Pequim 2008: empresa chinesa admite ter usado trabalho infantil para cumprir contratos para os Jogos Olímpicos

Confirmando aquilo que já se sabia das condutas habituais da generalidade dos empresários chineses, uma empresa chinesa de nome “Lekit Stationary” foi obrigada a admitir que para cumprir contratos para a fabricação de produtos para os Jogos Olímpicos de Pequim “contratou” crianças de uma escola primária da região de Guangdong, não muito longe da antiga cidade portuguesa de Macau. A Lekit não é a unica empresa chinesa ligada ao merchandising dos Jogos Olímpicos que se suspeita recorrer massivamente a trabalho infantil, fazendo parte de uma lista de outras empresas revelada pela organização “Playfair 2008“, um consórcio de ONGs e sindicatos que conseguiu colocar em acção as habitualmente tolerantes ou coniventes autoridades chinesas fazendo parar com este caso pontual… Aparentemente, a Lekit tinha subcontratado uma outra empresa, de nome Leter Stationary a qual pagar a aluno de uma escola local para empacotar e concluir as encomendas, em troca de um pagamento de 1,95 euros diários.

Este caso é evidentemente apenas a ponta de um iceberg que está na directa raíz do actual momento de “prosperidade” chinês, um fenómeno conjuntural e assente em pilares muito frágeis… É que uma Economia que faz assentar a sua prosperidade actual nas baixas condições de trabalho, em salários muito baixos, em sobrecargas horárias e no uso massivo de trabalho infantil, está a hipotecer o seu próprio futuro, como aliás demonstrou bem o exemplo português, que durante as décadas de 70 e 80 fez assentar precisamente neste trio infernal de pilares uma “revolução industrial têxtil” cuja fragilidade são hoje bem evidentes…

Fonte: Público

Se gostou deste artigo, adicione-o nas redes de notícias colaborativas:
DoMelhor.net (Portugal) DoMelhor
(Portugal) ou
Chuza.org (Galiza) Chuza
(Galiza) ou ainda em
Adicionar esta not�cia no Linkk Linkk (Brasil)

Categories: Economia, Política Internacional, Sociedade, Websites | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: