Daily Archives: 2007/01/31

O artigo 21 do Código do Trabalho: “Confidencialidade de mensagens e de acesso a informação”

“Artigo 21º

Confidencialidade de mensagens e de acesso a informação

1 — O trabalhador goza do direito de reserva e confidencialidade relativamente ao conteúdo das mensagens de natureza pessoal e acesso a informação de carácter não profissional que envie, receba ou consulte, nomeadamente através do correio electrónico.

2 — O disposto no número anterior não prejudica o poder de o empregador estabelecer regras de utilização dos meios de comunicação na empresa, nomeadamente do correio electrónico.”

Este interessante artigo pode ser encontrado no Código do Trabalho actualmente em vigor… Conheciam este artigo? É claro que o dito não cobre a actividade de Browsing, mas estará esta implícita se fôr aqui acedido um sistema de Webmail como o Gmail ou o Webmail da IOL/Netcabo?

Conhecia este Artigo do Código do Trabalho?
1) Sim
2) Não
View Results
Anúncios
Categories: A Escrita Cónia, Informática, Sociedade Portuguesa | 2 comentários

sQuid S1-44: A que força pertencem estes soldados?

Categories: Delírios, sQuids S1 | 24 comentários

O Brasil: A Terceira Superpotência Mundial do Século XXI? (resposta a comentário do “Ultramar”)

A partir de alguns extractos do comentário do “Ultramar” vou passar a redigir um comentário mais alargado, que analisarei ponto a ponto e que pretende abordar a presente situação das forças armadas brasileiras na América do Sul.

Diz o “Ultramar”, respondendo a um comentário do “Anónimo”:

“Mas o Leopard no exército brasileiro é uma solução momentânea, provisória, baseada, principalmente, na situação dos exércitos vizinhos. Por que o Brasil vai comprar tanques que assustem os vizinhos e gerem uma corrida armamentista?”

Não vou responder pelo “Anónimo”, é claro! 😉 mas gostava de comentar esta interessante intervenção do “Ultramar”:

Actualmente, somente o Chile vai reforçar a curto prazo a sua arma blindada com a aquisição de 100 ou 300 (segundo outras fontes) MBTs Leopard 2A1, coadjuvados por 135 novos APC M-113 Lynx. Três centenas de Leopard 2A1 (um modelo superior ao brasileiro) é um exagero e provavelmente é uma informação falsa…

Esta é a informação presente na Wikipedia:

  • Brazil Brazil (128 Leopard 1A1 and 240 Leopard 1A5)
  • Chile Chile (202 Leopard 1V´s)

Juntamente com os novos F-16 e com as suas novas fragatas esta lista de balanço de forças arrisca-se a uma severa alteração alterado este ranking comparativo das potencias militares da América do Sul…

A Venezuela alinha actualmente 81 MBTs franceses AMX-30, 36 AMX-14, 80 Scorpion e ainda 75 M18 Hellcat e Argentina com 200 TAM, 100 SK-105 Kurassier e 50 AMX-13/105, pelo que se encontram quer em qualidade, quer em quantidade, bem atrás do Chile e do Brasil.

No mar, o Brasil prepara-se para comprar os novos cinco submarinos IKL209 e vai concluir a construção da corveta V-34 “Barroso”, mas os seus parceiros sul-americanos estão também aqui a recuperar o seu atraso… O Peru adquiriu duas fragatas italiana Lupo e deverá adquirir mais duas unidades semelhantes. O Chile opera agora dois dos mais modernos submarinos de ataque do mundo, os Scorpene e completou-os com 4 fragatas holandesas, que deverão ser reforçadas com 3 fragatas britânicas Type 23. A Venezuela ainda não decidiu se ficará com Scorpene ou se com os submarinos russos Amur. A vizinha Argentina apenas terminou a construção da corveta Meko 140 pelo que deverá perder “pontos” neste balanço de poder na América do Sul…

“Não falta ao Brasil, uma das maiores economias do mundo, condição de comprar os melhores equipamentos militares do mundo, ainda que não em grande quantidade. Qualquer português que conheça bem o Brasil, está ciente disso. Porém, isso geraria críticas, acusações, suspeitas, corrida armamentista na região…O Brasil sempre procurou mostrar-se com excepção dos governos militares) confiável e não assustador para seus vizinhos.”

O problema está em que nos últimos 20 anos, mas especialmente nos últimos 5, o Brasil deixou-se ultrapassar nesta onda armamentista que percorre a América do Sul, e especialmente o Chile e a Venezuela (esta última financiada pelos seus petrodólares). É certo que o Brasil não tem conflitos militares em potencia com nenhum dos seus vizinhos, mas a onda de “esquerda populista” que tomou a sua maioria e o tradicional alinhamento do Brasil com as políticas dos EUA poderá colocar-lhe problemas com as fronteiras com a Bolívia e com a Venezuela, a breve prazo… E o Brasil tem ainda que defender a sua extensa e deserta fronteira amazónica, precisando para isso de forças móveis, de selva e de um correcto posicionamento de meios aéreos.

“Agora é que, com o armamentismo de Hugo Chaves, o Brasil parece movimentar-se, de forma mais rápida, a melhorar a qualidade e a quantidade de seus armamentos, por segurança. Também se procurou no Brasil, sempre, gastar o máximo com o povo e o mínimo com armas, ao contrário de tantos outros países. Por isso é que o Brasil é um dos países que menos gastam com armas, em relação ao seu PIB. E 240 tanques Leopard 1A5 são suficientes, um número considerável para o sul da América, neste momento, principalmente se forem actualizados; mas apenas 37 tanques Leopard 2A6 é muito pouco para a Europa, Anónimo…”

É bem verdade… Tanto mais que as barreiras naturais (grandes rios e altíssimas montanhas) dificultam o uso do tanque pesado na América do Sul… e as grandes extensões da América também… Apesar disso 230 Leopard 1A5 são significativos, mesmo para o teatro europeu! A Espanha, por exemplo (nosso vizinho…) opera 90 AMX 30E, 244 M60 A3TTS, 108 Leopard 2A4, 219 Leopard 2A6 e 84 VRC-105B1, MBTs melhores, mas incluindo ainda muitos de classe semelhante aos vossos 1A5… Portugal vai substituir os seus 100 M-60 por 37 Leopard 2A5… Excelente MBT, mas em muito (demasiado) escasso número.

Conclusão:

O Brasil tem na América Latina uma posição ímpar. É uma das quatro potencias emergentes (BRIC: Brasil, Rússia, Índia e China), sendo destas a maior potencia agroindustrial, o que num mundo onde a escassez de alimentos e água será cada vez mais importante tenderá a ser uma potencia cada vez mais mundial e menos regional.

A força económica do Brasil não cessa de crescer, mas existem ainda enormes problemas sociais provocados pelas gigantescas desigualdades sociais e um número crescente de organizações criminosas cada vez mais poderosas. Se o Brasil conseguir resolver estes grandes problemas sociais que prejudicam seriamente o seu desenvolvimento e vencer uma timidez na arena internacional que o tornam num país muito menos activo diplomaticamente do que deveria ser, quer pelo seu peso demográfico, quer pelo seu crescente peso económico, estaremos perante a…

Terceira Superpotência do Século XXI?

(P.S.: A “Europa” não conta, porque não tem ainda, nem terá tão cedo, uma força militar unificada…)

Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional | 136 comentários

Quid S6-16: Que submarino era este?


Dificuldade: 2

Categories: Quids S6 | 16 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade