Daily Archives: 2007/03/30

Aproximação entre Portugal e o Brasil na arma submarina


(Submarino brasileiro “Tikuna”)

Graças ao Ultramar, que me chamou a atenção para esta notícia da Defesanet, pude vir a ter conhecimento de algo que não vi, por cá, na “nossa” (portuguesa) comunicação social… Uma aproximação entre Portugal e o Brasil no domínio militar…

Segundo a notícia, numa recente deslocação ao Brasil, o almirante João Carvalho Abreu, que chefiava uma delegação do Estado-Maior da Armada portuguesa declarou na reunião bianual entre as armadas brasileira e portuguesa que a chegada dos submarinos alemães 209 a Portugal em 2010 poderá abrir caminho a cooperação com o Brasil que opera navios idênticos.

Muito haveria a fazer neste domínio… Estratégicamente, os interesses de ambos os países são coincidentes, com a participação na CPLP e uma forte influência em África… Ambos, poderiam participar de forma conjunta em missões de paz, como no Haiti, onde estão actualmente forças brasileiras ou nos restantes cenários onde participam militares portugueses, desde o Afeganistão ao Kosovo… E sobretudo, muito poderia ser feito no domínio da aquisição de equipamento militar… A indústria brasileira, sobretudo a aeronáutica dá cartas em muitos domínios, sendo os SuperTucano dos melhores aviões do mundo na sua classe e poderiam ser usados pela FAP para preencher as missões dos Alphajet envelhecidos ou para substituir os Epsilon quando chegar a sua vez (com um leque de missões mais amplo do que o destes: treino puro).

Esperemos portanto que esta aproximação e colaboração no ramo da arma submarina seja o percursor de uma aproximação maior e mais abrangente na área de Defesa entre os dois país lusófonos e assim se aprofundem os laços estratégicos entre estes dois países da área da Lusofonia…


Fonte:

http://www.defesanet.com.br/zz/mb_subs_pt.htm

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Movimento Internacional Lusófono | 13 comentários

sQuid S2-22: Que avião é este?

aaa.jpg

Categories: Quids S6, sQuids S2 | 8 comentários

Do sucesso ao combate ao Crime Informático e dos meios da PJ


(http://newsimg.bbc.co.uk)

A Polícia Judiciária tem fama de ter um desempenho à altura das melhores congéneres europeias, e neste domínio a sua secção de combate à criminalidade informática não tem desmerecido a fama da instituição onde está inserida… Segundo afirmou o inspector Baltazar Rodrigues numa conferência intitulada “Combate à Criminalidade Informática”, proferida no Instituto Superior Técnico, em Lisboa a taxa de sucesso no combate a este tipo de criminalidade seria de 80%… Ou seja, de um total de 655 processos registados em 2006, 526 tinha chegado a bom termo.

O inspector reconheceu ter havido um forte aumento dos casos, em relação a 2005 e que estaria a ser difícil lidar com este aumento ao afirmar que “Vamos tendo os meios mínimos para funcionar, como os números de 2006 demonstram”.

O inspector da PJ admitiu ainda que o tipo de crime que mais tinha aumentado fora o de “Phishing“, em que o alvo são as contas bancárias acedidas via Internet, mas que a clonagem de cartões de crédito e de multibanco também tinha crescido bastante (“skimming-carding“). De casos semelhantes já demos conta por estas bandas, sobretudo acerca de um esquema de Phishing sobre clientes da CGD (ver AQUI).

Mais uma vez se observa a crónica incapacidade do nosso Estado para se mover e adaptar às novas realidades… Tanto quanto sei, a PJ dispõe apenas de uma equipa de 6 a 10 elementos dedicados a esta criminalidade e a alta taxa de sucesso da mesma é bem reveladora quer da capacidade dos mesmos, quer da muito baixa tacha de queixas sobre estes crimes existente em Portugal… A maioria dos ataques a empresas e a particulares ficam por denunciar, já que só no caso citado deste Phishing à CGD se sabe que houve centenas de clientes a embarcarem no esquema e algo de idêntico deve ter ocorrido com esquemas idênticos a clientes do Millennium BCP…

É preciso que se crie entre nós um hábito consistente de denunciar às autoridades todos os acontecimentos que sejam da sua competência… Neste domínio, o silêncio sistemático do sector financeiro que quando é “atacado” opta quase sempre por resolver a questão nos bastidores e evita entregar queixas formais para não afectar a sua imagem de “credibilidade” é extremamente prejudicial, porque exemplar…

Enquanto os criminosos andarem por aí, clonando os nossos cartões e acedendo impunemente às nossas contas de homebanking não estamos seguros. Especialmente enquanto a PJ não puder dedicar mais recursos a este tipo de criminalidade…

Fonte: RTP

Categories: A Escrita Cónia, Agricultura, Informática, Justiça, Sociedade Portuguesa | 3 comentários

Quid S7-28: Em que cidade aconteceu isto?

Dificuldade: 2

Categories: Filmes, Quids S7 | 6 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade