“O desemprego tornou-se numa doença crónica da economia pós-industrial”

“Uma das raízes está na incapacidade europeia em resolver o tema da imigração. Os filhos e netos dos imigrantes que ajudaram a reconstruir o continente continuam a deparar com dificuldades na integração enquanto se sucedem as vagas de recém-chegados. O desemprego tornou-se numa doença crónica da economia pós-industrial, e com ele escasseiam as oportunidades e surgem novos sintomas de racismo, mesmo em sociedades tolerantes como a holandesa.”

 

Público, 2 de Janeiro de 2007.

Um modelo e paradigma de Sociedade e Economia que é construído contra o Homem e contra a sua Utilidade na actividade económica, promovendo a acumulação de imensas turbas de desempregados crónicos, e que, subsiste aliás desse alto nível de Desemprego, e dos baixos salários e reduzido nível de resistência à supressão dos direitos laborais, está condenada.

Está condenada à extinção, porque a Economia não é coisa diversa do Homem. Não é coisa que possa requerer a chegada de milhões de homens e mulheres em busca de uma vida melhor, para os descartar depois, como se de coisas fossem e se recusar a integrar os seus filhos na Sociedade que a alimenta.

Se o Desemprego é uma doença inevitável na chamada Economia Pós-Industrial, se este é Endémico entre os descendentes das comunidades emigrantes e até nas nacionais, então devemos rejeitar com coisa enjeitada esta dita “Economia Pós-Industrial” e procurar modelos e formas alternativas de produzir riqueza que sejam mais compatíveis com…

o Homem.

Dito.

Anúncios
Categories: Economia, Websites | 1 Comentário

Navegação de artigos

One thought on ““O desemprego tornou-se numa doença crónica da economia pós-industrial”

  1. Há muito que defendo que este modelo economico não serve o homem. Só existe para possibilitar o lucro a uns tantos sacrificando muitos outros. Temos de entender que uma sociedade e o modelo que para ela escolhemos deve ter como base a valorização de todos. Quando os numeros da economia têm mais valor que a vida que deviam servir então é porque o caminho é o errado. Há que mudar de caminho.
    abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: