4. As Origens da Escrita Cónia; 4.3. Origem no Mar Egeu

A origem da Escrita Cónia tem como outra fonte provável a região do Mar Egeu. Esta importação – a ter realmente ocorrido – teria tido lugar no segundo milénio a.C. sofrendo posteriormente grandes influências da Escrita Fenícia. Esta é, resumidamente, a tese do maior especialista espanhol da Escrita Ibérica, Gomez Moreno, uma tese que partilha com o português Rogério Azevedo. Segundo a proposta de Gomez Moreno, a Escrita Cónia seria um silabário desenvolvido no sul da Península no decorrer da Idade do Bronze. E contudo, apesar de todo o prestígio destes historiadores a sua posição não tem sido consensual. De entre os seus críticos destaca-se o nome de Javier de Hoz, que reuniu contra a teoria da origem Egeia da Escrita Cónia um conjunto de argumentos. Hoz começou por destacar a originalidade intrínseca da Escrita Cónia, uma originalidade muito evidente na presença inquestionável nesta escrita de caracteres de origens diversas, grega e fenícia, nomeadamente. Aprofundando depois a sua crítica, Hoz destacaria ainda a existência nesta teoria de incompatibilidades estruturais, sobretudo na notação das consoantes não-oclusivas e na redundância de signos que é particularmente rica nas inscrições cónias, pormenores importantes que abalam a coerência interna da teoria de Gomez Moreno.

Categories: A Escrita Cónia, História | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “4. As Origens da Escrita Cónia; 4.3. Origem no Mar Egeu

  1. Algumas das minhas interrogações sobre a ES, em: http://www.fcastelo.net/cemal/acercaEscritaSW.html
    Algumas “certezas” de um meu familiar acerca do mesmo assunto: http://www.fcastelo.net/cemal/konii.html

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: