Daily Archives: 2007/05/29

Das dificuldades e da explosão de custos na USAF…

Começa a surgir em meios ligados ao mundo militar americano uma corrente de notícias que dão conta das dificuldades das maiores e mais eficientes forças armadas do mundo e que resultam da intensidade do empenho em que estão comprometidas nos cenários de guerra actuais… Segundo o General Ronald Keys, nada mais nada menos do que o líder do “Air Combat Command”, o nível de desgaste da USAF é agora muito elevado, acelerando o envelhecimento da frota e inutilizando muitos equipamentos de combate primeira linha… Segundo o mesmo general, em níveis comparados aos de 1996, a Força Aérea gasta agora em manutenção 87% mais para manter um avião no ar. Desde logo, porque a maioria destes aparelhos operam agora em ambientes muitos mais inclementes, como os quentes e poeitentos desertos do Médio Oriente e não mais nas amenas e temperadas paragens dos EUA… Por outro lado, devido ao envelhecimento generalizado dos meios utilizados nestas operações.

Além das questões ligadas com a explosão dos custos de manutenção, este aspecto do problema vem também reflectir um outro problema mais antigo e porventura bem mais sério, que é o do envelhecimento grave de parcelas muitos significativas do inventário da Força Aérea… Os aviões de reconhecimento U-2 tiveram que ser todos revistos (todos os 33) em Março para correcção de um problema técnico, um episódio que se tem tornado cada vez mais comum, em diversos tipos de aparelhos, mas com especial incidência naqueles com maior idade operacional. Segundo o general, o avião de combate médio da USAF tem hoje 23,5 anos… Quando este valor em 1967 era de apenas 8,5 anos!

É imperativo renovar o equipamento em uso e algum do mais vital não tem sequer substituto previsto… É o caso dos 356 aviões de ataque A-10 que são muito eficientes e uma peça essencial em operações de apoio de proximidade (e muito usados no Iraque e no Afeganistão) que não têm substituto conhecido para além do JSF que terá que melhor ou pior servir… O mesmo se pode dizer dos vetustos mais ainda fundamentais B-52 Stratofortress (voam desde 1954) que foram usados intensamente nas duas guerras do Iraque e no Afeganistão e que continuam a ser fundamentis em bombardeamentos de saturação e que não têm qualquer substituto à vista, como o A-10… Na verdade, os EUA parecem tão obcecados em dotarem a sua força aérea de aviões de combate Stealth e muito manobráveis (como o JSF e o F-22) que não alocaram fundos para o apoio aéreo directo… Uma opção que tem as suas raízes na explosão de custos com os novos aparelhos de combate, como o F-22 Raptor, o mais caro avião de combate da História…

Fontes:

http://www.military.com/NewsContent/0,13319,135018,00.html?ESRC=topstories.RSS
http://www.globalsecurity.org/military/systems/aircraft/a-10-maintenance.htm
http://www.af.mil/news/story.asp?id=123031821
http://www.fighter-planes.com/info/jsf.htm

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 6 comentários

Quid S8-30: Em que país foi tirada esta fotografia?

asa.jpg

Dificuldade: 3

Categories: Quids S8, sQuids S2 | 18 comentários

MOC2277C “Implementing, Managing and Maintaining a Microsoft Windows Server 2003 Network Infrastructure: Network Services” (Parte 1)

DNS Forwarding

Podemos configurar diferentes Forwarders para diferentes Domain Names. A isto chama-se “Conditional Forwarding”. Um Forwarder pode ser descrito como um DNS Server que Forwards external queries para os DNS Servers correctos. Eles informam o seu DNS Server de quais serão os DNS Servers a fazer o Forward os pedidos de resolução de um cliente por um nome para o qual o DNS não seja autoritativo. Quando configuramos multiplos DNS Forwarders, estes serão queried do topo para baixo. O facto de haver mais do que um, aumenta a tolerância a falhas.

DNS Secondary Zone

Uma Secondary Zone é uma cópia read-only de uma DNS Zone que é transferida de um DNS Server autoritativo num outro DNS Server para fornecer redundância em caso de falha de comunicações entre os dois.

DNS Round Robin

Esta opção no DNS Server permite que as entradas DNS múltiplas partilhando o mesmo hostname sejam alternadamente sequenciadas pelas queries dos clientes. Isto significa que os clientes pedindo o mesmo hostname será encaminhado para Ips diferentes de uma forma balanceada.

Como é que o DHCP aloca endereços IP

Uma Lease é o período de tempo durante o qual um DHP client usa um IP dinâmicamente atribuído. Antes do tempo da lease expirar, o cliente deve ou renovar (renew) a lease ou obter uma nova lease do DHCP server.

O DHCP gere os assignments e o release dos Ips por leases. Estas especificam durante quanto tempo o cliente as pode usar antes de as devolver ao DHCP server e renovar os dados. O processo de assignar IP addresse é conhecido como DHCP Lease Generation Process. O processo de renovar os Ips é conhecido como DHP lease renewal process.

A primeira vez que um cliente DHCP é adicionado a uma rede, o cliente pede um IP a um DHCP server. Quando o DHCP server recebe o pedido, este seleccionado um IP da lista de endereços que o administrador definiu na Scope.

SUS

Quando se localiza uma storage location para um SUS server, as opções são guardar os updates num Microsoft Windows Update server ou guardar os ditos num local folder. Quando usamos a opção Microsoft Windows Update server option podemos controlar quais updates os clientes vão receber. Esta leva a uma redução do espaço em disco necessário no servidor de SUS.

Routing and Remote Access

A checkbox “Enable IP Routing” controla se o RRAS permite ou não o routeamento de pacotes IP entre o remote client e as outras interfaces do RRAS server. Quando está seleccionada, como está por default, os pacotes dos clientes podem passam pelo RRAS server ou para qualquer host de que o RRAS server tenha uma rota. Para limitar os clientes a acederem apenas ao servidor de RRAS, a checkbox “Enable IP Routing” deve estar desligada. A checkbox “Allow IP Based Remote Access and Demand-Dial Connections” controla se os clientes podem usar IP sobre PPP. Se queremos limitar o RRAS a apenas NetBEUI, IPX ou AppleTalk, podemos fazê-lo desmarcando esta checkbox “Allow IP Based Remote Access and Demand-Dial Connections”.

Network Monitor

Quando o CPU está saturado (p.ex. A 95%) pode não haver recursos suficientes para que o Network Monitor possa capturar todos os pacotes necessários. Correndo o Network Monitor em modo dedicado liberta recursos para que o computador possa capturar dados. Isto resulta numa redução no número de frames perdidas.

Categories: Informática, MSCE, Os Descobrimentos Portugueses | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade