Daily Archives: 2007/05/24

Um novo tipo de carros híbridos e… algumas considerações


A maioria dos carros híbridos como o meu Civic IMA funcionam com baterias recarregáveis de níquel. Isto pode mudar brevemente… A Nissan e a NEC preparam-se para utilizar baterias de iões de lítio em veículos híbridos.

Segundo o vice-presidente, o português Carlos Tavares: “Juntas a Nissan e a NEC resolveram os problemas fundamentais de custo, performance, segurança e fiabilidade”. De facto, as baterias de Iões de Lítio são geralmente tidas como superiores às de Níquel, já que conseguem maiores capacidades de carga em volumes menores e isto significa que se torna possível alcançar maiores autonomias com a mesma ou mais, potencia.

O problema está em que este tipo de baterias é menos seguro do que as baterias de níquel… Aliás, não são tão raras quanto se pensam as vítimas de baterias de telemóveis explosivas (ver
AQUI) e o mesmo poderá acontecer com estes novos automóveis híbridos… Por outro lado, são também menos duráveis. De qualquer modo, em 2009, a Nissan deverá ter um veículo híbrido com estas baterias em produção, comercializável em 2010 e concretizando a quebra de parceria que tinha nesta área com a Toyota, líder neste segmento de mercado.Mas os híbridos ainda que surjam estas novas baterias estão longe de serem uma opção para a maioria dos utilizadores… Os ganhos de combustível existem, mas são ainda mínimos, estimando-se que para obter o retorno da verba adicional que custa um híbrido em custos de combustível poupados sejam precisos pelo menos 10 anos…

Assim sendo, e para reduzir as emissões de carbono de Portugal só resta a via fiscal… Os fabricantes não estão muito entusiasmados com a tecnologia híbrida porque esta faz disparar os custos de produção e se vêm obrigados a reduzir as suas margens para manterem os veículos deste tipo a preços competitiveis. Nos EUA, especialmente na Califórnia têm sido tomadas várias medidas interessantes, como a distribuição de autocolantes que permitem aos condutores de veículos híbridos o acesso a faixas especiais nas autoestradas e uma subvenção especial nos impostos pagos na aquisição dos veículos que vai descendo gradualmente até se alcançar um determinado patamar de vendas de cada tipo (o número em que deixa de haver reduções fiscais com o Toyota Prius, o híbrido mais vendido nos EUA já foi alcançado).

Por cá, ainda temos muito a fazer… Desde reduzir ainda mais a carga fiscal, obrigar a aquisição de veículos híbridos ou menos poluentes por parte do Estado ou de órgãos estatais, instituir os mesmos mecanismos californianos de favorecimento em auto-estradas e outros, novos, em portagens e estacionamentos, etc, etc… Enfim, inventando novos argumentos que levem os portugueses a contribuirem mais para a defesa do nosso planeta e que lhes ofereçam argumentos adicionais para escolherem um carro híbrido em favor de um carro mais convencional.

O seu próximo carro vai ser um híbrido?
1) Sim
2) Não

View Results

Fonte:

DailyTech

Anúncios
Categories: Ciência e Tecnologia, CodeFarmPt, Defesa Nacional, Ecologia | 16 comentários

Quid S8-32: Qual é a originalidade do sistema de propulsão deste autocarro?

aas.jpg

Dificuldade: 2

Categories: Quids S8, sQuids S2 | 9 comentários

MOC2273: “Managing and Maintaning a Microsoft Windows Server 2003 Environment” (parte 2)

ASR Floppy Disk:

Quando se perde a disquete do ASR, podemos aceder a c:\windows\repair e copiar o asr.sif e o asrpnp.sif para uma nova disquete. O ASR Wizrad cria um backup de duas partes dos componentes mais essenciais a um sistema: um floppy disk contendo parâmetros de sistema e um backup da local system partition noutro media.

Quando se executa um backup ASR, 3 ficheiros são escritos no Floppy Disk. Estes são o asr.sif, o asrpnp.sif e um log file. A subpasta \repair no c:\windows contem o asr.sif e o asrpnp.sif

Performance Monitor:

Os Trace Logs permitem monitorizar Applications e Processes. Não são úteis quando precisamos de recolher dados de Performance do Sistema.

Volume Shadow Copies:

Não é possível aceder às VSS de um Disco montado noutro como mount point. Temos que assignar a este uma nova drive letter e aqui fazer o Enable das Shadow Copies sobre esse volume.

Algumas considerações sobre Basic e Dynamic Disks:

a. Podemos converter para Dynamic um Basic Disk contendo System ou Boot Partitions

b. Depois do disco ter sido convertido, estas partições tornam-se Simple System ou Simple Boor Volumes (depois de recomeçar o computador)

c. Não podemos marcar um Dynamic Volume existente, como Active

d. Não devemos converter para Dynamic Basic Disks com instalações múltiplas de 2000, XP ou 2003. Depois da conversão é pouco provável que seja possível arrancar o computador usando um desses sistemas operativos

IPSec

Para que um servidor possa participar de uma Policy IPSec é preciso que faça parte do mesmo domain dos seus clientes, e não de um Workgoup.

Print Priorities

As Print Queues têm uma Default Prioroty de 1 (low) e que pode ir até 99 (high).

Permissões nas Printers

Por Default, a Special Identity Everyone tem permissões para imprimir. O Creator Owner pode gerir documentos e imprimir. Os Administrators, Print Operators e os Server Operators podem imprimir,gerir impressoras, e gerir documentos.

IIS Reset

O IIS Reset (iisreset.vbs) em%systemroot%\system32 é usado para parar e arrancar os serviços IIS, incluindo o IIS Admin Service, o FTP Publishing Service e o World Wide Wev Publishing Service. Podemos usar o IIS Reset para fazer um reset aos services IIS se estes param de responder.

No ISM podemo fazer também um reset ao IIS com o botão direito do rato sobre o hostname do computer e am All Tasks:Restart IIS e clicando depois em Ok na caixa de diálogo Stop/Start/Restart.

Edit da Metabase do IIS

Nos general settings do IIS existe a opção de “enable editing” da metabase enquanto o IIS está a correr.

Extend de Discos (Basic e Dynamic)

a. Discos NTFS podem ser extended. Discos FAT32, não

b. Os Stripped Volume não podem ser extended

c. Não podemos estender (extend) um Boot Volume

SUS (Generalidades)

a. O SUS depende dos IIS services. Em caso de falha, o primeiro passo é relançá-los e verificar se todos vêm acima.

b. Durante a sincronização o ficheiro aucatalog1.cab é sempre carregado.

c. O filename do synchronization log é history-sync.xml e está em <SUS Website>\AutoUpdate\Administration

d. O filename para o Approval log é History-Approve.xml e está no mesmo directório

e. O SUS usa o Background Intelligent Transfer Service para maximizar a bandwidth

f. Se mudar a SUS configuration de “Maintain the updates on a Microsoft Windows Update Server” para “Save the Updates to a local folder”, execute imediatamente uma sincronização para carregar todos os packages necessário para a localização seleccionada.

Fazendo um Backup do SUS

Primeiro, devemos usar a IIS Administration Tool para fazer um backup da IIS metabase. Depois, devemos usar o NTbackup para fazer um backup do IIS metabase file, do default web site e do content storage.

Quando instalamos o SUS num 2003, uma pasta SUS é criada no volume NTFS com mais espaço livre como content storage location para os updates, um IIS Wweb Site que vai gerir os service update requests dos clientes Automatic Updates. Assim para fazer um backup completo ao SUS, devemos fazer um backup à pasta SUS. ao Web Site que aloja o IIS Web Site (o Default Web Site por Default) e à IIS metabase.

Para fazer um backup à IIS metabase, devemos usar a IIS Administration Tools e guardá-lo num ficheiro e usar depois o ntbackup para o guardar.

Windows Update (ADM file)

O ficheiro wuau.adm contêm todos os Windows Update settings necessários para clientes 2000 e 2003. Descreve os novos policy settings do Automatic Updates client e é automaticamente instalado em %windir%\inf quando se instala o Automatic Updates. O wuau.adm pode ser carregado como um Administrative Template no Group Policy Object Editor.

Instalando um novo DC num escritório remoto minizando o tráfego de rede

Passos:

a. Backup do System State de um Domain Controller existente.

b. Comprimir o backup

c. Copiar o backup comprimido para o Escritório.

d. Descomprimir o Backup

e. Usar o dcpromo /advc para criar um domain controller e copiar a AD de uma cópia num backup

Categories: Informática, MCSE: MOC2273 | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade