Foi esclarecido o mistério das luzes lunares? (TLP)

(Fotografia rara de um TLP tirada em 1953 in http://www.space.com)

Um dos mais intrigantes mistérios da astronomia têm sido aqueles fenómenos que são observados por vezes na Lua e que são conhecidos pela designação inglesa de TLP Transient Lunar Phenomena”). Observados desde pelo menos o século XVIII, consistem em clarões súbitos de luz na superfície lunar. Durante séculos, os astrónomos procuraram explicações prosaicas, como turbulência na atmosfera terrestre, ilusões de óptica e até causas psicológicas. Até agora… Um estudo da Columbia University dirigido pelo astrónomo Arin Crotts identificou uma correlação entre estes avistamentos e os locais
onde a Apollo 15 e a sonda Lunar Prospector identificaram gases sendo libertados da superfície lunar… Sobretudo na cratera Aristarco (50% dos avistamentos) , Platão (15%) e em algumas outras…

Os investigadores acreditam que o fenómeno das luzes lunares são uma expressão da libertação de radão e argon do interior da Lua e produzidos pelo decaímento radioactivo do Urânio 238 e do Potássio 40 da crosta lunar. Tremores de terra lunares e uma provável actividade vulcânica de algum tipo podem então explicar este fenómeno… Algo que a sonda japonesa Selene, a lançar em 2008 poderá esclarecer. De qualquer modo, a minha tese favorita, de que estaríamos perante a actividade de… bases espaciais alienígenas na Lua sofre um certo revez… Embora no lado oculto da Lua… Quem sabe? (ver AQUI)

Fonte: Space.com

Se gostou deste artigo, adicione-o nas redes de notícias colaborativas:
DoMelhor
(Portugal) ou
Chuza
(Galiza) ou ainda em
Linkk (Brasil)

Categories: Ciência e Tecnologia, Defesa Nacional, OVNIs, Referendo da IVG, SpaceNewsPt | 6 comentários

Navegação de artigos

6 thoughts on “Foi esclarecido o mistério das luzes lunares? (TLP)

  1. sa morais

    Mais um bom post, bem ao jeito Quintico! 🙂

    Quanto aos Quidzs, vais ter de te amanhar sozinho nesta série porque estou mesmo sem tempo para postar e tu sabes que os jogos queimam muito tempo. Deposito nas tuas mãos a responsabilidade de queimar neurónios ao pessoal! 🙂 Mas depois volto 😉

  2. Odysseus

    Sinceramente não engulo essas teorias, aliás temos sido completamente enganados pelos senhores da ciência e história, que nos dão o mundo que eles querem e não o real.

    P.S. Quem sabe se não seja mesmo o descolar de um eagle 😉

  3. Golani

    portanto não acreditas nos “senhores da ciência e história” mas acreditas nos senhores da TV e dos filmes de ficção cientifica ?

    ehehehe

  4. Sá: Sim… Estas anomalias lunare sempre foram um dos tópicos preferidos… Desde que li certa história de BD em que um astronauta cai num domo alienígena na Lua… Tem piada que a astronomia agora acredite nestas “luzes”, quando antes as negava de todas formas… Mas pelo menos eis um mistério explicado… Aparentemente…

    Odysseus: Bem… Eu ainda confio genéricamente na Ciência e nos cientistas… Em Ciência é difícil mentir ou ocultar, tal é a competição e o espírito de “publicar”… Não na Ciência académica, pleo menos. Agora nos cientistas que trabalham para s governos e para as empresas… Esses assinam cláusulas de confidencialidade… Mas esse não é o caso concreto.

    Golani: A Verdade está sempre em todo o lado… A FC muitas vezes aborda temas que anos depois se tornam comuns… Neste caso das TLP não me espantaria, p.ex, se ainda fosse encontrado algo na Lua… Do Lado Oculto, por exemplo…

  5. Golani

    Fly me to the moon: space hotel sees 2012 opening

    Reuters
    By Pascale Harter

    “Galactic Suite,” the first hotel planned in space, expects to open for business in 2012 and would allow guests to travel around the world in 80 minutes.

    Its Barcelona-based architects say the space hotel will be the most expensive in the galaxy, costing $4 million for a three-day stay.

    During that time guests would see the sun rise 15 times a day and use Velcro suits to crawl around their pod rooms by sticking themselves to the walls like Spiderman.

    Company director Xavier Claramunt says the three-bedroom boutique hotel’s joined up pod structure, which makes it look like a model of molecules, was dictated by the fact that each pod room had to fit inside a rocket to be taken into space.

    “It’s the bathrooms in zero gravity that are the biggest challenge,” says Claramunt. “How to accommodate the more intimate activities of the guests is not easy.”

    But they may have solved the issue of how to take a shower in weightlessness — the guests will enter a spa room in which bubbles of water will float around.

    When guests are not admiring the view from their portholes they will take part in scientific experiments on space travel.

    Galactic Suite began as a hobby for former aerospace engineer Claramunt, until a space enthusiast decided to make the science fiction fantasy a reality by fronting most of the $3 billion needed to build the hotel.

    An American company intent on colonizing Mars, which sees Galaxy Suite as a first step, has since come on board, and private investors from Japan, the United States and the United Arab Emirates are in talks.

    PLENTY RICH ENOUGH

    If Claramunt is secretive about the identity of his generous backer, he is more forthcoming about the custom he can expect.

    “We have calculated that there are 40,000 people in the world who could afford to stay at the hotel. Whether they will want to spend money on going into space, we just don’t know.”

    Four million dollars might be a lot to spend on a holiday, but those in the nascent space tourism industry say hoteliers have been slow on the uptake because no one thought the cost of space travel would come down as quickly as it has.

    Galactic Suite said the price included not only three nights in space. Guests also get eight weeks of intensive training at a James Bond-style space camp on a tropical island.

    “There is fear associated with going into space,” said Claramunt. “That’s why the shuttle rocket will remain fixed to the space hotel for the duration of the guests’ stay, so they know they can get home again.”

    In an era of concern over climate change, Galaxy Suite have no plans so far to offset the pollution implications of sending a rocket to carry just six guests at a time into space.

    “But,” says Claramunt, “I’m hopeful that the impact of seeing the earth from a distance will stimulate the guests’ urge to value and protect our planet.”

  6. Talvez… Mas os tipos da Bigelow já estão muito mais adiantados…
    http://movv.org/?s=bigelow

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: