Um roadster eléctrico da Tesla Motors

A empresa “Tesla Motors” (uma designação comercial que deve agradar muito ao nosso amigo Sá Morais…) construiu um “Roadster” que comercializa por 100 mil dólares e que apresenta as performances de 209 Km/h e uma aceleração dos 0 aos 96 Km/ em menos de 4 segundos… Não são muito impressionantes, é certo, mas… A grande diferença é que o coração deste desportivo aloja um grupo de baterias de iões de litío. A empresa está a ter dificuldades em garantir uma autonomia semelhante aos 400 Km inicialmente prometidos, já que parece não exceder os 320 Km… O que admitamos… Não é grande coisa… A redução da autonomia resulta de uma série de alterações ao sistema de propulsão desde um reforço da segurança das baterias, um novo tipo de baterias mais duráveis, mas menos potentes e, sobretudo, um aumento significativo do peso do chassis do automóvel.

A grande promessa da “Tesla Motors” consistia na capacidade de conceber um carro desportivo com uma autonomia suficiente capaz de evitar reabastecimentos diários e que durante a noite, na garagem, fosse capaz de repôr a carga perdida durante o dia. Com a nova autonomia – reduzida – a promessa continua a poder ser cumprida e de deveremos estar atentos a futuros desenvolvimentos da Tesla…

Fonte: DailyTech

Categories: Ciência e Tecnologia, CodeFarmPt, Defesa Nacional, Ecologia | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Um roadster eléctrico da Tesla Motors

  1. Se as descobertas do tesla tivessem sido começado logo a ser desenvolvidas e aplicadas em elevada escala hoje teriamos carros e energia bem mais económica e limpa. 🙂

    Mesmo os carros a vapor se tivesse tido mais uns anos de desenvolvimento poderia-se ter atingido uma libertação mais generalizada dos combustíveis fosseis.

  2. Actualmente, com a prevísel explosão dos preços da gasolina está tudo de novo na mesa… Os carros eléctricos são uma opção, resolvido que esteja o problema da autonomia e do reabastecimento… Mas podem não ser “ecológicos”! Basta para tal que a energia que os alimenta seja produzida em centrais de carvão ou pela combustão de combustíveis fósseis… São uma parte da solução, mas não o todo.

  3. estamos simplesmente ao usar este tipo de carros a mudar o problema de sítio! E a criar novos probelmas! Porque teria de haver mais centrais em Portugal, e a unica hipotes seria várias nucleares para alimentar estes brinquedos! o que demora mais de 20 anos a serem projectadas e construidas! A primeira fase passa pelos hibridos! é uma boa ideia e é simples realimentaçao da inércia do carro, depois a parte do combustivel ser o alcool ou a pilha de hidrogénio. Mas voltamos ao mesmo, para fazer hidrogénio necessitamos energia, e onde a vamos buscar? centrais…. enfim….

  4. Renato:
    Sim, mas os automóveis respondem por cerca de 30% de todos os gases de efeito de estufa. Produzir a energia numa central permitiria controlar melhor as emissões (filtros) e produziria uma maior eficiência energética, além de que se poderiam mudar as centrais sempre para uma tecnologia mais ecológica, como as barragens, as das ondas, eólicas, de fissão, solares, etc, etc. Tudo opções inviáveis para instalação nos próprios automóveis.

Deixe uma Resposta para Odysseus Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: