Daily Archives: 2007/01/23

Morangos com Açúcar: Análise a um episódio dos ditos…


(WeHaveKaosInTheGarden!)

Ontem, tive oportunidade pela primeira vez de ver um episódio dos Morangos com Açúcar quase completo. Até hoje, tinha visto apenas segmentos isolados, em dias diferentes, mas nunca um episódio completo. Assim, posso fazer a minha análise, com mais conhecimento de causa… Em primeiro lugar, esta análise é necessária porque quer queiramos quer não, estamos perante um Fenómeno de Massas, iniludível e incontornável entre a juventude portuguesa de hoje, em segundo lugar, esta análise é também útil para compreender a forma como se faz “televisão de sucesso” em Portugal…

1. Os cenários imaculados

Todos os cenários dos MCA são demasiado limpos… Demasiado cirúrgicos… Demasiado arrumados e imaculados. Aquilo não são cozinhas ou salas onde vive gente. As paredes são tão limpinhas, os sofás tão arrumados e os pratos tão ordenados que é impossível a alguém humano viver naquelas “casas”… São cenários demasiado artificiais e irrealistas e neste aspecto, revelam a grande imaturidade da Ficção que se vai fazendo em Portugal. De facto, parecem mais aquários onde andam peixinhos vermelhos do que casas onde moram gente verdadeira…

2. O centro dos enredos: os namoros

Toda a trama foi construída em torno das relações interpessoais de dezenas de personagens que interagem fundamentalmente namorando, tentando roubar namorados ou namoradas alheias e ajudando ou prejudicando os amigos e familiares nos mesmos intentos. Aqui penso que a série até que é realista… Nas idades dos personagens o aspecto do relacionamento sexual é o aspecto predominante na psiqué de qualquer jovem emocionalmente saudável. Nada a dizer neste aspecto.

3. Os pais e o Estarola

No episódio que vi, aparecia uma cena em que uns pais colocavam de castigo um jovem que deixara de estudar, e optara por ficar em casa sem fazer nada… O dito cujo parasita aparentava ter uns bons 17 anos, boa idade para trabalhar, portanto. Os pais encaravam a situação com alguma bonomia, proibiam-no de ir a festas, mas pareciam limitar a sua resposta a este aspecto… Havia aqui uma nítida e devida crítica por parte do argumentista a este tipo de atitude, mas os pais pareciam-me mais Kool do que devia ser… Ou agora é suposto reagirmos assim (sou pai) perante energúmenos destes ou então os autores não ousaram afrontar o seu público-alvo com uma atitude crítica mais evidente. Bem merecida, neste caso… É certo que actualmente, 78% dos jovens até aos 39 anos ficam em casa dos pais, quer porque cada vez é mais difícil encontrar emprego (2/3 dos jovens estão empregados a Termo), quer porque o custo das habitações continua estupidamente alto, mas ficar em casa, sem fazer nada… Sem sequer desenvolver as suas capacidades e competências, estudando num curso técnico ou completando o ensino secundário… É garantir um futuro de falhado, e isso não ficou suficiente claro neste episódio dos MCA.

4. O “colégio”

Todo o enredo deste episódio foi desenvolvido num qualquer “colégio privado”. Parece (li algures) que noutros episódios também surgem cenas e personagens de uma “escola pública”, mas tal não sucedeu neste… E pergunto. Será que a maioria dos jovens deste país frequentem “colégios privados”? O que se pretende aqui? Criar um modelo que não pode ser alcançado pela maioria dos jovens e, consequentemente, favorecer a desilusão a impressão de “falha” porque não se alcançou o Modelo que a Televisão sugere e impõe como “normal”? Já sabemos que muitas famílias vivem muito acima das suas possibilidades para que os filhos possam levar roupas de marca para a Escola, mas agora também querem tornar “Cool” e mandatória a frequência de Colégios Privados?

5. A Festa

Neste episódio, todos os personagens, adultos e juvenis viviam obcecados com a realização eminente de uma qualquer “festa do colégio”. OK! Deve ser mesmo “cota, mas festas, na minha juventude eram mesmo só as de anos dos amigos e não as coisas semi-profissionais que tanto ocuparam do enredo deste episódio. Ou seja, não é uma coisa entre amigos, é uma coisa que mete DJs contratados, espaços reservados, etc, toda a parafernália profissional que se espera que os pais pagam (sob pena de serem rotulados de… Cotas!)

6. O Maniqueísmo das Relações Pessoais

A série parece recheada de personagens ora demasiado “boas” ora demasiado “más”. Ora sabemos que naquilo que alguns dizem que existe e que se chamaria “vida real”, personagens tão maniqueísticas, tão preto-branco, não existem… Todos nós somos “cinzentos”. Temos momentos bons, momentos maus, momento em somos demónios, momentos em que somos boddisatvas… Reduzir um personagem ao seu registo mais absoluto: “bom” / “mau” é reduzir a complexidade e riqueza da vida, é alimentar nos telespectadores a mesma dicotomia nós-outros que conduziu a extremos como os da Alemanha Nazi, em que havia um segmento da Sociedade que era considerado intrínsecamente “mau”: os Judeus. Ninguém, nenhuma etnia ou camada social, é intrínsecamente “má”. Poderá ser nosso inimigo ou inimiga se disputarmos com ele(s) certos interesses ou recursos, mas nunca o será sempre e, sobretudo, nunca o será jamais por natureza, já que todas as pessoas são intrinsecamente… Boas.

7. As duas grandes Ausências: a Cultura e as Preocupações Sociais e Políticas

Este sétimo e último aspecto que gostaria aqui de abordar foi o que mais chocou… Em nenhum ponto deste episódio observei que algum dos personagens presentes, adultos ou jovens, manifestassem qualquer tipo de consciência cívica, política, social ou religiosa. Todos parecem cumprir papéis absolutamente neutros e amorfos nestes campos do Pensamento e da Consciência humana. Ora a Juventude é precisamente a idade dos Homens em que mais brotam e frutificam as grandes Causas, que, frequentemente esmorecem mais tarde, mas é a época das Revoluções, dos Protestos, das Indignações. Nada aqui de semelhante surge no horizonte… Todos estão demasiado preocupados com o “jornal da escola”, com a próxima festa, com esta ou aquela roupagem, ou, sobretudo com o namoro ou namorico de fulano, próprio ou beltrano.

Que qualidade acha que tem a série Morangos com Açucar?
1) Genial
2) Excelente
3) Mediana
4) Medíocre
5)
6) Péssima
7) Telelixo

View Results

Anúncios
Categories: A Escrita Cónia, Sociedade Portuguesa | 14 comentários

Começa a construção dos novos SSNs para a Marinha Francesa: o SSN Barracuda


(http://www.dcn.fr)

A empresa francesa DCN e o seu parceiro Areva vão começar a produção do Barracuda SSN, o primeiro de 6 submarinos nucleares de ataque que deverão equipar a marinha francesa durante os próximos vinte anos.

O contrato total deverá ascender a mais de 8 biliões de euros e este primeiro SSN Barracuda deverá ser entregue em 2016.

O Programa Barracuda vai substituir os submarinos nucleares SSN da classe Rubis, actualmente em serviço e com os seus vinte mísseis nucleares MDCN garantirá à França a dissuasão nuclear, complementados com mísseis de cruzeiro convencionais e mísseis anti-navio SM-39.

Fonte: DCN

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 10 comentários

sQuid S1-36: Que carro é este?

g1.jpg

Categories: Delírios, sQuids S1 | 21 comentários

Hoax: Anna Swelun e o telemóvel oferecido pela Nokia

Um dos mais curiosos Hoaxes que já conheci é um que envolve a conhecida marca finlandesa de telemóveis Nokia…

A mensagem, que circula em versões inglesas, alemães, espanholas e francesas, promete um telemóvel topo-de-gama a quem reenviar a mensagem para oito endereços de mail, ou (noutra variante) para vinte… Usando esta velhíssima técnica, a coisa espalha-se por correio como uma autêntica praga…

Mas se enviarmos um mail a quem na Nokia estará supostamente a organizar a campanha recebemos esta mensagem de volta:

“anna.swelun@nokia.com on 15-01-2007 12:48

The e-mail system was unable to deliver the message, but did not report a specific reason. Check the address and try again. If it still fails, contact your system administrator.

<mail.pt #5.0.0 smtp;550 5.0.0 <>… Anna Swelun does not work for Nokia.If you have received an advertisement with instructions to e-mail her,you have received a HOAX message.This is a virus-type chain letter,which does not originate from Nokia.”

O que é interessante é que os administradores de sistemas de mail da Nokia, alteraram uma mensagem de RCPT especificamente para lidar com esta “Chain Mail”, isto é, quando detectam que alguém está a tentar enviar correio para a dita (inexistente) Anna Swelun, ainda antes da mensagem entrar nos seus sistemas de mail, devolvem-na ao remetente, com esta mensagem padrão que explica que se trata de uma Corrente, sem ligação com a Nokia.

Conhecia este Hoax da Anna Swelun da Nokia?

1) Sim
2) Não

View Results

Categories: Hoaxes e Mitos Urbanos, Justiça | 4 comentários

Quids S6-10: Perto de que cidade fica este forte?

ffnnnfffa.jpg
Dificuldade: 5

Categories: Cinema, Quids S6 | 20 comentários

A Índia vai enviar uma cápsula para testar futuras missões tripuladas


GSLV: (http://www.daviddarling.info)

“A Índia deve lançar para o espaço na semana que vem uma cápsula que deve regressar à Terra, como forma de ensaiar uma missão tripulada à Lua, prevista para 2010. A ideia da Organização de Investigação Espacial Indiana, diz a revista New Scientist, é testar tecnologias para a reentrada e para a recuperação da cápsula onde viajarão os astronautas. Por isso, a cápsula de cerca de 50 Kg deve orbitar a Terra durante 15 a 30 dias, e depois cair na Baía de Bengala. A primeira missão não tripulada é esperada para daqui a 3 anos.”

 

Fonte: Público de 3 de Janeiro de 2007.

Com este plano, a Índia prepara-se para entrar em competição directa com o ambicioso programa espacial chinês que já conseguiu colocar em órbita duas naves tripuladas Shenzhou e que pretende construir uma Estação Espacial e, mais tarde, levar “taikonautas” até ao solo lunar…

A Índia foi recentemente prejudicada pelo falhanço com o seu lançador pesado. O GSLV “Geosynchronous Satellite Launch Vehicle” que deverá ser usado para estas missões tripuladas é um programa de mais de 50 milhões de dólares e em Junho de 2006, o seu fracasso foi um golpe fortíssimo no prestígio desta nova potencia aeroespacial. O mesmo vento de fracasso soprou em 2006, quando um foguetão balístico Agni III falhou e teve que ser detonado prematuramente.

O grande problema indiano está em que em vez de testarem um novo míssil com 10 ou 20 lançamentos antes deste entrar em produção, os indianos realizam apenas 2 a 4 testes e estes têm provado serem insuficientes para corrigirem todos os inevitáves problemas que sempre surgem no desenvolvimento de um sistema tão complexo como um lançador de satélites.

O orçamento total da agência espacial indiana é de 670 milhões de dólares, um valor muito intenso para um país como a Índia, com tantos problemas de Pobreza e Miséria… Mas pelos vistos ou é insuficiente para as suas altas ambições ou então está a ser mal gerido…

Categories: SpaceNewsPt | 6 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade