Dos prejuízos para os utentes das alterações de carreiras nos STCP


(DN)

“Querem tirar os autocarros aos sábados e aos domingos. À noite já não há. Se tiver de ir ao hospital, vou de táxi só com a reforma do meu marido? Apoiada numa negala, Laura Rodrigues, de 74 anos, juntou-se à multidão que, ontem à tarde, bloqueou sete autocarros da STCP.”

Público, 4 de Janeiro de 2007.

As recentes alterações com horários e carreiras nos STPC provocaram o caos e a revolta generalizada nos utentes deste serviço público de transportes rodoviários da região do Porto. A administação tem-se mantido mouca aos protestos, e a Câmara de Rui Rio, muito palavrosa em questões mais polémicas, está estranhamente quieta numa questão que afecta muitíssimo alguns dos seus residentes… Será que Rio não toma a qualidade de vida dos seus munícipes como uma das suas prioridades, ou só lhe interessam os conflitos de escala nacional (Rivoli->Financiamento da Cultura) ou que lhe permitam surgir nos telejornais falando de “assuntos de Estado” . Esta questão, parece-lhe passar ao lado…

E a atitude autista da STCP diz muito da forma de gerir uma empresa pública em Portugal… Em vez de dar ouvidos aos utentes do serviço, que ao fim ao cabo é financiado no essencial pelos Impostos, mais do que pelos bilhetes, a empresa mantêm-se no rumo escolhido – de pendor estritamente economicista – ignorando a radical quebra de qualidade de serviço e confiando que os protestos irão desaparecer com o passar do tempo…

Mas irão mesmo?

Acha que a administração dos STPC vai ceder?
1) Sim
2) NãoView Results
Categories: A Escrita Cónia, Política Internacional, Política Nacional, Sociedade Portuguesa | 4 comentários

Navegação de artigos

4 thoughts on “Dos prejuízos para os utentes das alterações de carreiras nos STCP

  1. coloquei como link no classepolitica o Quintus. espero que não se importe.

  2. ruy: com certeza! vou fazer outro tanto!

  3. Mais uma machadada na qualidade de vida das gentes do Porto. Não sei o que vão fazer a seguir… Será que vai ser precso pagar para andar no Porto? O Sr. Rio que foi tão lesto na qustão do Rivoli devia ao menos dizer de sua Justiça nesta questão.
    Um Abraço.

    P.S.-Rui, muda o título que está STPC em vez de STCP.

  4. Uma vez comprei umas pegas a uma velhota num jardim. “Já ajuda para o taxi” Para o taxi?!, disse admirado pela extravagância do gasto. Ela depois explicou-me que precisava de apanhar um taxi para ir ao hospital. Fiquei caladinho e envergonhado porque percebi que ela já não conseguia deslocar-se de autocarro.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: