Daily Archives: 2006/12/30

A OPA da Sonaecom sobre a PT e a evaporação da única multinacional portuguesa

Depois de autorizada a Operação Pública de Aquisição da Sonaecom sobre a Portugal Telecom pela Autoridade da Concorrência ficam abertas as portas para o fim da única grande multinacional portuguesa…

Belmiro de Azevedo já deixou em entrevista no último Expresso a indicação de que uma das primeiras decisões de gestão depois de assumir o controlo da PT seria a alienação da Vivo à Telefonica, que aguarda ansiosamente a oportunidade de predar esta importante empresa de comunicações móveis brasileira detida em parte, pela PT… Belmiro foi dizendo que a “Vivo perdeu no ano passado 6% da quota de mercado” e sabe-se que a Sonaecom terá que se endividar fortemente para conseguir engolir a muito maior PT, ficando escravizada depois pela sua ambição e… pelo serviço da dívida… Precisará assim de facturar “dinheiro vivo” muito depressa e a venda da Vivo está certamente no topo das prioridades da empresa de Belmiro e do seu filho…

É certo que o monopólio da PT sobre o cabo e a detenção quase total do cobre são situações que estão na base dos altos custos no acesso à Internet e na baixa penetração do Voip em Portugal e que a entrada da Sonaecom e os “remédios” da Autoridade da Concorrência poderão deixar melhor o mercado das Comunicações do que ele está… Mas a custo da evaporação da única presença significativa de uma empresa portuguesa no Estrangeiro, e logo num mercado tão importante economicamente e politicamente para Portugal como é o brasileiro…

Fonte: Tek

Acha que a OPA da Sonaecom sobre a PT será positiva para a Economia Portuguesa?
1) Sim
2) Não

View Results

Categories: Economia, Websites | 2 comentários

Executaram Saddam Hussein: e Agora?


(CNN)

E lá acabaram por matar Saddam Hussein. Hoje, pelas 3 da manhã (hora de Lisboa), o antigo ditador iraquiano foi enforcado numa cave escura e mal amanhada por um grupo de homens encapuçados de meias pretas.

George Bush, que já exprimira publicamente a sua “satisfação” pela condenação à morte, apressou-se a declarar que a sua execução era um “marco importante”, declarações que emitiu do fundo do poço da ignorância e imbecilidade onde vive praticamente desde que nasceu. Como se a morte do ex-ditador fosse reduzir a sanha dos fanáticos islâmicos que se fazem detonar nas ruas iraquianas todos os dias ou se diminuísse o ódio aos invasores estrangeiros ou menos a revolta dos sunitas contra o novo poder controlado pelos shiitas.

Saddam teve pelo menos a hombridade de enfrentar os seus carrascos com a dignidade que Hitler não soube encontrar dentro de si…

A sua morte, deixou uma marca de apressamento e precipitação, produto de um Julgamento dúbio e tendencioso, em vez daquilo que o mundo e todas as suas vítimas, no Koweit, no Irão e no seu próprio país, mereciam… Um Julgamento num Tribunal Internacional, da ONU. Mas este… Não o condenaria à morte, como exigia Bush e os seus mais vivos detractores shiitas no poder no Iraque… E havia ainda o risco de o Tribunal ser mais imparcial e expôr as cumplicidades que o Ocidente alimentou durante muitos anos para com o Regime de Saddam (as armas químicas americanas, os reactores nucleares franceses, as centrifugadoras alemãs, etc, etc).

Assim, fazendo a coisa num Tribunal de um governo fantoche o desfecho era conhecido de antemão e não se corria o risco de deixar o homem vivo…

E as consequências deste acto vão – como sempre – recair sobre os seus responsáveis.

Veremos quando.

Fonte: Público

Acredita que a execução de Saddam vai melhorar a situação no Iraque?
1) Sim
2) NãoView Results

Defende a Pena de Morte?
1) Sim
2) NãoView Results
Categories: Política Internacional, Sociedade | 7 comentários

sQuid S1-23: Que edifício é este?

jiw.jpg

Categories: Delírios, sQuids S1 | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy