Cronologia e descrição das viagens ao arquipélago da Madeira

Em 1931, historiadores italianos afirmaram o Achamento por dois genoveses vindos das Canárias. Mas se assim fosse no momento em que o Infante Dom Henrique anuncia à Europa o Domínio Português sobre as ilhas nenhuma voz genovesa aparece a defender os seus direitos de prioridade.

Cronologia das viagens à Madeira:

Antes de 1418:
Com: Machim (?)
Objectivo: ?
Detalhes: ?

1418:
Com: Gonçalves, Teixeira e Tristão Vaz.
Objectivo: Porto Santo.
Detalhes: Desentende-se, regressando ao fim de dois anos ao reino.

1420 (segundo Valentim Fernandes):
Com: Bartolomeu Perestrelo e J. Gonçalves.
Objectivo: Porto Santo e Madeira.
Detalhes: Bartolomeu Perestrelo regressa de Porto Santo a Portugal, os outros dois navegadores passam à Madeira iniciando o seu povoamento.

1419 (segundo Alcoforado):
Com: João Gonçalves, Juan de Amores e Alcoforado.
Objectivo: Porto Santo e Madeira.
Detalhes: Visitam primeiro o Porto Santo, observam no horizonte um “negrume” que
os leva até à Madeira. Esta descrição teria sido escrita por uma testemunha ocular e a versão aqui veiculada opõe-se à da Crónica da Guiné, que teria
sido alterada por motivos de ordem política.

A descoberta do arquipélago da Madeira:

A Relação de Diogo Gomes não deve ser tomada em conta visto que o autor se limita a escrever que no tempo do Infante uma caravela teria sido arrastada por uma tempestade até essas ilhas:
-> Nesta Relação, Zarco e Tristão aparecem como povoadores.
João de Barros repete a ideia de uma “tempestade providencial”. Fala igualmente de “passagem” e à semelhança de Diogo Gomes também não fornece elementos cronológicos.
-> 1ª viagem de Zarco e Tristão a Porto Santo;
-> 2ª viagem de Zarco e Tristão a Porto Santo;
-> 3ª viagem a Porto Santo “passando”daí à Madeira.

Categories: Economia, História, Os Descobrimentos Portugueses, Sexo Tântrico e Budismo | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on “Cronologia e descrição das viagens ao arquipélago da Madeira

  1. Haverá alguma coisa que tenhamos feito ou alguém famoso em Portugal que os Italianos não venham dizer que descobriram primeiro ou que é Italiano?
    abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: