Appleton Laboratory” do Reino Unido: “Em 1985, o Sol deu uma volta em U sob todos os aspectos. Não continuou na direcção certa para poder contribuir para o Aquecimento Global. Pensamos que temos provas quase completamente conclusivas de que o Sol não pode ser responsabilizado pelo recente aumento da temperatura global.”. O estudo, publicado no jornal da Royal Society coloca ponto final nas dúvidas sobre o papel do Sol no Aquecimento Global e a prestigiada instituição britânica deixa um comentário sobre estas alegações de que o Sol estaria na base do fenómeno: “Existe uma pequena minoria que procura lançar a confusão no público sobre as causas da mudança climática. Frequentemente representa mal a Ciência, quando na realidade as evidências são cada vez mais fortes.”

Fonte: The Independent

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, CodeFarmPt, Defesa Nacional, Ecologia | 31 comentários

Navegação de artigos

31 thoughts on “Os cépticos do Aquecimento Global voltam à carga… O Sol ou a Actividade Humana são os responsáveis pelo fenómeno?

  1. E Silva

    http://ultimateglobalwarmingchallenge.com/

    100 mil dolares para quem conseguir provar, cientificamente, que os “ceticos” (no artigo, como sempre, usado pejorativamente) estão equivocados e que o aquecimento global é mesmo causado pelo homem.

    Para completar, fica um documentário falando mais sobre o assunto (ponto de vista dos “ceticos” ):

    http://video.google.com/videoplay?docid=-6472528345849109801

    E para finalizar, um blog com apanhado de noticias e links para mais artigos:
    http://mitos-climaticos.blogspot.com

  2. Bem… pelos vistos ainda há quem defenda esta posição… Vão raraeando mas não deixa de ser curioso ver que ainda há quem defenda estas posições, apesar de todas as evidências… Esses “climatologistas cépticos” estão ligados – sem excepção – a lobbies e a interesses da indústria. São financiados por esta directa ou indirectamente e cada vez são menos, sinal dos tempos e de que o dinheiro não consegue mascarar uma evidência cada vez mais… evidente. Repare que até os ultraliberais no blasfemias (o local onde se defenderam estas teses com mais vêemencia na blogoesfera lusa) se retiraram e evitam agora este tema…

  3. Golani

    o capitalismo ao serviço do “desenvolvimento sustentável”

    A sua viagem aérea gera CO2. Quanto?

    Estamos em anos importantes do discurso “desenvolvimento sustentável”. Percorre todos os ramos de negócio. As companhias aéreas sabem que têm de melhorar o seu desempenho sendo mais eficientes e criando formas de poluir cada vez menos.

    Algumas “low cost” vieram já a público dizer que estão preocupadas e a trabalhar com esse objectivo.

    A Air France, que de “low cost” não tem nada, lançou há poucos dias uma boa ferramenta. Indica quantos Kg de CO2 pode a viagem de cada passageiro emitir para a atmosfera.

    Entretanto, a easyJet avançou nos últimos dias com um programa que permite aos seus passageiros compensarem as emissões de CO2 provocadas pelo seu vôo. A compensação será feita em projectos certificados pelas Nações Unidas como é o caso do Projecto Hidroeléctrico de Perlabi (Equador).

    in http://www.lowcostportugal.net/

    PS: um site muito útil para procurar voos low cost

    http://www.skyscanner.net

  4. Nada diz que o Capitalismo deve ser inimigo do Desenvolvimento. Só o Capitalismo Selvagem e desregulado o é… Complicado é manter as taxas de crescimento de lucros de “double digit” com políticas de “desenvolvimento sustentado”…

  5. sa morais

    Claro que a culpa não é do homem!! Esses malvados dos javalis, que poluem o planeta e devoram os recursos é que são os culpados!!

  6. sendo os ditos os responsáveis por consideráveis emissões de metano…
    enfim, brinco, mas a verdade é que
    “In fact, domestic animals currently account for about 15 percent of the annual anthropogenic methane emissions.”
    http://www.ciesin.columbia.edu/TG/AG/liverear.html

  7. sa morais

    Os javalis têm “cara” de serem grandes produtores de metano… 🙂

  8. é de comerem muito feijão. Daí aquelas dentuças. Acho.

  9. Prá mim, os dois lados da questão estão disputando algum lucro nessa estória
    e eu acho que o ser humano nunca vai retroceder esse quadro de destruição progressiva; no toldão de tantas teorias e pseudo ciÊncias, tudo é usado para, cada vez mais, amordaçar as liberdades das pessoas, indo terminar tudo num governo totalitário mundial (como bem diz a Bíblia – o governo da besta).
    Ildo Gaúcho, do Brasil. Abraços a todos os portugueses.

  10. GOSTEI DO SITE, OS COMENTÁRIOS SÃO PUBLICADOS NA HORA, NADA DAQUELAS BOBAGENS DE CADASTROS E MIL PERGUNTAS…..NOTA DEZ.
    Ildo Gaúcho, do Brasil – Abraços prá todos os portugueses!

  11. Ildo: infelizmnet tenho que concordar consigo. O rumo actual das coisas aponta mesmo para a lenta mas implacável instauração de um oculto e subterrâneo “governo das multinacionais”, oculto por detrás de “democracias” cada vez mais formais e ocas, e governando de facto por detrás delas. O fenómeno já se manifesta na maioria dos países Ocidentais e será cada vez mais forte nas próximas décadas.

  12. Viva Portugal!

  13. Golani

    Notes for the speech of the President of the Czech Republic at the UN Climate Change Conference

    Václav Klaus, Climate Change Conference, United Nations, New York, September 24th, 2007

    http://www.klaus.cz/klaus2/asp/clanek.asp?id=pnHwpGc13sXM

  14. Golani

    Filme de Al Gore tem «nove erros»
    2007/10/11 | 10:55
    Tribunal britânico aponta falhas a «Uma Verdade Inconveniente»

    Um juiz do Supremo Tribunal do Reino Unido concluiu que o filme «Uma Verdade Inconveniente» do vice-presidente norte-americano Al Gore contém «nove erros científicos», informa a BBC.

    O magistrado Justice Burton foi chamado a decidir uma reclamação de um administrador escolar de Kent que pretendia banir a película das escolas secundárias, alegando que transmitia uma visão demasiado parcial.

    Após a apreciar o caso, o juiz concluiu que o filme pode ser visionado nas escolas, desde que acompanhado por informação complementar que transmita «o outro lado da história».

    Nove afirmações produzidas no filme não são consensuais nos meios científicos e, assim sendo, ao exibirem o documentário, todos os professores deverão apontar os aspectos menos consensuais do filme, determinou Justice Burton.

    Entre os erros apontados ao filme estará a declaração de que a grande subida do nível do mar poderia ser causada, «num futuro próximo», pelo degelo na Antártida e na Gronelândia.

    O juiz considerou esta afirmação «claramente alarmista», afirmando ser do senso comum que a libertação de água apenas ocorrerá dentro de milénios.

    Enquanto Al Gore atribui o desaparecimento de neve no Monte Kilimanjaro, em África, ao aquecimento global, o juiz sustenta que a comunidade científica não estabelece uma causa directa entre a recessão da neve e as alterações climáticas provocadas pelo Homem.

    A alusão aos ursos polares, supostamente obrigados a nadar longas distâncias em busca de gelo é igualmente constestada pelo juiz: «O único estudo científico é o que dá conta de quatro ursos polares afogados devido a uma tempestade».

    Refira-se que o filme foi galardoado com dois Óscares.

    http://www.portugaldiario.iol.pt/noticia.php?id=864556&div_id=291

  15. Golani

    Prémio pela luta contra as alterações climáticas
    Nobel da Paz para Al Gore e Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas
    12.10.2007 – 10h04

    O ex-vice-presidente norte-americano Al Gore e o Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas da ONU venceram hoje o Prémio Nobel da Paz.

    O prémio foi atribuído al Al Gore e ao Painel das Nações Unidas pelo “esforço conjunto na criação e disseminação de um maior conhecimento acerca da influência humana nas mudanças climáticas, e pelo lançamento das bases necessárias para inverter essas mudanças”, indica o Comité Nobel no seu site.

    Al Gore, 59 anos, que fez das alterações climáticas a sua imagem de marca desde que saiu da Casa Branca, venceu este ano o Óscar de Melhor Documentário pelo seu filme ambientalista “Uma Verdade Inconveniente”.

    O Prémio Nobel – que consiste num diploma, numa medalha de ouro e num cheque no valor de dez milhões de coroas suecas (1,08 milhões de euros) – será entregue em Oslo no próximo dia 10 de Dezembro, a data que marca o aniversário da morte do seu fundador, o filantropo sueco Alfred Nobel.

  16. Pois… Nem tudo o que foi dito no documentário (que não vi, e logo não posso alongar-me muito sobre o mesmo) pod ser inteiramente verdadeiro ou cientificamente comprovado, mas existe hoje um nível de certeza científica para considerar como muito real (demasiado até, basta ver a abertura da passagem do norte) o Aquecimento Global… Gora pode estar errado aqui e acolá, mas o Aquecimento Global está aqui. Por muito que isso incomode muito os neoliberais que se tinham esforçado tanto para negar a sua evidência e que agora se vêm remetidos para o seu último baluarte: o antropogenismo do fenómeno… A este propísito vale bem a pena seguir a evolução do discurso no http://ablasfemia.blogspot.com/

  17. Golani

    Por muito que isso incomode muito os neoliberais que se tinham esforçado tanto para negar a sua evidência

    lá tás tu com o cliché dos neo liberais

    as questões que se colocam é :

    as temperaturas sempre desceram e subiram ao longo da história …..com ou sem o contributo dos humanos

    estando as temperaturas a subir, será que as consequências de medidas drásticas (sem garantia q fará diminuir a temperatura) não terá um impacto mais grave que as consequências da subida da temperatura ?

    não me incomoda que ele ganha, pelo contrário, poderá servir como trigger para uma revolução verdes nas fontes energéticas

    os Estados Unidos é quem tem o maior potencial cientifico para descobrir uma alternativa ao motor de explosão, por ex, e reduzindo assim a dependência dos fósseis e as guerras e conflitos motivados pelo controle das fontes energéticas

    mas se daqui a uns anos tivermos baterias mais baratas, maior capacidade, mas longevidade que tornem os carros eléctricos viáveis vai aumentar o consumo de electricidade e as energia nuclear vai ser a única capaz de responder a tal aumento de procura….e vamos continuar a ter discussões sobre a ecologia e o ambiente …eheheh

  18. O Sol pode alimentar tudo com uma facilidade extraordinária… Mas não é só isso… Há outras técnicas, que no entanto são mantidas secretas, pois se elas fossem conhecidas, eramos independentes e livres do domínio daqueles que nos querem dominar. A questão da energia nuclear, da necessidade da energia nuclear, não passa de uma forma da manutenão do poder. Totalmente fictícia, mas resulta perfeitamente. Como é fácil cegar as pessoas!

  19. Golani:

    “Por muito que isso incomode muito os neoliberais que se tinham esforçado tanto para negar a sua evidência”

    lá tás tu com o cliché dos neo liberais”

    -> Sim, mas reparo que não negaste esta posição dos neoliberais… Não é um cliché. É um facto, basta andar atento aos blogs neoliberais e à sua posição sobre o tema.

    “as questões que se colocam é :

    as temperaturas sempre desceram e subiram ao longo da história …..com ou sem o contributo dos humanos”
    -> Claro. Sempre houve flutuações. Como a pequena idade do gelo no século XVIII. A questão é que estas agora estão a ser severamente reforçadas pela acção industruial humana.

    “estando as temperaturas a subir, será que as consequências de medidas drásticas (sem garantia q fará diminuir a temperatura) não terá um impacto mais grave que as consequências da subida da temperatura ?”
    -> Mais grave onde? Nesta insustentável subida das taxas de consumo e nas quantidades de matérias-primas devoradas em nºs crescentes todos os anos? É este paradigma de “cidadão-consumidor-produtor” que urge inverter. Enquanto aind há cidadãos.

    “não me incomoda que ele ganha, pelo contrário, poderá servir como trigger para uma revolução verdes nas fontes energéticas”
    -> Sim, é verdade… Mas cuidado, se houver demasiados campos dedicados a biocobustíveis os preços dos produtos alimentares aumentam demasiado e criam níveis desconhecidos de fomes… Veja-se a dita “crisa da tortilha” no México…

    “os Estados Unidos é quem tem o maior potencial cientifico para descobrir uma alternativa ao motor de explosão, por ex, e reduzindo assim a dependência dos fósseis e as guerras e conflitos motivados pelo controle das fontes energéticas”
    -> Não são os únicos, mas é verdade que aqui estão na dianteira, mercê do seu excelente sistema educativo e do investimento federal em Investigação.

    “mas se daqui a uns anos tivermos baterias mais baratas, maior capacidade, mas longevidade que tornem os carros eléctricos viáveis vai aumentar o consumo de electricidade e as energia nuclear vai ser a única capaz de responder a tal aumento de procura….e vamos continuar a ter discussões sobre a ecologia e o ambiente …eheheh”
    -> O aumento do consumo de electricidade não tem que ser exponencial. Aliás, deve imperativamente que ser estabilizado, precisamente por essa razão. Simplesmente, não há “Terras” suficientes para este aumento de Consumo, nem para a entrada de 1 bilião e tal de chineses e indianos nos mesmos padrões de consumo de um americano ou europeu médios.

  20. Terpsichore E.M.:
    Coloco pessoalmente muita esperança na Energia Solar. Quer em concentradores, quer nos desenvolvimentos recentes em células foto-voltaicas. Quanto ao Nuclear, acredito que ainda que possa ser “segura” e “barata” (não acredito numa coisa nem noutra) comporta um imenso risco de acidente, de proporções imensas de que tchernobyl foi apenas a antecâmara, e por isso, deve ser evitada.

  21. Golani

    O Sol pode alimentar tudo com uma facilidade extraordinária…

    actualmente já se produz electricidade através da energia solar….só q sai várias vezes mais cara que os métodos tradicionais e sõ consegue responder a uma parte muito diminuta da procura

    Há outras técnicas, que no entanto são mantidas secretas, pois se elas fossem conhecidas, eramos independentes e livres do domínio daqueles que nos querem dominar.

    a sério ? e quem são esses poderes ocultos ?

    A questão da energia nuclear, da necessidade da energia nuclear, não passa de uma forma da manutenão do poder. Totalmente fictícia, mas resulta perfeitamente. Como é fácil cegar as pessoas!

    ehehe…..ainda bem que temos por aqui tipos inteligentes como você, que não são enganados e nos abrem os olhos

  22. Golani

    tchernobyl nunca aconteceria numa centra nuclear ocidental

    os tipos cometerem uns 6 erros consecutivamente

    a verdade é que a energia nuclear civil no Ocidente (Europa, América, Japão…) já existe há décadas sem problema de maior

    todos os anos morrem centenas de pessoas em minas de carvão

    podíamos ainda acrescentar as vitimas dos conflitos gerado pela procura do controle das fontes de petróleo ….

  23. Golani: Não?… Tens a certeza? Sabes quantas centrais nucleares antigas estão em funcionamento nos EUA? http://www.uic.com.au/nip58.htm
    e quem defende o carvão?… eu não, certamente. Defendo a redução de consumos e o aperfeiçoamento de formas alternativas de produção de energia com recurso transitório aos biocombustíveis, especialmente ao etanol de cana.

  24. Golani

    quantas mortes ocorreram em acidentes em instalações nucleares civis no “ocidente” nas últimas décadas ?

    (nos states o incidente mais grave foi Three Mile River)

    podem-se obter ganhos melhorando a eficiência energética, mas todas as estimativas continuam a apontar para um aumento da procura energética a nível global

    já fizeste as contas há superfice terreste necessária para produzir o etanol para alimentar os milhões de carros do mundo ?

    (sem falar sequer do impacto ambiental e da consequência sobre o preço da alimentação)

  25. Muitos dos 100 reactores americanos estão a ficar demasiado velhos para poderem continuar a operar em segurança, Golani. Admito que geradores de última geração são mesmo muito seguros, mas nada feito pelo Homem pode absolutamente ser infalível, não concordas? Mesmo se falharem muito, muito pouco. Não haverá sempre uma possibilidade de um meltdown? Uma nuvem radioactiva espalhando-se pelos melhores campos de cultivo dos EUA (ou de qualquer outra região agrícola) ou de centenas de milhões de habitantes? Vale a pena correr mesmo este risco?
    Todas as estimativas apontam para aí, mas tb para que por volta de 2050 a energia de origem solar suporte metade desse consumo. Mas este consumo não tem que continuar a crescer a este ritmo, não acredito.
    Concordo quanto ao Etanol, e por isso, só o defendo como solução de transição até ao hidrogénio, campo onde aliás se fizeram alguns progressos interessantes na sua produção a partir de algas geneticamente modificadas.

  26. Golani

    mas nada feito pelo Homem pode absolutamente ser infalível, não concordas?

    todos os anos morrem em Portugal cerca de 1000 pessoas em acidentes viação…vamos proibir os carros ?

    a verdade é que o track record da energia nuclear civil no ocidente em termos de segurança é bastante positivo

    e como é q tencionas produzir hidrogénio ?

  27. Comparas alhos com bogalhos… Um só acidente nuclear de grande escala pode matar milhões de pessoas e tornar inabitável e improdutiva uma imensa extensão de terrenos férteis. É como na questão dos impactos de asteróides: são altamente improváveis, mas basta um para produzir consequências cataclísmicas. Provavelmente nunca poderemos evitar todos os impactos de asteróides (embora possamos evitar alguns se houver de facto um sistema para lidar com eles), mas podemos evitar todos os acidentes em reactores nucleares se simplesmente não os usarmos.

  28. Golani

    Comparas alhos com bogalhos…

    oh tu é estás sem argumentos.. a verdade é que a energia nuclear civil já existe há décadas e tem laborado sem problemas de maior

    não estamos a falar de implementar algo de radicalmente novo cujo, estamos a falar de algo com provas dadas

    Um só acidente nuclear de grande escala pode matar milhões de pessoas e tornar inabitável e improdutiva uma imensa extensão de terrenos férteis.

    Chernobyl foi o maior acidente nuclear da história, existe consenso dos especialistas em afirmar que tal acidente seria devera improvável no Ocidente, e, com as novas centrais, praticamente impossível

    não percebo pq se fala em “milhões” de vitimas

    segundo a International Atomic Energy Agency (IAEA) e World Health Organization (WHO), terão morrido 56 pessoas como consequência directa do accidente e mais 4.000 pessoas de canco pro exposição à radiação.

  29. Golani:

    “oh tu é estás sem argumentos.. a verdade é que a energia nuclear civil já existe há décadas e tem laborado sem problemas de maior”
    -> Pois sim… Diz isso aos habitantes de Chernobyl…

    “não estamos a falar de implementar algo de radicalmente novo cujo, estamos a falar de algo com provas dadas”
    -> E que tem possibilidades (remotas ou não) de falhar, mas de falhar cataclismicamente!

    “Chernobyl foi o maior acidente nuclear da história, existe consenso dos especialistas em afirmar que tal acidente seria devera improvável no Ocidente, e, com as novas centrais, praticamente impossível”
    -> É esse “praticamente impossível” que é o problema: Ou seja, não é impossível. E o que digo é que as consequência desse acidente hopótetico poderiam ser tremendas e à escala continental… Imagina que acontece hoje um acidente como o de chernobyl e que não há – como houve neste – um grupo de militares capazes de sacrificarem as suas vidas para deitarem cimento sobre as chamas do reactor em fissão? E sabes quantos geradores idênticos a este ainda há no mundo?

    “não percebo pq se fala em “milhões” de vitimas”
    -> Não são directas, são indirectas, vítimas de uma nuvem radioactiva que a explosão de um reactor ou que um meltdown pode provocar. É um número plausível se este reactor fôr um dos muitos que estão junto a grandes aglomerados populacionais.

    “segundo a International Atomic Energy Agency (IAEA) e World Health Organization (WHO), terão morrido 56 pessoas como consequência directa do accidente e mais 4.000 pessoas de canco pro exposição à radiação.”
    -> Sim, já aqui escrevi sobre isso. O número de mortes indirectas parece ser muito menor do que era estimado inicialmente. E ainda bem, mas os números ainda não estão encerrados e o acidente poderia ter sido muito mais grave…

  30. tenho 6 projetos. motor, navio, vasina. purificador de descarga. ressonancia maguinetica. material que nao derrete nao queima, e resiste a altas temperaturas..todos sao ecologicos.

  31. A Energia Solar nos ultimos anos tem se mostrado viável economicamente devido ao aumento das tarifas de energia de outras fontes.

    se paga em cinco anos

    http://www.energiatotal.com.br

    Energia Solar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: