O filme de Robert de Niro “O Bom Pastor” e a Sociedade Secreta “Skull and Bones”


(http://www.thepeoplesvoice.org)

Regressei às salas de cinema depois de um longo afastamento e logo para dar com o filme “O Bom Pastor“, realizado por Robert de Niro, com Matt Damon, Angeline Jolie, Alec Baldwin, Robert de Nirot, William Hurt e Joe Pesci. O filme gira em torno de Edward Wilsom, um jovem americano oriundo de uma família influente mas sob cuja honra cairam suspeitas e que em 1939, quando frequentava a Universidade de Yale é recrutado para a Sociedade Secreta “Skull & Bones“. Daqui, submerge numa carreira como espião na OSS, a percursora da actual CIA, passa 5 anos na Europa durante a Segunda Grande Guerra e colabora na criação CIA, passando de permeio pela fracassada invasão da “Baía dos Porcos”… Em toda a acção surge, omnipresenta a influência da “The Order” (Skull & Bones), como sendo a estrutura profunda imersa sobre as instituições de informações dos EUA e como uma espécie de poder subterrâneo, discreto, mas omnipresente na sociedade americana…


Cripta da Skull & Bones na “Yale University” em New Haven

E o que é afinal esta “The Order”?

A “Skull & Bones” é o capítulo americano de uma sociedade secreta alemã e conhece várias designações, para além desta, que é mais conhecida e que surge no filme de De Niro, mas os nomes “Chapter 322”, a “Brotherhood of Death”, “The Order” ou “Bones”. Fundada na Universidade de Yale em 1832, pelo general William Russell e por Alphonso Taft, a Ordem cedo se imiscuiu nos assuntos dos grandes, já que Taft seria Secretário da Guerra em 1876 e Procurador Geral dos EUA. Russell, por sua vez, haveria de ser eleito congressista pelo Connecticut e a sua família deveria a sua fortuna ao comércio de escravos e de ópio… Actividades que poderiam estar na origem da escolha do símbolo da “Skull & Bones”:


(http://www.rotten.com)

Segundo alguns, nomeadamente segundo Antohony C. Sutton e Ron Rosenbaum, dois investigadores que trabalharam sobre as origens da “The Order”, a sociedade alemã de onde esta sociedade secreta americana emanaria seria, nada mais nada menos, que a Seita dos Illuminati. Segundo estes autores, o símbolo da caveira e dos ossos, é comum a esta sociedade secreta alemã. Outros, vão ainda mais longe, ao afirmarem que a “The Order” é apenas a “Illuminati” sob disfarce e que o simbolismo da inciação na “Skull & Bones” indicaria também uma estreita ligação com a Maçonaria, sendo o ritual, a decoração e os símbolos da “The Order” idênticos aos de muitas lojas maçónicas em actividade na Alemanha dos finais dos Séculos XVIII-XIX.

Os investigadores Webster Griffin Tarpley e Anton Chaitkin escreveram que “As fundações da Skull and Bones são uma história de ópio e Império, numa luta acesa pelo controlo político sobre a nova república dos Estados Unidos”.

Desde a sua fundção que a “Skull and Bones” é financiada pelo “Russell Trust” desde 1856, como surge no filme de Robert de Niro e as suas reuniões anuais decorrem num clube reservado situado numa ilha (“Deer Iland“) no Rio de São Lourenço, em Nova Iorque. A Ilha é um dos principais cenários para o filme “O Bom Pastor”, mas surge sempre incorrectamente legendada como “Deer Island”, o que é incorrecto, já que o nome não se refere a “veados” (deer), mas resulta de um desejo expresso do seu doador, um membro da ordem, George D. Miller.

Todos os anos, só quinze finalistas de Yale são seleccionados para entrar na Sociedade e desde o começo é-lhes embutido um forte sentido de secretismo, com instruções precisas como a obrigação de abandonar uma sala onde alguém mencione o grupo…

Os neófitos da “The Order” são conhecidos como “Cavaleiros”, segundo a tradição das antigas ordens de cavalaria. Quando alcançam o grau mais alto da Ordem passam a ser designados como “Patriarcas”. Paralelamente, todos aqueles que não pertencem aos quadros da Ordem são conhecidos como “vândalos” ou “gentis-homens”.

A pertença activa na “Skull and Bones” está limitada a 20 ou 30 famílias, fundamentalmente as primeiras famílias que chegaram à costa leste dos EUA no século XVIII, como os Whitney, os Lord, os Phelps, os Wadsworth, os Allen, os Bundy, os Adams e outros (escreve Sutton). Atrás destas poderosas famílias, estão os que enriqueceram nos EUA nos últimos cem anos, como os Harriman, os Rockefeller, os Payne, os Davison, etc…

Estas famílias procuram assegurar o seu poder, mantendo “limpas” as suas linhas de sangue, garantindo casamentos entre si, reforçando os laços económicos, de forma a assegurarem para si o essencial do controlo político e económico sobre os Estados Unidos.

A “The Order” é a pedra de fundação das estruturas que governam hoje o mundo. É aquela sociedade que municia de recrutas e princípios o “Council on Foreign Relations”, os “Bilderbergers” e a “Comissão Trilateral” e o controlo dos seus membros sobre a Economia e o Mundo, neste contexto de crescente Globalização e de aumento de poder por parte dos grandes interesses financeiros e das grandes multinacionais é ímpar. Segundo um estudo do Congresso dos EUA, feito em 1980 e designado como “Structure of Corporate Concentration” e analisado pelo investigador Donald Gibson:

“A mesa de directores da Morgan incluiem indivíduos servindo nas mesas de 31 das 100 firmas de topo. O Citicorp está ligado a 49 empresas de topo, e o Chase Manhattan, Chemical Bank, e a Metropolitan Life têm cada uma 24 empresas representadas nas suas mesas de administração. Existe uma variedade imensa de outras presenças cruzadas nas maiores 100 firmas americanas, que oferecem uma densa teia de influências reforçadas por clubes privados (em que a Skull and Bones, é central), bases educativas, casamentos cruzados e pertença a organizações como o CFR (Council on Foreign Relations), Skull and Bones, a Trilateral, etc”.

 

Algumas Fontes:

http://www.oilempire.us/skullbones.html

http://en.wikipedia.org/wiki/Skull_and_Bones

http://www.cbsnews.com/stories/2003/10/02/60minutes/main576332.shtml

http://www.freedomdomain.com/skullbones.html

http://www.rotten.com/library/conspiracy/skull-and-bones/

Anúncios
Categories: Cinema, Economia, Educação, História, Mitos e Mistérios, Política Internacional, Sociedade, Wikipedia | 9 comentários

Navegação de artigos

9 thoughts on “O filme de Robert de Niro “O Bom Pastor” e a Sociedade Secreta “Skull and Bones”

  1. Mais uma vez uma excelente pesquisa.
    Naõ me surpreendeu, visto que no continente americano em geral a maçonaria è socialmente aceitável. Mais ou menos como era no Portugal da primeira republica. Muita gente entrando para “lojas maçónicas” cuja unica função è fingirem que são lojas maçónicas.

    Muitas organizações americans, desde os Rotários até ao kkk seguem uma ar´ânica remeniscente da maçonaria.

    Por outro lado temos o mecanismo humano que compele a acumular e consolidar poder. Seja ele através de ligacões dinásticas ou criação de mesquinhas oligarquias.

    Ora juntando A e B … Não há como desconfiar dos “Skull and Bones”. até apetece dizer: “Ele há piratas, e com gravatas, e usam luvas mas piratas somos nós.”

  2. ana

    Eu acredito que todos devem ter conhecimento sobre a Skull & bones.
    E também a versão dos templarios.

  3. Augusto

    Estamos todos, pobres mortais, sob a influencia desses megalomaniacos, cujo o unico objetivo é subjulgar-nos à uma especie de escravidao, enquanto enriquecem de forma espuria, pois “ELES” que sao bem menos de 1% da populaçao mundial, detem todo o poder concentrado em suas maos (financeiro, midia, religioso e tudo o mais), visto que sao apenas algumas familias de linhagem ligadas a dinastia britanica, oriundas dos illuminatti, fundada em 1786 na antiga Bavaria (Alemanha), ao qual se reunem para cultos satanicos, e com um sarcasmo demoniaco, ficam rindo da nossa cara, nos tratando como idiotas, pois que muito poucos sabem qual seu verdadeiro objetivo –
    Implantar a nova ordem mundial, que nada mais é do que nos tornarem seus escravos para que possam ditar as regras, as normas, e todo o comportamento que devemos seguir, uma ditatura nunca antes vista; fico tremendamente arrepiado so de pensar no que vai ser daqueles que ficarem para ver essas atrocidades que vem pela frente. Só a mais pura fé em Jesus Cristo, poderá nos salvar desses monstros ………….

  4. Ainda não estamos acabados.
    O processo de totalitarismo em curso pela mão desses grupos e das multinacionais que controlam ainda não está completo.
    Ainda há democracia e se as pessoas não se demitirem de exercer os seus direitos democráticos o processo ainda pode ser abortado.

  5. Augusto

    Democracia? Mas que democracia é esta meu amigo? Para quem ela está servindo? Está tudo contaminado como um câncer na nossa sociedade. Temos é que extirpar este mal que assola o mundo inteiro, fazendo com que as pessoas fiquem correndo de um lado para outro, manipulados por essa cortina de fumaça, a qual esses principes das trevas vao nos enganando mais e mais a cada dia.

  6. Brasileira Sim

    Caro Augusto “assim é se assim lhes parece”; quem “deixa” se levar por aparentes ideologias ou modo de vida consumista que só reafirma o poder econômico e social dos tais senhores do mundo (Illuminattis) também tem sua parcela de culpa. Somos livres p/ aceitar ou não uma doutrina que é estranha a nossos princípios, podemos consumir ou não este ou aquele produto, seguir este ou aquele parâmetro econômico.A própria indústria farmacêutica vive da doença. Será q não está no passado respostas p/ este ou aquele problema físico ou psicológico? As vezes é bom ao ínvés de tomarmos um anti-depressivo caro (aumento da receita dos grandes grupos )fazermos uma auto-avaliação e mudarmos o foco do que está nos afligindo? Eu só estou dando um exemplo, pois acredito que se criou uma dependência em todos os campos da sociedade propositalmente. Afinal para tudo que se vende deve haver consumidores certo? Inclusive idéias.
    Na verdade só existe um Poder que é o Nosso Poder de Escolha que o seu ou o meu. Muitas vezes para sermos fieis a nós mesmos podemos parecer estranhos a grande parte da sociedade, mas seremos mais livres, tudo tem um preço e principalmente somos o que pensamos ser. Quando começamos a refletir e comparar, começamos a vislumbrar que também se pode ter liberdade, enfim bem vindos a Matrix.

  7. ola amigos…aonde baixo esse filme ???? amigos ???

Deixe uma Resposta para Clavis Prophetarum Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: