Daily Archives: 2007/03/01

James Cameron “descobre” o… Túmulo de Jesus

A declaração recente de que foi descoberto o túmulo de Jesus e da sua família, supostamente corrobada por provas científicas como a análise de DNA e o apoio de alguns académicos.

O achado sugere que Jesus e Maria Madalena, casaram (o que está longe de ser uma novidade) e que teriam tido um filho de nome Judá. O túmulo colectivo, descoberto em 1980 será o tema de um documentário do “Discovery Channel” a emitir em 4 de Março onde o conhecido realizador James Cameron (o mesmo de “Exterminador”) assume o papel de Produtor Executivo.

A descoberta foi feita em 1980, quando trabalhos de construção civil em Talpiot, Jerusalém, revelaram a existência de um túmulo. O resultado das escavações foi publicado pelo historiador israelita L. Y. Rahmani sob o título “Um catálogo de ossários judaicos”, onde descrevia o túmulo e a presença no seu interior de uma dezena de ossários.

Cinco dos dez ossários descobertos tinham nomes como “Jesus”, “Maria”, “Mateus”, José” e “Maria Madalena”, todos nomes comuns entre 30 a.C. e 70 d.C. Um sexto ossário tinha uma inscrição mais extensa: “Judá, filho de Jesus”.

Em 2003, um estudo realizado na tumba confirmou a datação que o colocava na época em que teria vivido Jesus Cristo, o século I d.C., mas lançaram dúvidas sobre a autenticidade das inscrições… As análises de DNA que a notícia refere não sei o que pretendem provar… Certamente que não a identidade de Jesus, já que não se conhece descendência dele… Pelo menos a não acreditar nas teses popularizadas pelo “Código da Vinci”… Talvez se limitem a confirmar a ligação genética entre este “Judá” e os ossos do ossário de “Jesus”. Veremos…

Por outro lado, se existem ossos no ossário… Então o que fazer dos relatos biblícos que mencionam o desaparecimento do seu corpo? Isso não abalar pela fundação o edifício de crenças tão laboriosamente erguido pela Igreja Católica?

Mas este não é o único… “Túmulo de Jesus”… Outro ossário, conservado nos armazéns da autoridade arqueológica israelita (nº de catálogo 80503) tem a inscrição “Jesus, filho de José”. De facto, nos mais de mil ossários idênticos dessa época seis apresentam o nome “Jesus” e um outro (além deste primeiro) a frase “Jesus, filho de José”. Segundo o arqueólogo israelita Zvi Greenhut, 25% dos nomes femininos nestes ossários apresentam o nome “Maria” ou uma das suas variações e “José” é o segundo nome mais comum nesse período.

E já agora… Sendo a família de Jesus, a família de um carpinteiro teria esta os recursos para construir para si um túmulo familiar como este descoberto em Jerusalém?

Fontes:

http://www.msnbc.msn.com/id/17349123/

http://br.noticias.yahoo.com/s/23022007/25/mundo-cameron-diz-mostrar-tumba-jesus-documentario.html

http://www.unexplained-mysteries.com/viewnews.php?id=89190

http://time-blog.com/middle_east/2007/02/jesus_tales_from_the_crypt.html

http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2007/02/26/294707675.asp

Acha que este é o verdadeiro «Túmulo de Jesus»?

1) Sim
2) Não

View Results

Categories: Economia, História, Mitos e Mistérios, O Código da Vinci | 81 comentários

sQuid S1-62: Que avião é este?

dn.jpg

Categories: Quids S6, sQuids S2 | 11 comentários

4. As Origens da Escrita Cónia; 4.4. Origem Nórdica

Uma das primeiras propostas quanto à origem da Escrita Cónia defendia que esta encontraria a sua origem na Escrita Rúnica da Península Escandinava. Entre estes defensores os nomes de Estácio da Veiga e o de Luís Cardim destacavam-se na defesa de uma tese que encontrava o seu fundamento sobretudo nas semelhanças morfológicas entre alguns caracteres rúnicos e uma minoria de caracteres da Escrita Cónia. Contudo, esta tese não provou ter mais fundamentos do que estas similitudes morfológicas, provavelmente resultantes apenas da utilização do mesmo suporte preferido (a pedra) e das necessidades gráficas impostas pelo mesmo, que favorecem a utilização sinais compostos por traços rectos alinhados uns com os outros e dificulta o desenho de formas curvilíneas. Assim se explicaria essa semelhança e desaparece uma tese celta que concordava com as preferências dos historiadores portugueses do século passado que procuravam filiar as populações pré-romanas do nosso território no ramo indo-europeu.

Categories: A Escrita Cónia, História | 2 comentários

Quid S7-3: Que avião é este?

sk.jpg
Dificuldade: 3

Categories: Filmes, Quids S7 | 13 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade