Quid S8-37: Onde foi tirada esta fotografia submarina?

yonaguni3-mu.jpg

Dificuldade: 3

Categories: Quids S8, sQuids S2 | 14 comentários

Navegação de artigos

14 thoughts on “Quid S8-37: Onde foi tirada esta fotografia submarina?

  1. sá morais

    Yonaguni monument. Alguém andou a ver documentários? 😉

  2. sá morais

    em yonaguni, claro! 🙂

  3. nope! “alguém” agora só vê mesmo é manuais e livros microsoft…

  4. Nito

    mediterraneo, ilhas gregas ?

  5. Pedro Tavares

    Bahamas

  6. nito e pedro: too late! O Sá já acertou! http://www.morien-institute.org/yonaguni.html
    e pensar que a “ciência oficial” diz que são fenómenos geológicos naturais… claro! e as grandes pirâmides também!

  7. vic

    parabens.Abraço.

  8. Clavis, se fores à serra do cercal por exemplo encontras várias formações como essa, e em terra. Aliàs tem zonas um pouco mais para o interior em que se encontram pedras que são paralelipipedos perfeitos a unica diferença è que yonaguni tem pedras gigantescas. No entanto já vi formações semelhantes à “praça central “de yonaguni .. só que numa escala de 1/20

  9. sá morais

    Por falar em documentários… Estive agora a (re)ver um no canal História. Ainda ninguém da tradução percebeu que um destroyer não é um coraçado? Ainda não viram que nem todos os aviões de dois lugares em porta-aviões são “Devastators”? Aflitivas estas traduções… Até no Canal História…

  10. A História sempre foi escrita pelos vencedores e a verdadeira História não é contada nas escolas.
    O que escondem as áreas interditas do Museu do Louvre, dos grandes museus americanos, russos e ingleses.
    Há áreas que como sabe estão interditas ao Público.
    Será que a civilização começou no Médio Oriente?
    Não acredito.
    E a Atlântida?
    Mu?
    Aghatha?
    Interessante o livro «Primeira Civilização» editado há menos de um ano pelo Círculo de Leitores.
    Mário Nunes

  11. Estivemos quase mil anos nas trevas….
    E muita coisa se perdeu com a derrocada do Império Romano.

  12. JG

    Bem te percebo Sá. Couraçado>Cruzador>Contra-torpedeiro.
    Mas olha que a meu ver a vertente de conhecimento em que estamos pior è uma em que tens algumas responsabilidades. Lembro-me quando Jogava D&D . Eu, o “High-elf ranger” queria dar uma porrada no “goblin” com a “two handed sword”. Depois ele dava-me com a “flail” Logo vinha o “dwarf priest” com o seu “mace” e depois fazia “heal” na “party”. Quando na realidade queria dizer que como caminhante elfo pretendia atacar o duende com o meu montante, logo o doende me agredia com o mangual, mas o clérigo anão vinha com a sua maça e matava o duende com um golpe e depois prosseguia a evocar cura para todo o grupo.

  13. JG:

    A questão está aqui na escala e na complexidade das estruturas… Sabes, a idade têm-me tornado cada vez mais céptico, especialmente desde que descobri a Net… Mas neste caso, não me parece que a “explicação oficial” seja suficiente para explicar estas estruturas monumentais. e com certeza que não explicar algumas destas fotografias:
    http://www.pacal.de/yonaguni.html
    e sobretudo o rosto esculpido e as pedras decoradas…

    Sá Morais:
    “Por falar em documentários… Estive agora a (re)ver um no canal História. Ainda ninguém da tradução percebeu que um destroyer não é um coraçado? Ainda não viram que nem todos os aviões de dois lugares em porta-aviões são “Devastators”? Aflitivas estas traduções… Até no Canal História…”
    -> Mas quem faz mesmo essas traduções? Até há algum tempo não era aquela empresa do tipo do macaco adriano? E não me parece que os conhecimentos em História sejam requisitos para ser tradutor no Canal História… Como deviam ser!

    Mário Nunes:

    “A História sempre foi escrita pelos vencedores e a verdadeira História não é contada nas escolas. O que escondem as áreas interditas do Museu do Louvre, dos grandes museus americanos, russos e ingleses. Há áreas que como sabe estão interditas ao Público.”
    -> E por cá, no Museu Nacional de Arqueologia onde cercad e 90% do espólio está em armazém… Eles dizem que é por não haver espaço de exposição suficiente… mas fica sempre a dúvida, não fica?… Especialmente em anomalias como esta…

    “Será que a civilização começou no Médio Oriente? Não acredito.
    E a Atlântida?”
    -> Para mim, a Atlêntida existiu e existiu nos Açores…

    “Mu?”
    -> Sendo este monumento de Yonaguni um eco desta antiga civilização…

    “Aghatha?”
    -> Algures no Gobi… Ainda hoje!

    JG:
    “Bem te percebo Sá. Couraçado>Cruzador>Contra-torpedeiro. Mas olha que a meu ver a vertente de conhecimento em que estamos pior è uma em que tens algumas responsabilidades. Lembro-me quando Jogava D&D . Eu, o “High-elf ranger” queria dar uma porrada no “goblin” com a “two handed sword”. Depois ele dava-me com a “flail” Logo vinha o “dwarf priest” com o seu “mace” e depois fazia “heal” na “party”. Quando na realidade queria dizer que como caminhante elfo pretendia atacar o duende com o meu montante, logo o doende me agredia com o mangual, mas o clérigo anão vinha com a sua maça e matava o duende com um golpe e depois prosseguia a evocar cura para todo o grupo.”
    -> grympf! Nunca cheguei a jogar D&D, mas um “clone” que inventei com um amigo e que ainda nos valeu umas boas tarde de valente divertimento!… De qualquer modo, acho que esse é mesmo o estilo do Sá (http://avatar74.blogspot.com)…

  14. sá morais

    JG: Podes não acreditar mas nunca joguei a isso… Tinha um livro de Douglas Niles de AD&D, mas nem o li até ao fim… Tenho influências pouco comuns… E, tal como me parece que o Rui fazia, preferia inventar os meus próprios jogos, a minha própria “mitologia”…

    Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: