Daily Archives: 2007/01/01

A Dívida de Consumo dos portugueses daria para pagar 2 TGVs e 4 OTAs…


(http://www.assoutenti.it)

Só no passado mês de Outubro, o chamado “crédito ao consumo de cobrança duvidosa” subiu mais 57% quando comparado com o mesmo mês de 2005.

Este aumento explosivo resulta em primeiro lugar da permanência da situação de quase estagnação da economia portuguesa e da existência de quase meio milhão de desempregado, legião que as tímidas melhorias dos últimos meses pouco reduziram, mas resulta, sobretudo, da intensa pressão do Marketing dos Bancos que procuram por todos os meios, e recorrendo sem hesitação à mais intensa saturação mediática de sempre a venda de produtos financeiros de “crédito ao consumo”.

Actualmente, já deverão existir alguns bancos a praticarem “dumping” no Crédito à Habitação, e financiando esta actividade através de esquemas como os arrendondamentos que agora vão terminar e com seguros de vida a empresas associadas, por isso, os lucros vigorosos que a Banca registou no ano passado e que bisou este ano devem-se em larga medida precisamente à rubrica “empréstimo ao Consumo”. Não espanta assim que o volume deste incobrável esteja a crescer a este ritmo…

Depois de Guterres ter convencido muitos portugueses de que se encontravam no “pelotão da frente” e da fúria consumista que os Media (via Publicidade) nos enfiam todos os dias pelos olhos dentro, esta desarmonia entre rendimentos auferidos e nível de vida empurrou muitos para as dívidas de consumo.

No total, os portugueses, deviam em Outubro 11,114 mil milhões de euros (4,2% dos quais de cobrança duvidosa). Em comparação, este valor daria para construir dois TGVs… Ou quatro OTAs, como se preferir (eu não prefiro nenhum!)

 

Fonte: Jornal de Negócios

Acha que existe demasiado Marketing para o Crédito ao Consumo?
1) Sim
2) Não

View Results

Make your own poll

Categories: Economia, Websites | 5 comentários

A Índia começa a construção dos seus submarinos franco-espanhóis Scorpene


Submarino Scorpene (http://www.naval-technology.com)

A Índia começou a construção dos submarinos franco-espanhóis Scorpene nos estaleiros de Mumbai.

O acordo, no valor de 2,4 biliões de euros em troca de um pacote inicial de seis submarinos diesel foi assinado em 2005 e inclui também a venda de 36 mísseis Exocet anti-submarino e anti-navio.

Depois destes seis Scorpene, a Índia pensa construir mais 18 unidades do modelo, devendo a primeira unidade entrar ao serviço em 2012.

A Índia opera actualmente 15 submarinos (10 variantes locais do russo “Project 877/Kilo“) e está desde 1985 a tentar construir um submarino nuclear (ver AQUI), mas está insatisfeita com os submarinos de origem russa que opera e receia estar a perder a liderança nessa arma para o Paquistão e para a China, razões que a levaram a investir tão intensamente no excelente Scorpene (que chegou a ser uma opção para a nossa Marinha, aliás…)

Fonte: SpaceWar

Acha que a Índia tem condições para se afirmar no futuro como um contrapoder para a China?
1) Sim
2) Não

View Results

Make your own poll

Categories: DefenseNewsPt, O Código da Vinci | 7 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade