Daily Archives: 2007/01/27

O Ministério Público afirma que os Gomes “receberam a menina quando não existia paternidade estabelecida e predispuseram-se a integrá-la no seu lar e a criá-la como filha”

“Para o procurador do Ministério Público junto do Tribunal de Torres Novas, Dinis Cabral da Silva, o arguido e a sua mulher (que se encontra em parte incerta com a menor) receberam a menina quando “não existia paternidade estabelecida” e predispuseram-se “a integrá-la no seu lar e a criá-la como filha”. Essa situação criou “expectativas e um sentimento de pertença que não souberam gerir quando, alguns meses depois, foi determinada a paternidade sobre a menor e o pai biológico começou a reclamá-la”, considera o procurador.”

E assim cai a tese do “rapto da menor” defendida por alguns, onde se destaca a figura do antipapa da Blogoesfera que dá pelo nome de Pacheco Pereira. Afirma esta corrente que a situação de Esmeralda (a menina que faz em Fevereiro cinco anos) seria comparável à de uma criança de 3 meses que ser raptada por estranhos num supermercado e ser apenas recuperada pela polícia cinco anos volvidos. Nada de comparável! Em primeiro lugar, quando a menina foi entregue ao casal Gomes, o pai não a tinha ainda reconhecido, e logo, estava fora da equação, em segundo lugar, a mãe entregou-a voluntariamente (e não há provas de que a tenha “vendido”) e em terceiro lugar, a menor ainda não tinha consciência de quem eram os seus pais (dos quais aliás ainda só conhecia a mãe), logo não se sentiu “raptada” ou “levada contra sua vontade”. “Raptada” e “levada contra sua vontade” é o que vai sentir se a Judiciária der cumprimento à sua reputação de excelência e acabar por localizar e tirar dos braços da sua “mãe adoptiva” a menina…

Isto mesmo reconhece agora o Ministério Público quando afirma que “receberam a menina quando “não existia paternidade estabelecida” e predispuseram-se “a integrá-la no seu lar e a criá-la como filha.”

Fonte: http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1283530

Chamo a atenção para a Petição Online em Libertem Luís Gomes e Mudem a Lei que pretende recolher assinaturas para forçar a Assembleia da República a mudar os artigos do Código Civil:

1974.º, 1978.º, 1979.º, 1980.º, 1983.º e 1992.º do Código Civil, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 47 344, de 25 de Novembro de 1966, alterado pelos Decretos-Lei n.ºs 67/75, de 19 de Fevereiro, 261/75, de 27 de Maio, 561/76, de 17 de Julho, 605/76, de 24 de Julho, 293/77, de 20 de Julho, 496/77, de 25 de Novembro, 200-C/80, de 24 de Junho, 236/80, de 18 de Julho, 328/81, de 4 de Dezembro, 262/83, de 16 de Junho, 225/84, de 6 de Julho, 190/85, de 24 de Junho, Lei n.º 46/85, de 20 de Setembro, Decretos-Lei n.ºs 381-B/85, de 28 de Setembro, 379/86, de 11 de Novembro, Lei n.º 24/89, de 1 de Agosto, Decretos-Lei n.ºs 321-B/90, de 15 de Outubro, 257/91, de 18 de Julho, 423/91, de 30 de Outubro, 185/93, de 22 de Maio, 227/94, de 8 de Setembro, 267/94, de 25 de Outubro, 163/95, de 13 de Julho, Lei n.º 84/95, de 31 de Agosto, Decretos-Lei n.ºs 329-A/95, de 12 de Dezembro, 14/96, de 6 de Março, 68/96, de 31 de Maio, 35/97, de 31 de Janeiro, 120/98, de 8 de Maio, Leis n.ºs 21/98, de 12 de Maio, 47/98, de 10 de Agosto, Decreto-Lei n.º 343/98, de 6 de Novembro, Decretos-Lei n.ºs 272/2001, de 13 de Outubro, 273/2001, de 13 de Outubro, 323/2001, de 17 de Dezembro, e 38/2003, de 8 de Março.

Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 6 comentários

Os dois novos porta-aviões da Marinha Indiana: o NS Vikramaditya e o “Projecto 71” (IAC)

Os trabalhos de actualização que decorrem no novo porta-aviões da Marinha Indiana, o ex-russo INS Vikramaditya estão muito atrasados em relação ao calendarizado.

O porta-aviões da classe Kiev está a ser transformado no estaleiro russo de Sevmashpredpriyatiy em Severodvinsk no norte da Rússia, mas foram encontrados alguns problemas estruturais no navio que vão atrasar significativamente a sua entrega à União Indiana. As reparações deveriam estar concluídas até 2008, quando o único porta-aviões indiano, o INS Viraat será abatido à frota.

INS Viraat
(INS Viraat)

A Marinha Indiana, no entanto, alega que ela recebeu garantias do governo russo que a conversão e o comissionamento do navio estariam finalizados no prazo em 2008 quando o até então único porta-aviões indiano, o INS Viraat, estará pronto para a aposentadoria.

O novo porta-aviões, o INS Vikramaditya deveria entrar em serviço em 2009, depois de sofrer uma reforma completa.


(INS Vikramaditya, o ex-russo Gorshov)

O porta-aviões foi comprado pela Índia por cerca de 625 milhões de dólares e deverá ser equipado com 20 caças MiG-29K


(Projecto 71: IAC)

Prossegue entretanto a construção do porta-aviões indiano Projecto 71 (Indigenous Aircraft Carrier), já com um atraso de dois anos em relação ao calendarizado e deverá entrar em serviço apenas em 2014. O navio devrá ser equipado com 12 MiG-29K e um número não especificado de aviões Sea Harrier FRS Mk 51, para além de 10 helicópteros Kamov Ka-31.

Fonte: Indo-Asian News Service

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 5 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade