Do Golpe de Estado frustado em 1952 no Japão com apoio de militares americanos

Documentos recentemente desclassificados expõem uma conspiração por parte de militares japoneses ultranacionalistas com ligaçãos a serviços de informações americanos teriam preparado um golpe militar para derrubar o governo japonês e assassinar o primeiro ministro do país do Sol Nascente em 1952.

O plano, exposto em relatórios da CIA desclassificados em 2005 pretendia depor o governo japonês pró-americano e instalar um governo militar. Segundo a documentação da CIA, os golpistas tinham garantido o apoio de mais de meio milhão de japoneses e tinham apoios no próprio Ministério da Defesa japonês da época.

O plano arrancou depois do fim da ocupação americana em 1952, mas nem por isso deixava de ter apoios na elite militar americana… O major-general Charles Willoughby, o segundo militar americano de patente mais elevada em funções no Japão, imediatamente abaixo do general MacArthur. Esta ligação teria começado quando alguns militaristas japoneses se juntaram a missões americanas de espionagem a comunistas no Japão e no recrutamento de mercenários japoneses para Taiwan.

O plano começou a resvalar com a partida de Willoughby do Japão em 1951 o que deixou os militaristas japoneses sem o seu principal apoio político e financeiro nas forças de ocupação americanas. O líder do golpe frustado, o general Yoshida só seria afastado do serviço activo em 1954.

 

Fonte: Military.com

Categories: Economia, História | 3 comentários

Navegação de artigos

3 thoughts on “Do Golpe de Estado frustado em 1952 no Japão com apoio de militares americanos

  1. Nito

    Bem interessante, não sabia.

  2. e por cá, na Europa, a Operação Gládio (ligada à loja maçónica P12 de triste memória) tentava fazer algo de semelhante… instaurando regimes ditatorias onde era mais conveniente e montando uma “rede resistência” a activar em caso de invasão do Pacto de Varsóvia… http://en.wikipedia.org/wiki/Operation_Gladio

  3. um ponto interessante da história, oculto por mtivos desconhecidos(ou não).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: