Marrocos vai comprar 18 Rafale à França ou… não?

A empresa francesa Dassault vai vender a Marrocos 18 caças Rafale. Marrocos tornar-se -ía assim o primeiro cliente estrangeiro para este caça francês, um dos mais modernos caças da actualidade e colocando a Real Força Aérea Marroquina como a força aérea africana mais bem equipada do continente (em termos meramente qualitativos, já que o Egipto e a África do Sul têm melhores pilotos e equipamentos mais numerosos).

Esta venda é crucial para a Dassault, depois do falhanço das negocações com a Coreia do Sul, a Holanda, Arábia Saudita e Singapura.

A aquisição teria sido financiada pela Arábia Saudita e teve como principal motivação a recente aquisição de 60 aviões russos pela Argélia (ver AQUI), nomeadamente de 40 caças MiG-29SMT-2 e de 28 caças Sukhoi-30MK. O governo francês, por intermédio de François Lureau do Ministério Françês da Defesa, admitiu que a França deveria exportar perto de 80 Rafales para o Qatar e para a Líbia.

A aquisição destes Rafale coloca uma séria ameaça também para a Espanha, que mantem vários diferendos territoriais no norte de Marroco, em Ceuta e Mellila, mas também para Portugal, cujos 40 F-16/MLU começam a ser perigosamente ultrapassados por todos os vizinhos regionais, desde a Espanha (sempre foram), e passando pelo Marrocos (Rafale) e Argélia (MiG-29 e Su-30MK)…

Felizmente, o treino da FAP continua a produzir melhores pilotos e isso deve assegurar uma vantagem considerável num possível conflito aéreo com Marrocos ou com a Argélia.

É claro que a FAP não tem F-16 em Porto Santo… Perto destes dois países… Mas devia!

Fica a questão de saber como é que Marrocos vai conseguir pagar a cara manutenção destes aparelhos, já que quem os pagou foi a Arábia Saudita, precisamente porque os aparelhos são demasiado caros para o exaurido reino hachemita…

A notícia tem sido contudo desmentida em várias fontes:
http://www.lejournal-hebdo.com/article.php3?id_article=8481
http://www.aeronautique.ma/Dassault-dement-la-vente-d-avions-Rafale-au-Maroc_a140.html

Contradizendo estas outras fontes…
http://www.aeronautique.ma/Le-Maroc-pourrait-acheter-12-a-18-Rafale-de-Dassault_a135.html
http://www.algerie-dz.com/article5565.html
http://www.algerie-dz.com/article2193.html

Em que ficamos?

Acha que Marrocos pode ser uma ameaça militar para Portugal?
1) Sim
2) Não

View Results

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 13 comentários

Navegação de artigos

13 thoughts on “Marrocos vai comprar 18 Rafale à França ou… não?

  1. Rui, espero que nunca tenhamos de combater contra Marrocos ou contra outro qualquer país. Sou a favor da paz e só de pensar que entrariamos em guerra me faz ficar doente.
    abraço

  2. Pedro Tavares

    Eu estou com o Kaos….

  3. mas olhem que a monarquia marroquina é das coisas mais instáveis que há em África… Os islamitas são activos e com uma influência crescente… E não é nada impossível se quando (um dia) se democratizar o regime, os vencedores das eleições sejam precisamente estes radicais… e então estas armas que Marrocos tem na mão podem ser usadas para “libertar” os territórios “ocupados pelos cristão” como as supostamente africanas ilhas da Madeira e Porto Santo…

  4. O Anónimo

    Ou até o nosso querido Alentejo e Algarve, conquistados com sangue, suor e lágrimas aos mouros pelo nosso bravo Rei D.Afonso Henriques!

    Estamos a assistir à Expansão do Islão (aquilo que as arabadas chamam de “Marcha Verde”). O Ocidente que continuem de “bunda mole” que um dia vai vêr!!! E agora não é com lanças, nem cavalos, nem espadas, nem pólvoras!

  5. Silva

    Sempre vi o Gripen como um caça perfeito para Portugal, por ser um país de pequenas dimensões, um caça moderno, bem superior aos F-16, capaz de atuar com inteligência na guerra moderna contra caças superiores e em condições de igualdade e superioridade contra F-16, F-18, Mirages, Tornados, Mig-29… , seria um grande avanço e um bom vetor de dissuasão para Portugual.

  6. Silva: tendo em conta o seu custo e até o raio de acção, concordo consigo, Silva. E contudo, receio bem que estejamos mais ou menos agarrados às opções americanas… é que os aviões dos EUA em 2ª mão que Portugal usa, são geralmente cedidos em troca do uso da base açoriana das Lajes pelos EUA, e este foi o caso dos actuais F-16… Pessoalmente, acho que até não são má opção, especialmente agora que têm o upgrade MLU e o seu número é até aceitável para as nossas necessidades (embora devesse haver mais uma esquadra para cobrir as ilhas)

  7. Pedro Daniel

    Esta notícia já me tá a dar dores de cabeça!!!”entregue”por mail através de 1grande e “Velho”Amigo, é de por os cabelos de qualquer 1 k7se recuse a comer da palha que tantos nos querem dar,e olhar ao k/realmente INTERESSA para nós e para o nosso Portugal ,e Europa que desejamos habitar(em Paz já agora e se possível,assim como deixar aos nossos um dia…!)é triste,profundamente triste!!!!A Europa velha e com os seus países e sua História antiga,e que não se consegue entender,enquanto subterrâneamente inimigos antigos da nossa Civilização,aproveitam-se todos os dias da nossa desatenção,assim como das nossas Democracias(algumas ainda na sua infancia…)e;enfim…!!!!não vos maço+!!!!(ainda bem que vos li;afinal há seres pensantes entre os Cidadãos Anónimos de Portugal…!!!! )

  8. Golani

    o Sarkozy está em Marrocos, parece que o Rafale está fora da corrida, preferem o F-16

    ainda assim, parece que conseguiram vender o TGV aos marroquinos … ehehe

    Recentemente, Singapura optou pelo F-15 em detrimento do Rafale

    os tipos não conseguem exportar um único avião

  9. ed

    BRASIL :
    Sarkozy fala publicamente que está disposto a vender tecnologia dos Super Pumas, Rafales e Scorpenes.

    Boas noticias para quem acompanhou a viajem de jobim para frança e russia
    Brasil comprou 50 cougar, já certos 20 para fab até 2010 será entregue o 1 lote e o ultimo em 2020. Todos produzidos no brasil.

    Brasil vai de sub françes, será scorpone ou marlin???
    Quantas unidades, 1, 2 ou 6

  10. ed

    Nenhu comentario sobre caças, será que a russia esta disposta a produzir os caças e as peças deles aqui no brasil?? e os franceses???

    Oque a Rice veio fazer no brasil, vender f-16????

    estas perguntas não querem calar, más a resposta so deverá vir no dia 7 de setembro de 2008 quando o projeto PAC DAS FORCAS ARMADAS será lançado até lá tudo e converça e boato.

  11. brasil so compra porcaria estrangeira enves de produzir detro do propio brasil

  12. gaitero

    Infelismente, dos anos 80 para cá, o Brasil deu tão pouca atenção para as forçar armadas, que a única maneira de recuperar nossa capacidade de produzir equipamentos, é adquerindo tecnologia de outro país e isto infelismente só ocorre, com a compra em larga escala de equiapmentos militares, eu aposto que a parceria com a França renderá bons frutos, tanto para o Brasil quanto para a França, por isto acho que em breve teremos um grande numero de equipamentos made-in-frança, circulando por estas bandas…..

  13. veja-se o exemplo chinês: em menos de 15 anos, graças aos Su-27 lograram recuperar um avaço de mais de 30 anos! recordemo-nos que antes deles, ainda fabricavam variantes do MiG-21 como o seu avião de primeira linha…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: