Daily Archives: 2007/07/16

Lost (Perdidos): Teorias

1. A identidade dos “Outros”

Os “Outros” são formados por dois grupos bem distintos (como ficou claro durante a Season 3, onde parece haver um grupo liderado por Ben e outro por Juliet), sendo o primeiro, oriundo dos antigos habitante da Ilha, e o segundo por individuos recrutados já depois da década de 80, após o colapso da Dharma Initiative.

Os “Outros Originais” são descendentes ou mesmo sobreviventes (tendo em conta o aparente não envelhecimento de Richard Alpert) dos antigos habitantes da Ilha que deixaram vestígios como a casa arruinada junto da falsa cidade dos “Outros” no final da Season 2, a coluna onde foi amarrado Anthony Cooper na Season 3 e o pé com 4 dedos da Estátua gigante da Season 2.

Tendo em conta a localização no Pacífico Sul da Ilha, esta poderá ser um resto do Continente mítico de Mu, assim como os Açores serão os picos da perdida Atlântida.

2. A Origem das Anomalias da Ilha

Tendo em conta as raízes dos “Outros”, ou melhor dizendo, dos mais antigos dos seus membros, referida na Teoria 1, a origem das anomalias da Ilha, desde o magnetismo, às capacidades curativas e ao próprio Monstro pode radicar numa antiga instalação – talvez um gerador de energia – utilizada pelos antigos habitantes do Continente Perdido de Mu e ainda parcialmente em actividade algures no interior da Ilha, guardada pelo “Sistema Cerberus” do mapa da Estação Cisne, ou seja… pelo “Smoke Monster”…

3. A Identidade de “Jacob”

Jacob, segundo os produtores executivos será um tema abordado mais profundamente na Season 4… No final da Season 3, mostrou-se apenas uma ou dois frames do perfil de alguém que Ben e Locke confrontam na cabana e que parece estar aqui confinado por um circulo de pó não-identificado e que se veste como… Um habitante do século XVIII… Um antigo sobrevivente de um naufrágio como o bigre Black Rock? Ou… Um dos “Outros Originais” da Teoria 1? Actualmente, prefiro a tese de que será um antigo marinheiro do século XVIII, embora duvide que a sua roupa tivesse sobrevivido tanto tempo, e isto já admitindo a sobrevivência do personagem, resultante das características da Ilha.

Categories: Ciência e Tecnologia, LOST (Perdidos) | 5 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade