Daily Archives: 2007/01/30

O Açúcar da “Papisa Joana”

Ando agora a ler a biografia romanceada da misteriosa e polémica “Papisa Joana” numa edição da Presença (ver AQUI). O texto surge recheado de alusões “feministas” sobre os escassos (nulos?) direitos humanos das mulheres na época, infelizmente perfeitamente correctas no contexto social da Alta Idade Média carolíngia, mas numa das primeiras páginas do livro dei com um erro de palmatória… (ver AQUI)

Joana, a futura papisa, ainda menina entra no salão do Bispo, que fundou a Escola onde irá estudar e encontra um fausto banquete a decorrer… E sobre a mesa vários doces… feitos de açúcar. A palavra açúcar fez logo tocar umas campaínhas cá dentro, porque não me pareceu que fosse conhecido na Europa do século VIII d.C. Os próprios árabes e egípcios aprenderam com os persas a produzir açúcar sólido, mas apenas no século X d.C. e a introdução do dito na Europa ocorreu apenas por volta do século XIII, mas somente no século XV é que haveria de conhecer uso corrente entre os europeus… Como num banquete “bispal”…

Enfim. Um erro. Compreensível, mas ainda assim um erro que mancha um livro que nos demais aspectos me parece absolutamente correcto e históricamente certeiro.

Enfim… Erro mais crasso, só mesmo aquele que alguém cometeu sobre os… crotalus

(ainda se lembram?)

Já leu o livro «A Papisa Joana»?
1) Sim
2) Não

View Results

Anúncios
Categories: Alquimia, Economia, História, Livros | 10 comentários

Quem quer ir ao Espaço? O concurso AMD-Microsoft e o vôo no Rocketplane XP

Numa manobra de promoção ao novo Sistema Operativo de Redmont, o Windows Vista, a Microsoft anunciou que iria financiar uma viagem ao Espaço a quem fosse capaz de desvendar um enigma que será incluído no jogo “Vanishing Point“.

A Microsoft vai oferecer uma viagem espacial a que vença o passatempo e resulta de uma parceria entra a AMD e a Microsoft e será cumprido no vôo espacial da empresa privada Rocketplane.

O veículo usado será o “Rocketplane XP” com quatro lugares, asa delta e cauda em V. O aparelho será propulsionado por duas turbinas a reacção convencionais e um motor foguete, permitindo-lhe acelerar até às 2386 milhas/hora e alcançar uma altitude suborbital de 100 Km. O veículo deverá então manter em ausência de peso entre 3 a 4 minutos.

Agora… Só falta decifrar as pistas que a Microsoft deixou online…

Fonte: RocketPlane

Era capaz de comprar um bilhete para um vôo subespacial?
1) Sim
2) Não

View Results

Categories: SpaceNewsPt | 4 comentários

sQuid S1-43: Como se chama este porta-aviões?

Categories: Delírios, sQuids S1 | 6 comentários

O “PAK FA”, o caça de Quinta Geração Russo (Su-47 e MiG 1.44)


Projecto Sukhoi Su-47: (http://www.deagel.com)


Projecto Mig 1.44 (http://www.deagel.com)

O projecto PAK FA é a tentativa russa de construir um caça de Quinta Geração que está a envolver as três maiores construtoras russas: Mikoyan, Yakovlev e Sukhoi. “PAK” significa “Perspektivnyi Aviatsionnyi Kompleks Frontovoi Aviatsyi“, ou seja “Futuro Complexo Aéreo para as Forças Aéreas Tácticas”.

O PAK FA deverá substituir os aparelhos MiG-29 e Su-27 ainda em serviço em grandes números na Força Aérea Russa e deverá ter o seu primeiro vôo em finais de 2007, entrando em serviço algures entre 2012 e 2015.

O projecto começou nos finais da década de 80, ainda durante a existência da União Soviética e ao desafio do Governo responderam as fábricas Sukhoi com o Su-47 e a Mikoyan com o Project 1.44. Só em 2002, é que, contudo houve alguma decisão, sendo a Sukhoi seleccionada para dirigir a concepção do aparelho, mas foi decidido que este deveria incluir tecnologia das duas propostas, fundindo-as numa única, ainda que sob a direcção da Sukhoi.

Sabe-se muito pouco do projecto PAK FA… Mas é quase certo que deverá incluir tecnologia furtiva, ser muito rápido, capaz de operar os mísseis ar-ar, ar-terra e ar-mar mais sofisticados, assim como incluir um radar AESA. A propulsão estará a cargo de um motor AL-41F ou de uma sua variante mais avançada.

Actualização: clique AQUI !

Fontes:

Wikipedia

http://www.deagel.com/Strike-and-Fighter-Aircraft/PAK-FA_a000333001.aspx

Qual deverá ser a selecção do Programa FX-2?
1) Rafale C
2) Typhoon
3) Gripen N
4) F-16C Block 60
5) F-18E/F
6) F-35 Lightning II
7) Sukhoi Su-35

View Results


Categories: Brasil, DefenseNewsPt | 76 comentários

Quid S6-15: Que avião é este?


Dificuldade: 4

Categories: Quids S6 | 7 comentários

A China coloca a sua Marinha de Guerra como a prioridade número um para os próximos anos


Destroyer Lança-Mísseis chinês “Shenzhen” (http://www.warshipsifr.com)

Segundo um documento oficial do Governo Chinês, a China enfrenta importantes desafios de segurança internacional, como a possibilidade da independência de Taiwan, o programa nuclear da Coreia do Norte e o reforço da aliança Japão-EUA como factores que deverão obrigar a China a aumentar o seu poder militar.

Desde 1990, o orçamento militar da China tem crescido 15% todos os anos, alimentando a modernização do maior exército do mundo, forte de 2,3 milhões de homens, que, apesar deste tremendo esforço financeiro, continua a ser um dos mais obsoletos do mundo.

O documento coloca como a grande prioridade a necessidade de aumentar a capacidade chinesa de travar guerras de Alta Tecnologia e de vencer um conflito naval. Precisamente as duas áreas onde o Exército de Pequim está em maior desvantagem actualmente.

Especial enfoque vai ser dado ao rearmamento naval, considerado até hoje como o parente pobre das forças armadas chinesas. E vai permitir à China projectar de uma forma mais eficiente e ampla a sua influência no mundo.

Neste sentido as recentes deslocações de forças navais chinesas para o Índico e o recente incidente com a intercepção de um Porta-aviões americano por um submarino chinês enquadram-se nestas novas ambições chinesas e mostram como é perigoso vender tecnologia e armamento de ponta para a China… Já que essas potencias que vendem este equipamento (a Rússia, sobretudo) cedo terão que enfrentar a influência marítima chinesa que ajudaram a erguer…

Fontes:

SinoDaily

NavyLeague

Concorda com a exportação de tecnologia militar para a China?
1) Sim
2) Não

View Results

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade