O Sky-X da Alenia: O primeiro passo italiano para um UCAV


(http://www.flightglobal.com)

A Alenia Aeronautica está a avaliar a possibilidade de criar uma nova configuração para o Sky-X, um demonstrador de UCAV (“Unmanned Combat Air Vehicle”). A nova versão do aparelho aumentará o seu raio de alcance de uma forma muito significativa, transformando-o em algo que se assemelhara a:

A nova versão além de uma maior autonomia será também capaz de cumprir com mais eficácia um vasto leque de operações de vigilância.

Na segunda metade de 2007, a Alenia vai começar a trabalhar no desenvolvimento seguinte deste programa de testes, um UCAV puro e o sucessor directo do actual demonstrador tecnológico Sky-X.

A Itália coloca-se assim na vanguarda das empresas aeronáuticas que estão a tentar fabricar um caça automático (UCAV) e alinha naquele que será o grande mercado de exportação dos próximos anos… É que treinar hoje em dia um piloto é uma tarefa longa, exigente e extremamente dispendiosa… E nada recompensa a perda da vida do piloto, quando esta é perdida, razão pela qual a fórmula dos UCAV é cada vez mais apelativa…

Fonte: Flight International

Acha que o UCAV serão os aviões de combate do futuro?
1) Sim
2) Não

View Results

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 5 comentários

Navegação de artigos

5 thoughts on “O Sky-X da Alenia: O primeiro passo italiano para um UCAV

  1. De facto os UCAV, serão os caças do futuro. Mas quanto a mim nunca uma máquina controlada à distância ou através de inteligência artificial, será mais eficiente que um humano no centro da acção…
    Um Abraço.

  2. Só mesmo por razões economicas esse será o futuro já que como diz o outsider penso que nunca serão tão eficientes como um avião pilotado por um piloto qualificado.
    abraços

  3. mas estes UCAVs não são totalmente automatizados… ao que sei, pressupõe sempre um controlo remoto, a partir de terra. Ou seja, existe o piloto, mas este está seguro, dentro um Bunker.

  4. Os ingleses já usam drones em combate terrestre no Afeganistão. Colam uma bomba de C4 no drone de reconhecimento e quando localizam uma trincheira è só fazer um ataque kamikaze, o que pelos vistos fica mais barato que um míssil.
    Ora se os operacionais no terreno já estão a usar veículos deste tipo de forma ofensiva è certo que quando surgirem aparelhos específicos para o efeito eles vão ser um sucesso. Basta ver que drones são mais furtivos, mais baratos, não implicam risco de vidas humanas e podem ser pilotados por qualquer recruta que tenha tido uma playstation em casa.

    Os ACAV, especificamente, parecem-me pouco desenvolvidos, mas mesmo estes primeiros modelos têm a vantagem de serem imunes aos radares actuais.

    Quanto à forma de comando creio que se tem demonstrado que os drones devem ser “pilotados” por duplas de controladores encarregues de pequenos grupos entre 4 a 6 drones especialistas (p.e. reconhecimento, contra medidas, longo alcance, curto alcance). Interessante è que se tomou em conta as regras da robótica de Azimov, a IA pode tomar conta de todas as operações excepto a ordem para disparar que tem forçosamente que vir de um humano.
    Deixa ver se tenho alguns bookmarks..

    http://www.defensetech.org/archives/cat_drones.html

  5. não sabia deste carácter inventivo dos ingleses… e se é mais barato e igualmente eficiente, porque não? os soldados no terreno conseguem sempre encontrar soluções que os teóricos e os engenheiros nunca se lembraram… ao fim ao cabo a necessidade aguça o engenho, não é?
    e acho muito bem… robots a matar seres humanos é algo profundamente repugnante e perigoso!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: